Google+ Badge

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

MinC tira dúvidas sobre editais sobre audiovisual

MinC tira dúvidas sobre editais sobre audiovisual (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
Representantes do Ministério da Cultura vão estar hoje à noite em Belém para encontrar realizadores e produtores independentes locais em um bate-papo tira-dúvidas sobre os editais para incentivo à produção de conteúdo para TVs públicas de todo país. Aí se incluem projetos para TVs universitárias, comunitárias, educativas e culturais.

As cinco chamadas públicas (uma para cada região do país) foram lançadas no dia 28 de dezembro, por meio da Ancine (Agência Nacional do Cinema) e o período de inscrição se encerra no dia 31 de março. Pelo segundo ano consecutivo, a linha disponibiliza R$ 60 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), para investimentos em obras destinadas ao campo público de televisão. São 12 milhões para cada região.

Compostos principalmente por obras seriadas, os cinco editais vão fomentar a produção de 56 obras – 26 destinadas ao público adulto, 10 ao público jovem e 20 ao público infantil – totalizando mais de 200 horas de programação. Os perfis de programação foram definidos a partir das propostas levantadas durante o Seminário de Programação da Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas realizado na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, no começo de dezembro.

Os editais fazem parte do programa “Brasil de Todas as Telas”, criado para incentivar a regionalização das programações de TV no país, a partir de estímulo para a produção.

(Diário do Pará/Pararijos NEWS)