Google+ Badge

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Preço da luz cai em fevereiro

    Diretor da Aneel, André Pepitone, diz que atualizou cálculos Diretor da Aneel, André Pepitone, diz que atualizou cálculos
Com a melhora do nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas e uma menor projeção de aumento do consumo de eletricidade, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) reduziu ontem, os valores das bandeiras tarifárias que serão aplicadas nas contas de luz de 2016. O órgão criou ainda um novo patamar para a bandeira vermelha, que está em vigor no País desde janeiro do ano passado.
Com a mudança, o adicional cobrado hoje nas contas de luz dos brasileiros cairá de R$ 4,50 para R$ 3,00 cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Esse é o valor que incide sobre a agora chamada bandeira vermelha 1, um desconto de 33%. Nos cálculos iniciais da área técnica da agência, chegou-se a prever que essa bandeira custaria R$ 4,00, mas o diretor do órgão relator do processo, André Pepitone, atualizou os cálculos para obter um desconto ainda maior.
Além disso, a Aneel estabeleceu que existirá uma bandeira vermelha 2, que continuará custando R$ 4,50 para cada 100 kWh consumidos. Essa bandeira só será acionada quando as térmicas mais caras do País precisarem ser ligadas, o que não ocorre desde o fim de agosto do ano passado. Na ocasião, a própria Aneel reduziu o custo da bandeira vermelha, que até então era de R$ 5,50 para cada 100 kWh. (Pararijos NEWS)