Google+ Badge

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

‘Eu amo o sabor’: mulher vampira bebe o sangue do namorado toda semana


Uma mulher, autoproclamada vampira, diz que faz pequenos cortes no pescoço do namorado e suga seu sangue direto da “fonte.”


Georgina Condon, uma maquiadora de 38 anos que vive em Brisbane, diz que costuma beber sangue humano desde a adolescência.
“Eu preciso beber sangue mais ou menos uma vez por semana — ficar sem sangue por mais tempo afeta meu humor", diz ela.
“Eu tenho dermatite solar, o que significa que minha pele se enche de bolhas quando me exponho à luz UV forte. Eu sou literalmente alérgica ao sol!“, diz ela, rindo.
Georgina diz que encontra suas “vítimas” em clubes góticos — mas todas aceitaram "doar” seu sangue voluntariamente — e para seu atual namorado, Georgina estaria cometendo uma infidelidade se bebesse o sangue de outra pessoa.
“Não se trata apenas do sangue, a coisa toda pode ser muito sensual", diz a vampira moderna. Ela revela que usa uma navalha para fazer os cortes no pescoço do namorado e adverte: “É preciso ter muito cuidado, a lâmina pode cortar profundamente com muita facilidade.”
“Ele se sacrifica frequentemente para me dar o que eu quero. Ele acredita em monogamia, então essa também é uma forma de intimidade.”
"Eu o conheci em um Bloodlust Ball em Brisbane, um baile organizado por fãs de vampiros, como se fosse a nossa festa de Natal, onde todos vão muito bem vestidos e capricham nas fantasias.”
“Há toda uma expectativa em torno desse evento, a mesma que você sente quando sai em busca de um lugar onde possa comer um churrasco bem suculento.”
"Eu ainda encontro algumas pessoas na rua que costumam perguntar se eu gosto de alho. Simplesmente me viro e digo que a-do-ro.” (Pararijos NEWS)