Google+ Badge

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Dólar dispara no Brasil e passa dos R$ 4

Dólar dispara no Brasil e passa dos R$ 4 (Foto: Reprodução)
Dólar salta mais de 2% e passa de R$ 4 com fraqueza da indústria chinesa. (Foto: Reprodução)
Na primeira sessão de 2016, o dólar disparava mais de 2% sobre o real nesta segunda-feira (4), acompanhando a valorização da moeda americana em relação a outras divisas emergentes no exterior.
O movimento refletia a preocupação de investidores em relação ao crescimento da China, após a atividade industrial da segunda maior economia do mundo ter registrado em dezembro retração pelo décimo mês consecutivo.
Às 10h05 (de Brasília), o dólar à vista, referência no mercado financeiro, tinha valorização de 2,04%, para R$ 4,042 na venda. Já o dólar comercial, utilizado em transações de comércio exterior, avançava 2,35%, para R$ 4,043 na venda. Ambas as cotações atingiram máximas na casa de R$ 4,06 minutos depois da abertura das negociações nesta segunda-feira.
O dólar subia em relação a 15 das 24 principais moedas emergentes do mundo às 10h05 —o real era a que mais se desvalorizava contra a divisa dos Estados Unidos. A moeda americana também ganhava força contra seis das dez divisas globais mais importantes, entre elas a libra esterlina e o franco suíço.
O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit caiu para 48,2 em dezembro, abaixo dos 48,6 de novembro e do centro das apostas de analistas, que era de 48,9. Essa foi a leitura mais baixa desde setembro e bem abaixo do nível de 50 pontos que separa contração de expansão.
O setor industrial chinês luta contra a fraca demanda no país, indicando que a segunda maior economia do mundo vai iniciar 2016 mais fraca do que o esperado.
A pesquisa concentra-se em pequenas e médias empresas privadas. Outra pesquisa oficial divulgada na sexta-feira, que foca as empresas estatais maiores, mostrou o quinto mês de contração, embora a um ritmo ligeiramente mais modesto.
(DOL, Pararijos NEWS com informações de Estadão)