Google+ Badge

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Mangueirão três estrelas


O Mangueirão é um dos melhores estádios do Brasil. A avaliação é do Ministério dos Esportes que vai lançar no próximo dia 28, em São Paulo, o Sistema Nacional de Classificação dos Estádios Brasileiros (Sisbrace), uma ferramenta suplementar à ideia de atrair mais torcedores aos gramados. O estudo levou um ano para ficar pronto e visitou 155 estádios de norte a sul do Brasil e as 16 arenas construídas à época da Copa do Mundo. O sistema concede pontuações que vão de uma a cinco bolas, o Mangueirão obteve três bolas, o que na avaliação do coordenador do projeto, Ivan Carlos Mello, é muito bom e coloca o estádio paraense entre os melhores do País. A placa alusiva à classificação será entregue à secretária Renilce Nicodemos e a diretora do Mangueirão, professora Cláudia Moura, que vão viajar para São Paulo e participar da solenidade. O evento vai reunir o ministro dos Esportes George Hilton, o secretário nacional de futebol e defesa do torcedor, Rogério Hamam, além de representantes do mundo esportivo. A notícia sobre a classificação do Mangueirão deixou a secretária entusiasmada.
Renilce comentou que a análise do Ministério do Esporte reflete as boas condições técnica e física do Mangueirão, que frequentemente recebe melhorias no gramado, nas instalações internas, pintura e limpeza. “Estamos muito felizes com a notícia e já confirmamos presença na solenidade de lançamento do Sibrace”, disse.
O Sistema Nacional de Classificação dos Estádios foi idealizado e executado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. A equipe técnica somou vinte pessoas e avaliou 155 estádios as 16 arenas brasileiras. O tempo foi de um ano entre visitas e trabalho de logística. O mapa ou a radiografia levou em consideração os itens de segurança, engenharia, conforto, acessibilidade, higiene e sustentabilidade. No item segurança também foram avaliados os sub-itens de risco, incêndio e partes de engenharia elétrica. Os resultados que serão lançados dia 28 terão validade de três anos, mas segundo Ivan Carlos, a reclassificação poderá ser pedida a qualquer momento, uma vez que o formulário será disponibilizado via internet semelhante à declaração de imposto de renda. O Sistema, para o Ministério do Esporte, surge como um parâmetro, uma consulta ao torcedor e não vai derrubar a obrigatoriedade legal dos laudos técnicos emitidos pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Vigilância Sanitária entre outros para liberar os espaços à realização de campeonatos regionais e estaduais. “As situações são diferentes. O Ministério do Esporte quer melhorar as condições dos estádios para atrair os torcedores e seus familiares e não impor regras ou punições. O Sistema vai dar a classificação e quem achar conveniente mudar poderá fazê-lo a qualquer momento, uma vez que não há prazo definidos para esse segmento. Posteriormente, o Ministério deverá lançar um portal, no qual haverá um aplicativo para que o torcedor possa consultar a situação do seu estádio da sua cidade”, explicou o coordenador do projeto Ivan Carlos.
A placa alusiva à classificação de três bolas do Mangueirão, ou três estrelas como os hoteis brasileiros tinham no passado, será recebida pela secretária Renilce Nicodemos no próximo dia 28, em São Paulo. A titular da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) já confirmou presença no evento. “Estamos muito orgulhosos do nosso Mangueirão e vamos continuar trabalhando para que o estádio continue sendo palco das maiores torcidas do Brasil”, disse a titular da SEEL. (Pararijos NEWS)