Google+ Badge

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Assim como Cain Velásquez, Werdum também deixou o card do UFC 196

Campeão dos pesados revela que sofreu lesão no dedo do pé direito e estiramento nas costas durante os treinosCampeão dos pesados revela que sofreu lesão no dedo do pé direito e estiramento nas costas durante os treinos
O fantasma das lesões parece estar disposto a atrapalhar a realização do UFC 196. Após a saída de Cain Velásquez da luta principal, o brasileiro Fabricio Werdum também está fora do evento. O dono do cinturão dos pesados revelou uma lesão no dedo do pé direito e estiramento forte nas costas durante a preparação para o combate. As informações são do Combate.com.
De acordo com o brasileiro, a vontade de enfrentar Velásquez era grande, mas a substituição do adversário por Stipe Miocic fez a equipe tomar a decisão de deixar o card. Em um áudio enviado para alguns membros da imprensa, Werdum destacou a preparação para o combate, marcada por lesões, e afirmou que entraria no octógono mesmo sem estar em plenas condições caso Cain Velásquez não tivesse abandonado a luta pelo mesmo motivo.
“Estou com uma fissura no dedo do pé direito, mas mesmo assim vinha treinando sem chutar. Mesmo assim eu lutaria contra o Cain Velásquez. Aconteceu a mesma coisa na nossa luta no México, quando tive uma lesão na cabeça e fiquei 40 dias sem fazer sparring e lutei da mesma forma. Sexta-feira eu machuquei as costas, tive um estiramento bem forte, e fiz massagem, fui ao médico, e hoje (segunda-feira) tentei fazer sparring, mas não consegui treinar como deveria. Por isso decidi não lutar, por não estar 100% como deveria. Se o Cain lutasse, eu lutaria, porque temos uma história, e por ele ter cancelado essa luta duas vezes anteriormente. Agora ele cancelou de novo, mas ele não tem culpa, assim como eu não tenho. (Pararijos NEWS)