Google+ Badge

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Flamengo entre a ficção e a realidade

Nada de imediatismo.
Será preciso muita cautela e prudência.
O título da copinha ainda está sendo saboreado pelo Flamengo. A torcida, carente no âmbito profissional, valoriza a conquista como se fosse de gente grande.
É necessário a partir de agora saber separar as coisas.
Evidente que ganhar é sempre importante, mas o objetivo número 1 da competição sempre foi revelar jogadores para o time de cima.
A tal ‘transição’ é delicada.
O Flamengo já sofreu na pele e ‘queimou’ a geração que venceu a copinha pela primeira vez há mais de 20 anos. Se desfez de todos. Lá estavam Marcelinho, Djalminha e Paulo Nunes que saíram do clube e viraram ídolo no Corinthians, Palmeiras e Grêmio.
Ninguém vingou no time campeão da copinha em 2011.
A esperança é que Muricy Ramalho possa dar o toque de sensibilidade que faltou no passado.
Ser campeão é uma coisa, revelar é outra. Transformar esses meninos em realidade é um desafio e tanto.
5 nomes parecem certos na relação de Muricy:
O goleiro Thiago, o zagueiro Léo, os meias Ronaldo e Matheus Sávio e o atacante Felipe Vizeu.
Tomara que os 5 jogadores possam amadurecer. Tomara que sejam lançados aos poucos. Tomara que o torcedor tenha a paciência necessária.
É um mundo totalmente diferente.
O título da copinha foi apenas o início de uma longa e espinhosa estrada. (Pararijos NEWS)