Google+ Badge

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Algemado foge e pula na baía


Vários curiosos acompanharam a recaptura do criminosoVários curiosos acompanharam a recaptura do criminoso
Um homem algemado conseguiu fugir da seccional do Comércio e tentou escapar nadando pela baía do Guajará, no Ver-o-Peso, em Belém, na manhã de ontem. Ele se identificou como Diogo Batalha da Silva e havia sido detido após furtar os celulares de duas mulheres que desciam de ônibus na feira. Um policial civil e um guarda municipal tiveram que usar um barco para tirá-lo da água. As vítimas não se machucaram e conseguiram recuperar os telefones.
O guarda municipal de Belém Ivo Ribeiro contou que Diogo fez o primeiro furto por volta de 9h e conseguiu fugir, mas, no segundo furto, aproximadamente uma hora depois, os passageiros de um ônibus desceram e conseguiram capturá-lo. Guardas municipais e policiais militares o conduziram à seccional pela primeira vez.
Durante o depoimento, Diogo aproveitou um descuido do escrivão que o ouvia e do guarda municipal que o apresentou para colocar as mãos algemadas para frente e começar a correr. Ele quebrou uma parede de compensado da seccional e ninguém conseguiu detê-lo até que chegasse à água. Depois que mergulhou, o ladrão não conseguiu ir muito longe. Um policial e um guarda pegaram o barco e o resgataram. A ação atraiu muitos curiosos.
Diogo continuava muito agressivo, se debatendo e tentando se libertar. No meio da multidão, um rapaz foi detido por desacato ao chamar de “bandidos” os guardas municipais e policiais civis e militares que participaram da captura. Pessoas ao redor afirmaram que ele era trabalhador da feira e que estava brincando, mas o rapaz teve que ir à seccional para se explicar. Na seccional, Diogo, que estava com a cabeça sangrando, reclamou de agressão. Ele chegou a desmaiar por alguns segundos, mas acordou para fazer exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML).
“O cidadão que se identificou como Diogo se debateu na hora do resgate da água e acabou se ferindo”, explicou o guarda Ivo. Entretanto, um vídeo mostra o momento em que o ladrão saiu da água sem ferimentos. Ele seria autuado apenas por furto, mas a delegada Rosemary Lopes, da seccional do Comércio, o autuou por fuga, resistência e dano ao patrimônio, por causa da parede quebrada. (Pararijos NEWS)