Google+ Badge

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Amapá: Navio de passageiros transportava meia tonelada de pescado proibido

O Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap) apreendeu cerca de 600 quilos de peixes na noite da última terça-feira, 16, em uma embarcação ancorada no município de Santana. As espécies estão no período de reprodução, e teriam vindo de Santarém (PA).
Ninguém foi preso e os responsáveis pela embarcação disseram não saber informar quem é o verdadeiro proprietário da carga.
Peixe estava dividido em seis cubas com gelo
Peixe estava dividido em seis cubas com gelo
O pescado estava armazenado com gelo em 6 cubas, cada uma contendo 100 quilos. A captura de grande quantidade desses peixes nesse período pode ocasionar uma diminuição da população de uma determinada espécie.
O pescado estava em uma embarcação de grande porte com licença para transporte de passageiros. Segundo o diretor interino do Imap, Josiel Lima, as investigações continuam para descobrir quem seria o receptor da carga em Macapá, onde seria comercializado.
“O dono do barco se mostrou muito surpreso quando foi abordado para a fiscalização e ficou bem assustado quando achamos as cubas com o pescado das espécies de tucunaré, dourada, pirapitinga e curimatã. Infelizmente não encontramos ninguém que seja dono do material, mas as buscas continuam“, frisou o diretor.
Pirapitinga está entre as espécies com pesca proibida nesta época do ano por uma portaria estadual que protege 22 espécies. Fotos: Cássia Lima
Pirapitinga está entre as espécies com pesca proibida nesta época do ano por uma portaria estadual que protege 22 espécies. Fotos: Cássia Lima
Essa é a primeira apreensão de pescado clandestino no Estado em 2016. O Imap estima que só em 2015 cerca de 2 toneladas foram apreendidas.
O pescado será doado para o Instituto de Câncer Joel Magalhães (Ijoma) e para outras instituições de caridade. (Pararijos NEWS)