Google+ Badge

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Homem é vítima de “casinha”


Cláudio Estevão Pereira, de 34 anos, foi morto a tiros ontem à noite, no bairro da Marambaia, em Belém. Um amigo dele - que não teve o nome divulgado - é acusado de envolvimento no crime. Dois homens de motocicleta são apontados como os executores, mas a vítima foi atraída ao local pelo amigo, que fugiu na bicicleta de Cláudio após o assassinato.
O homicídio ocorreu por volta das 18 horas, às margens do canal Água Cristal, próximo à passagem União. De acordo com os primeiros levantamentos feitos pela polícia, a vítima morava no bairro, mas em outra rua. O amigo chegou à residência de Cláudio e falou que ele deveria ir até o canal, conversar com um colega dos dois. “Ele disse ao Cláudio que recebeu a ligação desse colega deles, pedindo que ele o chamasse para ir até o canal conversar sobre alguma coisa que ainda não sabemos”, afirmou o sargento Renato, da 3ª Companhia (CIA) / 21º Batalhão da Polícia Militar (BPM).
Familiares disseram que após receber o recado do amigo, Cláudio saiu de casa de bicicleta e seguiu até o canal Água Cristal. Quando chegou ao ponto combinado, Cláudio se surpreendeu com os dois motoqueiros e foi recebido a tiros. Ele morreu e os bandidos fugiram na motocicleta. O amigo chegou poucos minutos depois, pegou a bicicleta da vítima e também foi embora da área. Segundo o sargento Renato, a polícia já tem informações sobre a pessoa que foi até a residência de Cláudio chamá-lo. “A família sabe quem é o rapaz e é possível que ele tenha algum tipo de envolvimento com o crime”, disse o policial.
Até o fechamento desta edição os criminosos não tinham sido localizados. Todas as hipóteses serão investigadas pela Polícia Civil (PC), que já deu início aos levantamentos por meio da Divisão de Homicídios. Após apuração inicial, a ocorrência deverá tramitar para a Seccional Urbana da Marambaia, que dará continuidade às investigações.
Moradores da área não deram muitos detalhes às autoridades e algumas pessoas disseram apenas que foram ouvidos três disparos. Não foi confirmado se Cláudio vinha recebendo ameaças de morte ou se tinha algum tipo de envolvimento com crimes. Quem tiver alguma informação que possa ajudar a polícia a esclarecer o homicídio pode entrar em contato por meio do Disque-Denúncia (181). A ligação é gratuita e não é necessário se identificar. (Pararijos NEWS)