Google+ Badge

sábado, 14 de novembro de 2015

Holm choca o mundo ao nocautear Ronda Rousey com chute na cabeça

Holly Holm no UFC 193 (Foto: Getty Images)Holly Holm celebra a vitória no UFC 193 (Foto: Getty Images)
Holly Holm escreveu seu nome na história do MMA, neste sábado, no UFC 193, na Austrália. Ela nocauteou Ronda Rousey aos 59s do segundo round com um violento chute alto, que fez a então campeã do peso-galo desabar e se tornou a nova dona do título da categoria.
- Eu não sei, estou tentando absorver isso, mas é muita loucura. Eu cheguei aqui e recebi tanto amor e carinho, que não poderia fazer nada além de retribuir - declarou Holm, atônita.
Estrela do Ultimate e até então invicta, Ronda Rousey perdeu pela primeira vez no MMA após reinar no Strikeforce e no UFC, onde se tornou a primeira campeã do evento. Multicampeã no boxe, Holm - que tinha faturado duas vitórias sem brilho no Ultimate - segue sem saber o que é derrota nas artes marciais mistas e, agora, acumula dez triunfos.
Ronda Rousey entrou à caça de Holly Holm, perseguindo a adversária por todos os cantos do octógono, demonstrando ímpeto ofensivo e pitadas de afobação, que resultaram em dois cruzados em seu rosto. "Rowdy" conseguiu levar o duelo para o chão, atacou em sua especialidade, o arm-lock, mas foi frustrada pela defesa da oponente, que ainda se levantou.
Ronda Rousey no UFC 193 (Foto: Getty Images)Acostumada a vencer, Ronda Rousey sentiu o amargo sabor da derrota pela primeira vez no MMA (Foto: Getty Images)


Na trocação, Holm conseguia atingir a compatriota por meio de golpes limpos e ainda a derrubou. Pela primeira vez no UFC, Ronda ia ao intervalo com o rosto vermelho e com ares de frustração por ver que seus ataques não surtiam efeito.

No segundo round, Holm conectou um forte direto, que, mais uma vez, entrou limpo. A afobação - com doses de desespero - de Ronda ficava cada vez mais nítida. Quando Ronda tentou agarrar-se à Holm, a desafiante se livrou e, quando a campeã se virava para ela, recebeu um violento chute alto, que a fez desabar. O árbitro Herb Dean ainda esperou "Rowdy" levar outros golpes, mas a vitória era certa.

RESULTADOS COMPLETOS
CARD PRINCIPAL
Holly Holm nocauteou Ronda Rousey aos 59s do R2
Joanna Jedrzejczyk derrotou Valerie Letourneau na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46 e 50-45)
Mark Hunt derrotou Antônio Pezão por nocaute técnico aos 3m41s do R1
Robert Whittaker derrotou Uriah Hall por decisão unânime dos jurados (30 a 27, 29 a 28, 30 a 27)
Jared Rosholt derrotou Stefan Struve na por decisão unânime dos jurados (triplo 29 a 28)
CARD PRELIMINAR
Jake Matthews derrotou Akbarh Arreola por nocaute técnico (interrupção médica) aos 5m do R2
Kyle Noke nocauteou Peter Sobotta aos 2m01s do R1
Gian Villante nocauteou Anthony Perosh aos 2m56s do R1
Danny Martinez derrotou Richie Vaculik na decisão unânime dos jurados (triplo 30 a 27)
Daniel Kelly derrotou Steve Montgomery na decisão unânime dos jurados (triplo 29 a 28)
Richard Walsh derrotou Steven Kennedy na decisão unânime dos jurados (30 a 27, 30 a 27 e 29 a 28)
James Moontasri derrotou Anton Zafir por nocaute técnico aos 4m36s do R1
Ben Nguyen finalizou Ryan Benoit com um mata-leão aos 2m35s do R1.
(Pararijos NEWS)

Ronda defende cinturão


Ronda Rousey é uma das campeãs mais ativas da organização. A americana realiza hoje, pelo UFC 193, em Melbourne, Austrália, a sua terceira defesa de cinturão em nove meses, algo raro entre atletas donos de título. Diante de tamanho comprometimento, a maior estrela do UFC promete “sumir” após o confronto contra Holly Holm.
Em entrevista à revista Rolling Stone,  a campeã peso-galo feminino do Ultimate declarou que após o UFC 193 vai se resguardar até o UFC 200, programado para julho de 2016. “Estou vendendo um produto e eu tenho que estar lá. Não tenho a opção de não estar. Mas depois dessa luta, eu definitivamente vou deixar algumas pessoas sentirem falta de mim. Com certeza. Acredite: não há nada que eu gostaria mais de fazer agora do que desaparecer por um tempo. Eu gostaria de esperar até o UFC 200 para lutar de novo. Vou estar gravando filmes nesse meio tempo, então ainda estarei ocupada”, explicou a campeã.
O UFC 193, que acontece neste sábado, 14, será histórico por vários motivos. O show, liderado por Ronda Rousey e Holly Holm, pode bater o recorde de público na história da organização, uma vez que acontece no Etihad Stadium, com capacidade para cerca de 70 mil pessoas. Para comprovar o tamanho do feito, aguardado por anos pela organização, o site oficial do UFC separou alguns números em relação ao evento.
Entre algumas dos números mais impressionantes em termos de estrutura estão as que envolve a logística de construção da trutura do show e mão de obra. Segundo o UFC, cerca de 435 funcionários locais estão trabalhando desde o dia 9 de novembro, na montagem do show. Além disso, foram necessários sete caminhões para transportar a iluminação do show e ainda quatro viagens de Las Vegas (EUA) para Melbourne (AUS) no total para o transporte do equipamento completo para a construção do show. O UFC 193 acontece neste sábado, em Melbourne, na Austrália, e além de Ronda x Holm conta com a disputa de título peso-palha feminino entre Joanna Jedrzejczyk e Valerie Letourneau. Ainda no card, a revanche histórica entre Antônio Pezão e Mark Hunt pelos pesados. (Pararijos NEWS)

Deputados pedem ajuda ao Governo Federal

Deputados pedem ajuda ao Governo Federal (Foto: Divulgação)
Deputados Elcione (na foto) e Edmilson se reuniram com o secretário da defesa civil. (Foto: Divulgação)
Parlamentares estaduais e federais estiveram na tarde de ontem com o Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, General Adriano Pereira Júnior. O objetivo do encontro foi buscar apoio para o caos que se instalou depois que uma embarcação de bandeira libanesa tombou no Porto de Vila do Conde, em Barcarena. A Bancada do Pará manifestou ao secretário a preocupação com a situação de calamidade que se instalou na Região. “Famílias foram obrigadas a abandonar suas casas, a população está sem água e sofre os efeitos do mau cheiro que se instalou na Cidade” explicou o Deputado Edmilson Rodrigues. 
De acordo com os parlamentares presentes, os moradores estão sendo obrigados a recorrer aos postos de saúde com sintomas como dor de cabeça e estômago. 
De acordo com o General, a Secretaria fica impedida de atuar no caso, pois nenhum pedido formal de ajuda foi feito por parte do Governo do Estado. Para a Deputada Elcione Barbalho existem ritos que não estão sendo cumpridos e que poderiam minimizar a situação de calamidade que tomou conta da região. “Não dá pra entender porque o governo do estado ainda não pediu ajuda federal”, protesta a parlamentar. O Presidente da CDP, Parsifal Pontes reconhece que a atuação do governo estadual no caso tem sido apenas protocolar. “Não há parceria, a CDP está arcando com oitenta por cento dos custos, mas não estamos conseguindo atender nem dez por cento do que a população demanda”, justifica o Presidente.
Praias da Vila do Conde estão interditadas e os efeitos também estão sendo sentidos em Abaetetuba. “A situação é gravíssima e é preciso que o Governo do Estado atue para ajudar a população. Por parte da nossa bancada estamos dispostos a ajudar mas, é preciso antes de mais nada, que o Estado reconheça essa necessidade”, disse
Elcione Barbalho.
(Diário do Pará/Pararijos NEWS)

Evento debateu participação da mulher na política

Evento debateu participação da mulher na política (Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)
(Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)
Representantes do PMDB de todo o Estado participaram ontem do encontro paraense Mulheres em Ação, realizado durante toda a sexta-feira, 13, no Hotel Regente, em Belém. O senador Jader Barbalho, presidente do diretório estadual, e a deputada federal Elcione Barbalho estiveram à frente da abertura da programação. O evento tratou de temas como discriminação e violência contra o gênero, bem como debateu uma maior participação feminina no cenário político local e nacional.
A parlamentar, que representa o Pará na Câmara Federal e ocupa o cargo de Procuradora da Mulher da Câmara dos Deputados, ao dar as boas vindas aos presentes, não escondeu a felicidade em participar da realização do encontro. “Estamos incentivando e debatendo aquilo a que nos propusemos, que é a capacitação da mulher para ampliar nossa participação na política do País”, disse.
LUTA DA MULHER
O senador, por sua vez, destacou a importância dos temas escolhidos e se disse feliz por fazer parte de um partido político que faz da situação da mulher no Brasil uma agenda de trabalho. Jader Barbalho disse ainda que os homens precisam compreender a luta da mulher pelo reconhecimento de seu talento e de seu trabalho. Ele lembrou de uma pesquisa que diz que 13 mulheres são assassinadas por dia, sendo que a maioria dos crimes é praticada pelo companheiro, namorado ou marido. 
“Haverá um dia em que aprenderemos com a sensibilidade feminina a cuidar de todas as vidas, de trabalhar juntos para tornar o mundo mais humano”, declarou o senador. Na sua fala, Jader Barbalho trouxe à mesa o tema do aborto e sua reprovação em relação ao projeto aprovado na Comissão de Justiça da Câmara Federal, que dificulta o caminho para que mulheres violentadas tenham a permissão legal para o ato. “A mulher deve ter liberdade de escolha sobre o próprio corpo”, destacou o senador.
(Carolina Menezes/Pararijos NEWS)

Duas mortes em Americano


Pelo menos oitos homens armados tentaram invadir o Complexo Penitenciário de Santa Izabel, em Americano, ontem à tarde, com o objetivo de resgater presos. Do lado de dentro, simultaneamente à ação, um grupo de detentos, também armados, tentava escapar das celas, mas foi contido. Houve troca de tiros dentro e fora do presídio. Diante da tentativa frustrada, a quadrilha roubou um veículo na BR-316. Os passageiros, assustados, tentaram fugir e foram baleados pelos criminosos. Duas mulheres acabaram mortas e um homem permanece internado no Hospital Metropolitano. Todas as vítimas são da mesma família.
A tentativa de resgate de presos ocorreu por volta das 14h30. O bando, armado com pistolas e submetralhadoras, chegou em três veículos e  estacionou em frente ao complexo. Os homens desceram e atiraram em direção à portaria. Mas a resposta da Polícia Militar foi rápida e impediu que o grupo invadisse o complexo penitenciário. No mínimo, oito criminosos participaram da ação.
Um agente prisional, que prefere não se identificar, afirma que todos estavam encapuzados e atiravam com precisão. “Só deu tempo de se jogar no chão e tentar se proteger. Se os PMs não estivessem aqui eles teriam passado por nós. Como não temos armas, não temos como revidar. Eu tenho certeza que teriam nos matado”, diz o agente.
No local da troca de tiros, havia cápsulas das balas e marcas de sangue no chão. Um policial militar foi atingido nas costas e no braço. Ele não corre risco de morte. O projétil não conseguiu perfurar o colete à prova de balas. O cabo da PM Ricardo da Silva Matheus, atingido no confronto, passou por exames e permanece internado no Hospital Metropolitano.
Diante da tentativa frustrada de invasão a penitenciária, os bandidos correram em direção à BR-316 e renderam os ocupantes de uma caminhonete de cor prata, modelo Hilux. Dentro do carro, havia três pessoas da mesma família. Assustado, o condutor tentou acelerar para escapar da ação criminosa, mas o carro foi cercado e contido à bala. Os três passageiros foram atingidos.
Já feridos, eles foram retirados de dentro do carro pelos criminosos e jogados no canteiro central da rodovia. Duas mulheres não resistiram e morreram no local. As vítimas foram identificadas como Etsuko Saito Noguchi, de 74 anos, e Emiko Shiguetomo. As duas mulheres seriam irmãs.
O sargento do Corpo de Bombeiros, João Pessoa, afirma que quando a equipe de resgate chegou apenas Hironobu Noguchi estava vivo. “Ele estava bastante ferido e debilitado. Infelizmente, elas já estavam sem vida. Não foi possível fazer mais nada. Ele foi levado ao Metropolitano”, confirma.
Os bandidos conseguiram fugir na caminhonete roubada das vítimas. Até ontem à noite, os integrantes do bando não tinham sido identificados. O veículo roubado também não foi localizado.  (Pararijos NEWS)

Rombo é de R$ 42 bilhões

O prejuízo causado pelas irregularidades na Petrobras descobertas pela Operação Lava Jato pode chegar à casa dos R$ 42,8 bilhões, de acordo com o laudo de perícia criminal anexado pela Polícia Federal (PF) em um dos processos da operação. A Lava Jato investiga um esquema criminoso de corrupção, desvio e lavagem de dinheiro envolvendo funcionários de alto escalão da petrolífera, diretores das maiores empreiteiras do país e operadores.
Ainda conforme a investigação, as empreiteiras se organizavam em cartel para vencer licitações e se beneficiar de aditivos aos contratos. Essas empresas pagavam propina a diretores e gerentes da Petrobras, operadores e a partidos políticos como PP, PT e PMDB por doação eleitoral. As legendas negam que tenham recebido dinheiro ilícito.
Oficialmente, em abril deste ano, a Petrobras divulgou rombo de R$ 6 bilhões. A cifra foi caracterizada como conservadora pelo presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, uma vez que poderiam surgir novos fatos na investigação. O Ministério Público Federal (MPF) considerou, em outubro, que o prejuízo passaria de R$ 20 bilhões.
"O que nós temos hoje é que apenas a propina da Petrobras envolveu mais de R$ 6,2 bilhões (...) Isso aponta que possivelmente o valor do prejuízo superará R$ 20 bilhões", chegou a afirmar o procurador da República Deltan Dallagnol, que é coordenador da  força-tarefa do MPF para a Lava Jato.
Esta estimativa de R$ 42 bilhões tem como base uma tabela com os pagamentos indevidos envolvendo as 27 empresas apontadas como integrantes do cartel na Petrobras. São considerados percentuais informados pelos colaboradores da investigação (3%) e o percentual máximo cogitado pela Polícia Federal (20%).
"Tais pagamentos teriam sido viabilizados por meio da majoração excessiva das margens de lucros das contratantes, em percentuais bem acima daqueles constantes dos Demonstrativos de Formação de Preços (DFP) apresentados, uma vez que realizados em ambiente cartelizado", diz trecho do despacho.
Os colaboradores da Lava Jato, réus que firmaram acordo de delação premiada para repassar informações sobre o esquema de corrupção em troca de redução nas penas em caso de condenação, afirmaram que a propina variava entre 1% e 3% do valor total do contrato e aditivo.
Por outro lado, a análise da Polícia Federal considera que muitos contratos foram fechados em percentuais bem próximos do valor máximo de 20% acima das estimativas de referência da Petrobras.  Em especial, os contratos envolvendo obras para implantação da Refinaria Abreu e Lima (Rnest) e do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).  (Pararijos NEWS)

Postos de Belém ficam sem combustível



A possibilidade de os postos de combustíveis de Belém sofrerem reflexo do protesto nacional de caminhoneiros, que ocorre em vários locais do Brasil, e ficarem desabastecidos fez com que muitos condutores de veículos enchessem o tanque ontem à tarde. No início da noite já havia corre-corre e aflição para abastecer o carro e a moto. Muitos postos de venda não tinham mais gasolina, porque muita gente deixou o local de trabalho e se dirigiu direto ao posto mais próximo para garantir logo a reposição de gasolina no tanque.
A informação de que não havia mais gasolina nos postos do centro de Belém começou a circular entre os frentistas e motoristas nos corredores de tráfego, na rodovia Transmangueirão, na avenida Centenário e em outros locais e também pelas redes sociais. À tarde, um posto acusava redução considerável na entrega do produto e outros dois atraso, apesar de algum estoque. Já à noite, dois postos da rede Iccar, na esquina da avenida Centenário com a rodovia Augusto Montenegro, informaram que a falta de gasolina começou na terça-feira.
Nestes postos, havia somente diesel e os funcionários tiraram plantão perto das bombas apenas para comunicar aos condutores que não havia gasolina para comercialização. Nos dois postos a gasolina era vendida a R$ 3,66. Em outros postos da rede, como no Conjunto Cidade Nova, em Ananindeua, também já era sentida a falta de combustível.
“Já ocorre o desabastecimento, está faltando combustível. Desde segunda-feira, a Petrobrás não está atendendo nossos pedidos, que é entregar entre 25 e 30 mil litros por dia. Na quarta, não recebemos nada e hoje chegaram somente cinco mil litros. Temos que fechar o posto e esperar o dia seguinte. Segundo um assessor da Petrobrás, o navio que distribui para o Pará chegou em Icoaraci, mas por causa da greve dos petroleiros não tinha ninguém para descarregar, mas já começava a descarregar nesta tarde. Nossa expectativa é que esteja tudo bem até amanhã”, disse Mário Chermont, proprietário do posto BR, que fica na avenida Doutor Freitas, no Marco.
A personal trainer Paloma Aguiar sentiu o drama. “Este aqui é o quinto posto de combustível que eu vou para abastecer. Eu passei, por exemplo, em dois postos na avenida Senador Lemos, e não havia combustível”, afirmou. A professora Tatiane Charone conseguiu encher o tanque por volta das 19 horas, após várias tentativas. “Eu fui em três postos antes, dos na Augusto Montenegro e um na Mauriti, e em nenhum deles deu para abastecer”, declarou.
O funcionário público Mário Cardoso também estava preocupado. “Ouvi o comentário que poderia faltar combustível e soube que há postos que estão cobrando acima da tabela e alguns não estão aceitando cartão de crédito, só em dinheiro”, disse Cardoso.
Em um posto de bandeira Shell, localizado na travessa Domingos Marreiros, no bairro de Fátima, a gerência assegurou que não haverá falta de combustível até segunda que vem. “Alguns clientes nos perguntam, existem rumores que sobre a falta de combustível, de que o navio estaria atrasado e só entregaria combustível sábado. Mas acabamos de ser abastecidos e no nosso posto não faltará até início da próxima semana. Houve pequeno atraso na entrega, mas acho que não foi por conta da greve, porque o combustível vem de navio do Rio de Janeiro e é descarregado na rodovia Arthr Bernardes, de onde é distribuído para todas as bases no Pará”, afirma Alexandre Matos, gerente do posto.
Ainda ontem à tarde, à espera de abastecimento estava a administração de um posto de bandeira Ipiranga, no Marco. “Estamos ainda com três mil litros, a entrega está atrasada em um dia e aguardamos para hoje, às 21h. Recebemos todos os dias entre 20 a 30 mil litros. Teve atraso na chegada do navio, mas é comum ocorrer”, explicou o gerente Dionísio Lopes.
O Sindicato dos Revendedores de Combustíveis no Pará informou que os empresários aguardam a chegada do produto vindo em um navio que deve abastecer os postos do Pará. A Transpetro, que é distribuidora de combustível no Estado, repassou o caso para a Petrobras. Esta não se manifestou se há risco de desabastecimento no Pará. O Sindicato dos Petroleiros confirmou que o navio chegou ontem à noite, mas devido à greve o descarregamento leva entre 15 a 20 horas. A previsão é que em dois dias o combustível do navio esteja nos postos do Pará.
“A gente fica preocupado com essa situação, porque o combustível é fundamental para se locomover, trabalhar”, afirmou Andrey Leal, trabalhador autônomo, no meio de uma fila de veículos para abastecimento em um posto de combustível. O eletricista Edion Ferreira foi outro condutor de veículo que correu para um posto com a intenção de se antecipar ao problema.
No Posto Chermont, na avenida Duque de Caxias com avenida Dr. Freitas. No bairro do Marco, a gasolina foi comercializada a R$ 4,09; o diesel, a R4$ 3,49; o etanol, a R$ 3,19 e a gasolina podium, a R$ 4,99. Os preços variam entre os postos, mas a preocupação maior dos consumidores era com a normalização do fornecimento. (Pararijos NEWS)

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Falhas causam pânico a vizinhos de presídio

O medo e o pânico tomou conta dos servidores que trabalham no complexo de Americano no Pará alvo de uma ação de bandidos na tarde desta quinta-feira (12).
Na matéria vinculada pela RBATV, funcionários demonstram como estão os ânimos um dia após a tragédia que vitimou duas pessoas do lado de fora.
Veja o Vídeo
A matéria mostra ainda que mesmo com investimentos, o complexo penitenciário parece estar abandonado pelo governo do Estado. Falhas apontam os perigos e oportunidades que os bandidos têm de fugir.
Ao redor do complexo, o repórter Marcos Aleixo conversou com vizinhos que demonstram pânico com a atual conjuntura ao redor do presídio.
(DOL/ Pararijos NEWS com informações da RBATV)

Número de brasileiros online cresceu 9,8 milhões

Número de brasileiros online cresceu 9,8 milhões (Foto: Agência Brasil)
(Foto: Agência Brasil)
A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio 2014 (Pnad), divulgada hoje (13), mostra que a questão geracional é preponderante no meio tecnológico. No ano passado, cerca de 95,4 milhões de pessoas de 10 anos de idade ou mais acessaram a internet, o que significa um crescimento de 11,4% no número de usuários, na comparação com 2013. Foram 9,8 milhões a mais de brasileiros conectados.
A pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela, ainda, que 136,6 milhões de pessoas acima de 10 anos tinham celular para uso pessoal em 2014, um aumento de 4,9% em relação ao ano anterior. A proporção desse grupo entre a população ficou em 75,2%, em 2013, passando para 77,9% do total, no ano seguinte.
A proporção de internautas subiu de 49,4% para 54,4% do total da população residente no país. Segundo a Pnad, a população residente no país em 2014 correspondia a 203,2 milhões de pessoas, o que indica crescimento de 0,9% em relação a 2013. Enquanto a participação de pessoas maiores de 60 anos (13,7% do total) cresceu 0,7 ponto percentual no período pesquisado, o grupo etário até 24 anos teve sua participação (38%) reduzida em 0,8 ponto percentual na comparação com o ano anterior.
(Agência Brasil/Pararijos NEWS)

Bicolores esgotam ingressos de meia entrada

Bicolores esgotam ingressos de meia entrada (Foto: Mário Quadros)
Ao todo foram colocados à venda 600 ingressos para a partida desta sexta-feira (13). (Foto: Mário Quadros)
A torcida bicolor não saiu da frente do computador para garantir seu ingresso para a partida contra o Luverdense-MT, válida pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. As 600 meias entradas colocadas à disposição no site do clube foram todas reservadas até a tarde desta quinta-feira (12).
Quem conseguiu garantir a sua entrada deverá fazer o resgate nesta sexta-feira (13), de 9h às 12h, no Ginásio Moura Carvalho, localizado na sede social do Paysandu, mediante ao pagamento de R$ 5 e apresentação da carteira de estudante.
PROMOÇÃO
Os ingressos estão sendo vendidos no valor de R$ 25 a arquibancada, que dará direito a outro ingresso, e R$ 50 a cadeira.
(DOL/Pararijos NEWS)

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Belém recebe o Rei no hangar

O cantor, músico e compositor Roberto Carlos, o Rei, chega hoje para uma apresentação única no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, a partir das 22h, oportunidade em que reencontrará com seus fãs, admiradores e uma legião de pessoas que o verão pela primeira vez, com toda a sua estrutura de show. Considerado um dos maiores cantores do Brasil e do mundo, o Rei chega depois de grande sucesso com a 11ª edição do Projeto “Emoções em Alto Mar” e de extensa turnê internacional.
Roberto Carlos será homenageado neste mês pelo Grammy Latino como personalidade do ano e está em fase de finalização de seu novo álbum, o CD “Abbey Road”. Segundo a assessoria de Roberto, o show de hoje  será “um espetáculo impecável”, com orquestra e coral.
Roberto Carlos nasceu em Cachoeira do Itapemirim (ES) e começou a cantar em rádio aos 9 anos. (Pararijos NEWS)

Programação permite negociar dívidas do IPTU

Programação permite negociar dívidas do IPTU  (Foto: Divulgação/TJPA)
(Foto: Divulgação/TJPA)
Belém irá receber na próxima semana, no período de 16 a 20 de novembro, a Semena de Conciliação Fiscal Municipal, durante a qual cidadãos e empresas poderão negociar débitos com relacionados ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Taxa de Localização e Funcionamento (TLPL), e Imposto sobre Serviços de qualquer Natureza (ISSQN).
Os contribuintes poderão quitar ou negociar dívidas, com descontos de até 90% sobre juros e multa em seis parcelas, podendo o débito ser parcelado em até 90 vezes, respeitando o valor mínimo de R$ 50,00 por parcela para pessoas físicas e de R$ 200,00 para pessoas jurídicas, independentemente do imposto pago.
As audiências serão realizadas de 8h às 14h, no Fórum Cível de Belém, 3º andar, Salão “Rui Barbosa”. Quem estiver sendo executado por dívida de impostos municipais e tiver interesse em conciliar, deve procurar o gabinete da 2ª Vara de Execução Fiscal, no Fórum Cível de Belém (Rua Cel. Fontoura, s/n, Praça Felipe Patroni, Cidade Velha, 3º andar, sala 315), para agendar a audiência de conciliação.
Para agendar a audiência, o executado ou o atual responsável tributário (proprietário ou ocupante do imóvel) deve levar documentos pessoais (Identidade e CPF), comprovante de propriedade do imóvel ou comprovante de residência em seu próprio nome, caso não seja o executado. Deverá apresentar, também, certidão de óbito e nomeação como inventariante, caso seja herdeiro do executado falecido.
Empresas devem apresentar carteira de identidade e CPF do executado (Pessoa Física) ou seu representante legal (Pessoa Jurídica), atos de constituição da sociedade (Contrato Social e CNPJ), e Carta de Preposto (Pessoa Jurídica).
Para o contribuinte que possui débito de IPTU, a conciliação evita a penhora e venda do imóvel em leilão para pagamento da dívida.
(DOL/Pararijos NEWS com infomações do TJPA)

Pesquisadores descobrem nova espécie de peixe

Pesquisadores descobrem nova espécie de peixe (Foto: Silva-Oliveira, Canto e Ribeiro)
(Foto: Silva-Oliveira, Canto e Ribeiro)
Professores da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) descobriram uma nova espécie de peixe, denominada Bryconops munduruku, em um igarapé situado na Floresta Nacional do Tapajós. De pequeno porte, a nova espécie foi encontrada no igarapé Açu, pertencente à bacia do rio Tapajós, próximo ao município de Aveiro (PA). A descoberta foi publicada, por meio de artigo científico, na edição de maio do jornal internacional Zootaxa, publicação referência em taxonomia animal.
A descoberta é resultante da pesquisa realizada pelo biólogo Cárlison Silva de Oliveira, egresso do Programa de Pós-Graduação em Recursos Aquáticos Continentais Amazônicos (PPG-RACAM) da Ufopa, para sua dissertação de mestrado, intitulada “O estudo da ictiofauna em igarapés nos sistemas de drenagem na Floresta Nacional do Tapajós”.
Defendida em 2014, a dissertação contou com a orientação do professor Frank Raynner Ribeiro e coorientação do docente André Luiz Canto, ambos vinculados ao Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas (ICTA). A descrição taxonômica da nova espécie - que pode ser endêmica da bacia do rio Tapajós - foi realizada em conjunto pelos três pesquisadores.
Segundo Cárlison Oliveira, o nome da espécie faz alusão aos indígenas da etnia Munduruku, que se estabeleceram na margem direita do rio Tapajós e deram origem ao município de Aveiro. “É uma espécie de pequeno porte, encontrada até agora em apenas um igarapé que drena para o rio Tapajós”, explica. “O maior indivíduo encontrado mediu 9,5 cm”.
As coletas realizadas nos igarapés da Flona Tapajós também permitiram a descoberta de outras novas espécies de peixes, que serão descritas futuramente. “Fizemos coletas em 22 igarapés, interligados às bacias dos rios Tapajós, Curuá-Una e Cupari. São três sistemas de drenagem diferentes”, explica. No levantamento realizado pelos pesquisadores da Ufopa foram identificadas 117 espécies de peixes. “É o maior registro que se tem para um estudo em igarapés na região. Isso mostra a alta diversidade de espécies de peixes em igarapés situados em uma unidade de conservação”.
(DOL, Pararijos NEWS com informações da Ufopa)

Desastre alerta o Brasil

O governo federal decretou “estado de emergência” em Barcarena, no Pará, e em outros sete municípios brasileiros: Japonvar (MG), Ipê (RS), Riozinho (RS), Sarandi (RS), Venâncio Aires (RS), Vidal Ramos (SC) e Dois Córregos (SP). A decisão, publicada pelo Ministério da Integração Nacional, na edição de ontem do Diário Oficial da União, é anunciada um mês após o desastre ambiental no porto de Vila do Conde, em Barcarena, administrado pela Companhia Docas do Pará. No dia 6 de outubro, o navio Haidar, de bandeira libanesa e que transportaria cinco mil bois vivos para a Venezuela, afundou, causando um acidente sem precedentes na região. O óleo que vazou da embarcação contaminou praias de Barcarena. O óleo também chegou a comunidades ribeirinhas desse município, de Abaetetuba e de Belém, deixando donos de barracas e pescadores sem poder trabalhar.
O estado de emergência, decretado pelo governo federal, é uma medida tomada em circunstâncias especiais, para justificar poderes especiais, suspensão de leis vigentes ou restrições de liberdade, de direitos e de garantias. Já a situação de emergência é uma situação anormal, provocada por desastres, causando danos e prejuízos que comprometam parcialmente a capacidade de resposta do poder público do ente atingido.
Carcaças de bois foram parar, em maior número, na praia de Vila do Conde, de onde foram retiradas posteriomente, depois de exalar um odor insuportável, que causou problemas de saúde em moradores. Mas esses animais também chegaram às comunidades ribeirinhas. Em Barcarena, o governo federal decretou o “estado de emergência” por causa do “derramamento de produtos químicos em ambiente lacustre, fluvial, marinho e aquíferos”. Logo após o desastre, o prefeito de Barcarena, Antônio Carlos Vilaça, disse que o município enfrenta “uma das piores tragédias ambientais de sua história recente, depois que um navio afundou no porto de Vila do Conde”. (Pararijos NEWS)

Servidores públicos interditam avenida em protesto

Servidores públicos interditam avenida em protesto (Foto: Maycon Nunes)
Servidores cobram providências do governo em ato (Foto: Maycon Nunes)
Servidores públicos estaduais interditaram, na manhã desta quinta-feira (12), a avenida Almirante Barroso, em Belém, em frente ao prédio do Tribunal de Justiça do Estado (TJE),  em protesto pelo não pagamento do retroativo. Funcionários públicos de vários órgãos estão concentrados para cobrar respostas do governo.
De acordo com um dos representantes do movimento, Otoniel Silva, os manifestantes permanecerão no local até que o governo se manifeste sobre a situação. “Ainda não há resposta se haverá audiência ou não, estamos reivindicando pelo pagamento referente ao retroativo e os servidores da Adepará que estão aqui, querem o pagamento do prêmio de produtividade  que era pra ter sido pago no início deste ano, mas o governo disse que poderá pagar até 2016”, disse.
Servidores fecharam a avenida Almirante Barroso, e Belém, para protestar. Foto >> Maycon Nunes
Trânsito
Com a manifestação, o trecho da avenida Almirante Barroso entre as avenidas Júlio Cezar e Doutor Freitas está interditado, e os manifestantes prometem liberar só após uma resposta do governo.
Os veículos estão sendo desviados apenas pela via do BRT.
(DOL/Pararijos NEWS)

Redução de velocidade para 50Km/h gera reclamações

Redução de velocidade para 50Km/h gera reclamações (Foto: Maycon Nunes/DOL)
(Foto: Maycon Nunes/DOL)
Tem sido grande o número de críticas e reclamações da população à notícia de redução da velocidade máxima permitida na avenida Almirante Barroso, divulgada nesta terça-feira (10): segundo a decisão da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), os condutores não poderão trafegar acima de 50 km/h na via.
Para muitos internautas do DOL, a redução só irá piorar a situação do trânsito na cidade, além de não ser suficiente para reduzir a ocorrência dos acidentes.
“Vergonha!!! essa é a única definição que consigo fazer das ditas autoridades deste Estado. SEMOB é mais um órgão arrecadador apenas, o cidadão que se f... [SIC], esse prefeito não se elege nem para síndico mais”, comentou um internauta.
“É o jeito voltar pra boa e velha bicicleta, pois se continuar nesse embalo, daqui a pouco a velocidade máxima permitida vai chegar aos 10km/h. Uma palhaçada isso! Acidente acontece naquele BRT, bem que poderia ser melhor projetado e sinalizado”, opinou outro leitor do site.
Para alguns internautas, as principais causas das colisões são a falta de fiscalização, que permite, por exemplo, que condutores dirijam alcoolizados, e imprudências como conversões proibidas.
“Até onde eu vi, os acidentes quase todos os acidentes foram por conta de condutores idiotas que fizeram conversões proibidas ou avanço de sinal. Mas tem radar, né, $emob? [ SIC] pelo visto nem eles tão adiantando. Diminuir a velocidade máxima não vai evitar que motoristas imbecis e outros inabilitados continuem fazendo conversões proibidas e avançando sinal.” [SIC], afirmou um internauta.
“Os acidentes, principalmente nas madrugadas, são em decorrência da falta de fiscalização dos bebuns que voltam das festas. O radar fica no cruzamento da Tavares Bastos e só vai ter outro na Julio César. É nesse trecho que os idiotas se transformam em "pilotos" de fórmula 1. Fiscalização móvel e não só com radares fixos. E os ônibus que trafegam no BRT que só andam a 80Km, no mínimo?”, questiona outro leitor.
MEDIDAS NECESSÁRIAS
Entre a maioria das críticas, há internautas que concordam com a redução da velocidade na Almirante Barroso.
“Palhaçada é trafegar acima da velocidade permitida... já cansei de ver... enquanto quem obedece a lei usa um nariz de pallhaço os top vão riscando o asfalto com o vento batendo nos cabelos e adrenalina na veia...” [ SIC], comentou um leitor do DOL.
CÓDIGO DE TRÂNSITO
Alguns internautas afirmam que a redução é contrária à legislação de trânsito, no entanto essa redução não desrespeita o estabelecido no artigo 61 do Código Brasileiro de Trânsito (CTB).
De acordo com a descrição do CTB, a avenida Almirante Barroso tem características de uma via arterial, que segundo a legislação não deve ter velocidade máxima superior a 60 km/h.  
(DOL/Pararijos NEWS)

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

PSDB pede oficialmente o afastamento de Eduardo Cunha

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, do PMDB do Rio de Janeiro, deve entregar sua defesa ao Conselho de Ética até a segunda-feira (16). Nesta quarta-feira (11), o PSDB pediu oficialmente o afastamento de Cunha.
Os líderes do PSDB, Democratas, PPS e Solidariedade se reuniram para avaliar se ficam unidos em relação ao processo de cassação de Cunha e ao pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
A oposição esperava para quinta-feira (12) uma resposta de Eduardo Cunha sobre a data em que ele vai decidir o que fazer em relação ao pedido de impeachment de Dilma. Diante da incerteza, o PSDB decidiu subir o tom e reforçou o pedido de afastamento do presidente da Câmara.
O movimento gerou mal-estar nos demais partidos de oposição que tendem, a partir de agora, seguir cada um sua orientação sobre o processo que envolve Eduardo Cunha.
O líder do PSDB, Carlos Sampaio, que já defendeu Cunha publicamente, explicou porque mudou de opinião: "Temos outro fato novo. Ele apresentou sua defesa verbal, ou seja, apresentou pessoalmente sua defesa e essa defesa, de forma bastante objetiva, acabou se tornando um desastre. Ele não se explicou, não convenceu nem a bancada do PSDB, nem o país".
Eduardo Cunha deve entregar sua defesa ao Conselho de Ética até segunda-feira. O relator, Fausto Pinato, do PRB de São Paulo, disse que não vai aceitar pressão, se houver: "A partir do momento que eu tiver qualquer tipo de pressão, eu vou procurar os meios cabíveis para minha proteção".
Na terça-feira (10), a versão de Eduardo Cunha sobre mais de um milhão de francos suíços depositados no exterior foi contestada. Em depoimento à Procuradoria-Geral da República, o filho do ex-deputado Fernado Diniz, Felipe Diniz, disse que nunca indicou para o lobista João Henriques qualquer conta de Cunha para que o lobista fizesse o depósito, um pagamento de um empréstimo que Cunha teria feito a Fernando Diniz. A versão do empréstimo foi contada por Cunha a aliados próximos e em entrevista à TV Globo. (Pararijos NEWS)

Estudantes dizem que curso de Direito é sucateado

Estudantes dizem que curso de Direito é sucateado (Foto:  Alexandre Morais/UFPA)
(Foto: Alexandre Morais/UFPA)
Sem condições de ensino. Esta é a avaliação do Centro Acadêmico do curso de Bacharelado em Direito da Universidade Federal do Pará (UFPA) sobre os blocos de aula e estruturas ofertadas aos alunos da instituição. Inconformados com os problemas do local, os membros do CA entraram com uma representação no Ministério Público Federal pedindo a resolução das irregularidades.
No documento, os estudantes afirmam que o curso “vem passando por dificuldades estruturais desde meados de 2012/2013, com salas de aula inutilizáveis por ausência de condições mínimas de infraestrutura, ocorrendo o mesmo com a biblioteca disponibilizada aos estudantes do curso”.
Entre os problemas apontados pelos estudantes, banheiros sem condições de uso e sem condições de acessibilidade; bebedouros inutilizáveis; escadas com corrimão solto; corredores sem lâmpada; ausência da instalação elétrica correta, o que causa defeito em equipamentos como ar-condicionado; salas de aula sem estruturas e condições de recebe aulas; ausência de recursos audiovisuais; e biblioteca sucateada, sem ar-condicionado e acervo deficiente.
O CA ainda afirma que “Já se chegou ao ponto de alunos terem que assistir aulas nos corredores, visto a extrema dificuldade de permanecerem em salas de aula com clima insuportável”.
Eles também contam que o bloco de aulas não possui condições de acessibilidade para pessoas com deficiência, como a falta de vagas de estacionamento específicas, rampas de acesso à cadeira de rodas e falta de barras de segurança e apoio nos banheiros.
( DOL / Pararijos NEWS)

Avião cai e mata paraense


Um avião de pequeno porte caiu na noite de ontem, em uma fazenda entre o distrito de Santo Antônio do Rio Verde, município de Catalão, no sudeste de Goiás, e a cidade de Guarda-Mor, em Minas Gerais. Em nota, a Força Aéra Brasileira (FAB) confirmou que quatro pessoas viajavam na aeronave. Ninguém sobreviveu.
Morreram no acidente o presidente do Bradesco Vida e Previdência, o paraense Lúcio Flávio Conduru de Oliveira, além do presidente da Bradesco Seguros, Marco Antônio Rossi. O piloto e o copiloto também morreram, mas seus nomes não foram confirmados. As informações são do portal G1.
O executivo Lúcio Flávio Conduru de Oliveira iniciou na empresa há mais de 25 anos, como assistente de vendas e galgou vários patamares na área comercial. Chegou a comandar os segmentos de Previdência e de Seguros de Vida e atuou como Diretor Executivo por sete anos.
O Corpo de Bombeiros de Catalão, que atende a ocorrência no local, confirmou que não há sobreviventes. “A aeronave está completamente destruída. Os corpos estão irreconhecíveis”, explicou o sargento Marcelo Mesquita Goulart ao G1.
A queda do jato abriu uma cratera de cinco metros no chão, segundo informações do Corpo de Bombeiros do local. “Estava tudo destruído. O maior pedaço que sobrou deve ter o tamanho de uma geladeira pequena. Quando cheguei havia muito fogo e não dava pra chegar perto”, disse o gerente da fazenda Limoeiro da Samambaia, José Camilo Resende, de 55 anos, um dos primeiros a chegar no local. “A aeronave caiu em um pasto de gado da fazenda e abriu uma cratera de cerca de 12 metros de diâmetro”, completou.
A assessoria da FAB informou ainda que o avião, modelo Citation VII, de matrícula PT-WQH, decolou do aeroporto de Brasília às 18h39 com destino a São Paulo, mas desapareceu dos radares do controle de tráfego às 19h04.
A auxiliar de serviços gerais Luciana Pereira de Jesus, que trabalha na fazenda, disse que ouviu o barulho da queda a cerca de 10 km da sede.
“Foi como o barulho de um trovão. Os vizinhos de outras fazendas disseram que viram uma tira de fogo no ar. Alguns funcionários que estão lá avisaram que tem pedaços da aeronave espalhados por todo lado”, afirma.
Em nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) informou que a aeronave modelo Citation VII, de matrícula PT-WQH decolou às 18h39 do aeroporto de Brasília com destino a São Paulo e desapareceu dos radares do controle de tráfego às 19h04. “A aeronave caiu em uma região próxima do município de Catalão, estado de Goiás, com quatro ocupantes a bordo. Não há informações de sobreviventes”. (Pararijos NEWS)

Nova ferrovia deve ligar Mato Grosso ao Pará

Nova ferrovia deve ligar Mato Grosso ao Pará (Foto: Cristino Martins/Agência Pará)
Projeto da ferrovia ligará Porto de Miritituba, em Itaituba (foto), a Sinop, no Mato Grosso (Foto: Cristino Martins/Agência Pará)
O Pará pode ganhar uma ferrovia ligando o Porto de Miritituba, em Itaituba, região do Baixo Amazonas, a Sinop, no Mato Grosso. O empreendimento é considerado prioritário para o setor que atua no agronegócio, especificamente na produção de grãos. O projeto foi tratado durante a visita do senador Blairo Maggi (PR/MT) ao ministro da Secretaria Especial de Portos (SEP), Helder Barbalho, na manhã de ontem, em Brasília.
Segundo Blairo Maggi, um grupo de empresários, que atua na produção de soja, entregou ao Governo Federal uma Proposta Nacional de Interesse (PNI), na qual manifesta o desejo de construir a ferrovia, por meio de concessão pública. Todo o custo do empreendimento será arcado pelo setor privado, no prazo de 5 anos a contar da liberação do projeto. A realização desse importante projeto entrou na agenda do Governo e das empresas.
O grupo de empresários contratou uma consultoria, que realizou estudos que mostram a competitividade da ferrovia, que sairá da região produtora de grãos e chegará à hidrovia, de onde o produto será enviados aos mercados compradores. A ferrovia poderá transportar até 30 milhões de toneladas, até 2020, em uma via expressa, com um trem que fará uma ida e volta em 4 dias. A principal vantagem é tornar os preços mais competitivos a custos mais baixos.
Para Helder, além das vantagens competitivas ao agronegócio, o projeto fará com que o Pará passe a ser a principal rota para escoamento de grãos pelo Norte do Brasil, tendo os portos como destino. A produção aportada em Miritituba passará pelo Porto de Vila do Conde com destino à exportação. “Esse projeto nos deixa muito entusiasmados. Ele abre grandes expectativas de investimentos no Pará, com o estímulo do Governo Federal ao setor privado”, destaca Helder.
(Diário do Pará/Pararijos NEWS)

Pará: Mais de 40 mil bolsas

O “Educa Mais Brasil” oferece 45 mil bolsas de estudos para o primeiro semestre de 2016 no Pará. O programa é destinado às pessoas que não possuem condições financeiras para pagar o valor integral da mensalidade. Na cidade de Belém, as oportunidades são para Educação Básica, Graduação, Pós-Graduação, Cursos Técnicos, Idiomas, Preparatório para Concursos, Cursos Profissionalizantes, EJA-Educação Jovens e Adultos e Pré-Vestibular.
De acordo com Andréia Torres, diretora de Expansão e Relacionamento do Educa Mais Brasil, esse é o momento ideal para colocar em prática o desejo de impulsionar os estudos. “O papel do Educa Mais Brasil é oportunizar um sonho através da educação e fazer a diferença na decisão de milhares de pessoas em estudar e transformar suas vidas”.
As pessoas que têm interesse em participar do processo seletivo, podem fazer a inscrição gratuitamente no site (www.educamaisbrasil.com.br). O prazo vai até o dia 31 de março do ano que vem. No site também é possível consultar as instituições e cursos selecionados na cidade.
Em todo o País, o programa de inclusão educacional oferece 200 mil bolsas de estudo de até 70% para diversos cursos e instituições de ensino em todo território nacional. O início das aulas ocorre conforme o calendário da instituição de ensino. A informação é repassada ao candidato no momento da matrícula. Mais informações podem ser obtidas na central de atendimento por meio dos telefones 4007-2020 para Belém e Região Metropolitana e 0800 724 7202 para demais localidades do Estado.
Seduc divulga de concursos para temporários
Editais - A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) do Pará divulgou ontem, por meio do Diário Oficial do Estado, os editais de processo seletivo nº 002 e 003/2015, que visam contratar, temporariamente, 3 instrutores/formadores em Língua Brasileira de Sinais, para atuar no Curso de Formação Continuada para o Ensino da Língua Brasileira de Sinais; e 6 instrutores/formadores, para atuar no Curso de Formação Continuada em Sala de Recursos Multifuncionais: Espaço para Atendimento Educacional Especializado.
Os candidatos aptos habilitados atuarão em jornada de 40 horas por semana e receberão salário de R$ 100,00 h/a. Além do pagamento de hora/aula, o Instrutor/Formador não oriundo da região metropolitana de Belém, terá direito no período do curso, a diária no valor unitário de R$ 177,00 para custeio de hospedagem e alimentação, assim como, o transporte (passagem - ida e volta) do local de origem, no valor limite de R$ 2.000,00.
As inscrições serão realizadas até a próxima sexta-feira, 13, no horário das 8h às 17h, por meio da apresentação do Curriculum Lattes, devidamente comprovado, de caráter classificatório e eliminatório, na Coordenadoria de Educação Especial - COEES, situada na Avenida Almirante Barroso, 1765, Bairro do Marco (entre as travessas Angustura e Barão do Triunfo).
A documentação probatória será a seguinte: Documentos Pessoais: RG, CPF, Comprovante de residência; Documentos Bancários: Número de Conta Corrente, Agência e Banco; Documentos Acadêmicos: Diploma de Graduação; Diploma de Pós-Graduação (lato sensu e stricto sensu); Declarações e/ou cerificados: de experiências em ministrar cursos e/ou aulas de Libras.
Se o candidato for servidor público da esfera municipal ou federal, deverá apresentar comprovação e autorização de afastamento de suas atividades laborais no período do curso, com ciência da chefia imediata. Em caso de empate, a seleção será feita por meio dos seguintes documentos de experiência profissional: Declarações e/ou Certificações de eventos (locais, regionais, nacionais, internacionais), projetos ou atuação na área, com período e carga horária expressa.
Os candidatos serão avaliados por meio de análise dos currículos, prevista para os dias 16 e 17 de novembro. A divulgação do resultado da seleção será feita através do site da Seduc - www.seduc.pa.gov.br, a partir do dia 18 de novembro de 2015. (Pararijos NEWS)

Governador e vereador são inocentados de acusação de abuso

À unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará inocentou o governador do Pará, Simão Jatene e o vereador do município de Vigia de Nazaré, região do Salgado, Gabriel Nunes Mariz, da denúncia da Coligação Todos pelo Pará II, composta pelo PMDB e o PT, de abuso de poder político e autoridade durante a campanha de 2014. Os magistrados, na manhã de ontem, novamente, reconheceram a fragilidade das alegações da Coligação partidária, que recorreram da sentença já indeferia pelo atual presidente do Tribunal, corregedor eleitoral, à época das eleições do ano passado, desembargador Raimundo Holanda Reis.
“Tal arguição (abuso do poder político e autoridade) não merece prosperar, uma vez que na espécie não resta configurada qualquer das hipóteses alegadas’’, afirmou a desembargadora Celia Regina de Lima Pinheiro, que é vice-presidente e corregedora do TRE-PA, e foi a relatora do processo na sessão de ontem, seguida à unanimidade pelos demais magistrados.
Na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), ajuizada pela Coligação Todos pelo Pará, com pedido de liminar, Simão Jatene e Gabriel Nunes Mariz foram acusados das práticas de abuso político e de autoridade, conduta vedada a agente público e captação ilícita de sufrágio durante as eleições de outubro do ano passado.
Nos autos, a acusação alega que o governador cumprindo agenda de campanha eleitoral, discursou em Vigia em 6 de setembro de 2014, afirmando em comício que o município receberia o serviço de asfalto na semana seguinte, independente do prefeito local apoiar ou não à sua candidatura. A citada obra de pavimentação foi iniciada em 13 de setembro, sete dias após a ida de Jatene a Vigia, com placa oficial, indicando o valor de R$ 3,1 milhões.
A  defesa do governador e do vereador, alegou que a petição inicial deveria ser indeferida sob argumento de que não há comprovação de que o discurso proferido pelos candidatos, bem como, as obras de pavimentação asfáltica realizadas nas ruas de Vigia constituem captação ilícita de sufrágio, conduta vedada e abuso de poder.
Ocorre que existe o programa de governo “Asfalto na Cidade’’, licitado legalmente em desembro de 2013, portanto, bem antes da estadia do governador em Vigia. (Pararijos NEWS)

Cunha não convence tucanos


Um dos pilares de sustentação política do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), até agora, o PSDB reuniu sua bancada de deputados federais ontem à noite e, por unanimidade, decidiu pedir no plenário a sua saída do cargo devido às acusações de envolvimento no petrolão, informou ontem à noite o portal da "Folha de S. Paulo". De acordo com a notícia publicada ontem, "a defesa apresentada até agora pelo presidente da Câmara dos Deputados não convenceu nenhum integrante da bancada do PSDB", informou, na saída da reunião, o líder da bancada, Carlos Sampaio (SP). Os tucanos prometeram uma entrevista coletiva hoje, em que soltarão uma nota pedindo a saída de Cunha. Também usarão o plenário da Câmara para externar essa posição.
"A nota deixará claro que o PSDB considera que a defesa e os argumentos apresentados pelo presidente da Câmara até agora não convenceram e não têm respaldo em provas, e que seu afastamento é imprescindível para que o plenário da Câmara decida seu destino com a devida isenção", afirmou Sampaio.
A decisão de ontem representa uma mudança na posição da legenda até agora. Apesar de ter assinado há algumas semanas uma nota em que pedia a saída de Cunha, o partido vinha mantendo a sustentação política do peemedebista nos bastidores com o intuito de tentar forçá-lo a deflagrar o processo de impeachment contra Dilma Rousseff.
O desgaste público desse jogo duplo de bastidores, porém, levou a maior parte da bancada a defender uma posição mais direta. Isso representa um golpe na sustentação política de Cunha pois, até agora, somente os nanicos PSOL e Rede pediam claramente sua saída nas sessões plenárias. Aliados do peemedebista afirmam que irão tentar contornar a situação nos bastidores.
Os dois integrantes do PSDB no Conselho de Ética da Câmara estão autorizados pela legenda a votar contra Cunha, que sofre processo de cassação no Conselho de Ética da Casa. No dia 24 deve começar a ser votado relatório preliminar que irá definir se o processo segue ou é arquivado. Além de ter sido denunciado pela Procuradoria-Geral da República sob a acusação de envolvimento no escândalo da Petrobras, ele escondeu patrimônio milionário no exterior.
DRU
Líderes do PSDB na Câmara procuraram o governo para propor um acordo pela aprovação da DRU (Desvinculação de Receitas da União), mecanismo que dá maior liberdade ao governo para remanejar o Orçamento. O deputado Bruno Araújo (PSDB-PE) procurou o líder do governo, José Guimarães (PT-CE), e avisou que os tucanos estão dispostos a aprovar a matéria, desde que haja modificações pontuais no texto.
O primeiro contato entre os dois deputados ocorreu anteontem e ontem os dois grupos começaram a debater um formato de consenso para o texto. É a primeira vez desde o início do atual mandato da presidente Dilma Rousseff que a oposição procura aliados do governo para oferecer uma trégua e ajudar na aprovação de medidas consideradas imprescindíveis pelo Planalto. "Não queremos salvar Dilma, mas também não podemos ter compromisso com o abismo", justificou Bruno Araújo. O encontro dos dois deputados ocorreu no gabinete da liderança do governo na Câmara. Técnicos do PSDB acompanharam a reunião. (Pararijos NEWS)

Wladimir Costa deixa Conselho de Ética da Câmara

Wladimir Costa deixa Conselho de Ética da Câmara (Foto: Divulgação/Agência Câmara)
(Foto: Divulgação/Agência Câmara)
O deputado Wladimir Costa (SD-PA) renunciou, na manhã desta terça-feira (10), ao cargo de membro titular do Conselho de Ética. Segundo reportagem do Estado de São Paulo, Wlad, que está de licença médica, alegou na carta de renúncia motivo de saúde para deixar o colegiado.
O Solidariedade ainda não indicou oficialmente quem ocupará a vaga. A expectativa é que o deputado Paulo Pereira da Silva (SP) ocupe a vaga.
A outra vaga do partido no colegiado é do deputado Genecias Noronha (CE), que ocupa a suplência.
(DOL/Pararijos NEWS)

Suzy, a nova “Miss Bumbum”


Suzy Cortez, de 25 aninhos, venceu a quinta edição do concurso “Miss Bumbum”, e foi destaque na imprensa internacional com matérias no jornal inglês “The Sun” e no portal norte-americano “TMZ”.
Nas duas reportagens, foi exaltada a beleza da mulher brasileira e os atributos de Suzy, que fez com que ela conquistasse o título de “Miss Bumbum 2015”.
Em entrevista ao site “BOL”, a beldade contou que pretende posar nua para a revista “Sexy” e está analisando algumas propostas para trabalhar na TV. “Quero mostrar que a mulher brasileira não é só um físico, não é só um bumbum. Já estou estudando uma proposta para apresentar um programa de TV, que é o meu sonho”, declarou. (Pararijoa NEWS)

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Dado quer o time bicolor no ataque hoje

Dado quer o time bicolor no ataque hoje (Foto: Mário Quadros)
Atacante Betinho é garantia de velocidade no ataque bicolor. (Foto: Mário Quadros)
Nos últimos treinos realizados, já em solo paulista, a delegação bicolor prezou por uma tática bem específica para enfrentar o Mogi Mirim. Consciente da necessidade de vencer fora de casa e manter o ritmo nas três partidas seguintes, Dado Cavalcanti priorizou a parte técnica, com orientações claras voltadas ao ataque. A principal mostra da intenção é a provável escalação do atacante Betinho para o lugar do suspenso Aylon, após o terceiro cartão amarelo.
 Com a entrada do atleta, Dado priorizou os toques rápidos, cruzamentos na área e finalizações. Destes, Betinho se apresenta como maior alternativa veloz. “A cabeça está tranquila, o time definido. Os jogadores sabem quem entra, porém a gente vai segurar a escalação. A semana foi proveitosa. Podemos entrar com vitória e o pensamento é nesse jogo. Não existe futuro, mas só presente para o Paysandu”, comentou o técnico.
Outro ponto de interesse do técnico, este talvez mais bem avaliado, é quanto à confiança do elenco nos próximos jogos, mas sem descuidar como em outras circunstâncias onde a derrota era impensável. “Algumas equipes se achavam soberanas e perderam pontos. Aconteceu conosco e com outros, mas agora é momento de chegada e temos que resolver em cima, focados no pensamento da vitória. Se venceremos esse jogo, a chance de fazer os dois bons jogos em casa são maiores”, completou. 
(Luiz Guilherme Ramos/Pararijos NEWS/Diário do Pará)

Dilma é acusada de mentir

O presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, disse que a presidente da República, Dilma Rousseff, mentiu ao falar sobre o financiamento para a construção do Porto de Mariel, em Cuba, durante o último debate do segundo turno da campanha eleitoral, em outubro do ano passado. Assim que Dilma garantiu na TV ao então candidato Aécio Neves que o empréstimo para a obra teria como garantia a Odebrecht, responsável pelo projeto, o presidente da construtora não se conteve. Em mensagem a um dirigente, interceptada pela Polícia Federal, Marcelo foi taxativo. “Ela (Dilma) disse que as garantias são da empresa, e não do governo de Cuba. Ela está mentindo”, escreveu ele. As informações são da Agência O Globo.
A acusação está numa troca de mensagens entre Marcelo Odebrecht e Benedicto Barbosa da Silva Junior, um dos executivos do grupo. O material integra novo relatório de investigação da PF sobre o esquema de corrupção na Petrobras.  (Pararijos NEWS)

Assassinatos de mulheres cresceram 147% em 10 anos

Assassinatos de mulheres cresceram 147% em 10 anos (Foto: Lia de Paula / Agência Senado)
(Foto: Lia de Paula / Agência Senado)
Entre 2003 e 2013, o número de mulheres vítimas de homicídio cresceu 21% no Brasil, passando de 3.937 para 4.762 assassinatos. No Pará, a situação é bem pior: o número de vítimas deste tipo de crime cresceu 147% em 10 anos. Foram 5,8 mulheres mortas para cada grupo de 100 mil habitantes em 2013. Os resultados foram divulgados ontem, no estudo “Mapa da Violência 2015 - Homicídios de Mulheres”, produzido pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso).
Segundo o relatório, o Brasil é o 5º País mais violento para mulheres, em um ranking de 83 nações que usa dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). Em 2013, o Pará ocupou a 10º colocação na taxa de homicídio de mulheres por 100 mil habitantes. Foi após a vigência de uma lei específica de proteção para mulher – a Lei Maria da Penha – que o aumento de crimes desta natureza mais se acentuou. A análise do período de vigência da Lei Maria da Penha, que entrou em vigor em 2006, mostra aumento no número de assassinatos de mulheres, saindo de 3,9 para cada 100 mil habitantes em 2007, para 4,2/100 mil habitantes no ano seguinte.
Em 2013, Roraima apresentou a maior taxa de homicídios de mulheres: de 15,3 homicídios por 100 mil, mais que triplicando a média nacional. O aumento percentual, nesse caso foi de 500%. O Pará teve crescimento de 64,3% nas mortes de mulheres por homicídio a partir da vigência da Lei Maria da Penha, saindo de 4,0 mulheres por cada grupo de 100 mil em 2006 para 5,8 em 2013. Apenas 5 estados apresentaram queda nas taxas: Rondônia, Espírito Santo, Pernambuco, São Paulo e Rio de Janeiro. Em Belém, os crimes contra mulheres cresceram 40% após a vigência da Lei Maria da Penha. “Fiquei entristecida quando vi a pesquisa, mas, por outro lado, vejo que estamos passando por uma mudança de comportamento e eu acredito que isso é o que pode mudar essa realidade”, ressalta a deputada federal Elcione Barbalho, procuradora da Mulher da Câmara dos Deputados.

ENEM 
A deputada citou a escolha do tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, que abordou justamente a violência contra a mulher. “Enquanto não levarmos esse tema da violência contra a mulher para dentro das escolas não vamos mudar o comportamento do agressor”. Segundo ela, muitas mulheres sofrem violência caladas, por medo e por depender do marido.
De acordo com o Mapa da Violência, em 2013, 50,3% das mulheres assassinadas no Brasil foram mortas por um familiar (leia abaixo). Em 33,2% dos casos, essas mortes foram praticadas pelo próprio parceiro ou ex-parceiro. O perfil dos agressores foi feito com base em dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde, que registra os atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS) ligados à violência. “Infelizmente, a gente continua a ver esse tipo de história todos os dias na televisão. A mulher termina o relacionamento, o homem não concorda e mata a parceira. Ou então, no meio de uma discussão, o homem pratica essa violência”, afirmou.
(Diário do Pará/Pararijos NEWS)

Sem espaço para erros no Paysandu


Se é preciso pensar em uma jogo de cada vez, como insistem os jogadores e o treinador do Paysandu, Dado Cavalcanti, também é possível tirar uma conclusão a cada rodada. E o jogo de hoje, às 18 horas (horário de Belém), no estádio Romildo Ferreira, contra o Mogi Mirim-SP, é uma espécie de último suspiro bicolor na luta pelo acesso à Primeira Divisão. Se vencer, o “paciente” (Paysandu) continua com chances de sair vivo na disputa por uma das quatro vagas que levarão à Série A. Em caso de derrota ou empate, o “paciente” se entregará diante das dificuldades.  A partida entre Papão e Sapo é válida pela 35 a rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. E há apenas um time interessado plenamente na disputa, o Paysandu. Para o Mogi, é uma espécie de amistoso de luxo, projetando o ano que vem.
Com 52 pontos, na 9 a colocação, mas distante três pontos da zona de acesso, os bicolores mantém acessa a esperança de sucesso na reta final do nacional. Para o sonho de ascender à Série A se tornar real, não há mais espaços para erros. A conta é simples, direta e que traduz dificuldade, mas ainda é viável. É preciso vencer todas as últimas quatro partidas. Hoje, é obrigatório ganhar do rebaixado Mogi Mirim-SP. É até natural que o triunfo se estabeleça entre um time que luta pelo G-4 e outro já afundado no Z-4. Mas, trata-se de futebol, onde há imprevisibilidade dá o cara da sua graça constantemente.  
Leandro Cearense, comandante do ataque bicolor e que provavelmente terá o centroavante Betinho ao seu lado, numa tentativa de aumentar o poderio ofensivo alviceleste, apelou para um aspecto emocional. “Se não tivermos motivação é porque não tem sangue”, definiu. “Estamos tão perto do acesso, faltam quatro jogos. Estou jogando, fazendo gol e com o carinho da torcida. O que quero é esse acesso”, concluiu Cearense, autor de nove gols na Série B.
Nas demais posições, embora a comissão técnica não defina o time claramente, é provável o retorno ao tradicional 4-4-2, com a dobradinha Rony e Welinton Jr tentando abastecer os dois homens de área. Nas duas laterais, o poderio ofensivo se estabelece com Pikahcu e João Lucas. Pikachu falou sobre a então indefinição do time, mas ressaltou um desejo, independente de quem jogará a partida de logo mais. “Depende muito do Dado, que é um profissional que estuda muito o adversário. A nós, cabe nos adaptar ao esquema de jogo. O que precisamos mesmo é voltar a vencer novamente. Não sei qual a formação, quais os jogadores, mas creio que quem ele botar, tem que buscar a vitória”.
Do lado do Mogi, o clima é de final de festa. Rebaixado com seis rodadas de antecedência à Série C, último colocado do certame, o Sapo iniciou uma reformulação na equipe, impondo a escalação de jovens jogadores, sob o comando de Toninho Cecílio. Até o capitão da equipe, Magal foi afastado.  (Pararijos NEWS)

TJE mantém 3 afastados em Parauapebas

Em decisão tomada na sessão de ontem, as Câmaras Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) negaram pedido de habeas corpus requerido pelos vereadores Josineto Feitosa de Oliveira, José Arenes Silva Souza e Antonio Tavares Vieira Netto, de Parauapebas. Todos estão afastados do cargo e proibidos de acessarem e frequentarem qualquer órgão da administração pública direta ou indireta, especialmente a Câmara de Vereadores e a Prefeitura Municipal de Parauapebas, excetuando os prédios do Ministério Público Estadual e do Poder Judiciário. Através dos habeas corpus, requereram a revogação das medidas protetivas para retornarem às suas funções legislativas. A informação foi divulgada pela Coordenadoria de Imprensa do TJPA.
No habeas corpus, relatado pelo desembargador Leonam da Cruz Júnior, os vereadores Josineto e José Arenes alegaram que a imposição das medidas protetivas violam a Constituição Federal, por atingir diretamente seus mandatos eletivos. No entendimento do relator, no entanto, o estabelecimento das medidas cautelares em substituição à prisão preventiva, está devidamente fundamentada. “Estando diante de prática criminosa que guarda relação direta com o mandato eletivo exercido pelos pacientes e havendo o fundado receio de que as suas permanências no cargo pode ensejar a continuidade das atividades ilícitas em apuração, inexiste qualquer ilegalidade ou desproporcionalidade na imposição da medida em questão”.
Da mesma forma, o vereador Antonio Netto, requereu a revogação das medidas por não existir justa causa que a justifique, argumentando que a denúncia inicial não expõe os delitos pelos quais deve responder. Porém, a desembargadora Vania Fortes Bitar, relatora do HC, ressaltou que “não prospera o argumento do impetrante de serem as medidas cautelares diversas da prisão impostas ao paciente desproporcionais e irrazoáveis, sobretudo por ter o magistrado de piso demonstrado concretamente a necessidade de mantê-las, entendendo seres salutares à colheita regular de provas, ressaltando-se, por oportuno, que, segundo as informações prestadas pela autoridade inquinada coatora, o feito se encontra aguardando resposta à acusação por parte dos acusados, momento este no qual se faz necessário assegurar a conveniência da instrução processual”.
Os vereadores são acusados de prática e/ou beneficiamento de práticas como peculato, corrupção passiva, fraude em licitação e associação criminosa. Conforme as investigações do Ministério Público do Pará e da Polícia Federal na Operação Filisteu, as fraudes nas licitações públicas teriam ocorrido entre os anos 2013 e 2014. As licitações tinham como objetivo a aquisição de veículos e alimentos para a Câmara Municipal. (Pararijos NEWS)

Cerca de 5 milhões de estudantes passam por exames de avaliação em escolas de todo o país


A Prova Brasil deste ano envolve mais de 4,8 milhões de estudantes de escolas públicas, do quinto e do nono anos, em 5.460 municípios (foto: Mariana Leal/MEC – 13/8/15)Aproximadamente 5 milhões de estudantes do ensino fundamental e médio começam nesta terça-feira, 3, em todo o país, a fazer as provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). A aferição, sob a responsabilidade do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), abrange, este ano, a Prova Brasil e a Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb). Ambas contemplam testes de leitura e de matemática e devem ser encerradas até o dia 13 próximo.
Os resultados do Saeb oferecem subsídios para formulação, reformulação e monitoramento das políticas públicas de educação básica.
A Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), mais conhecida como Prova Brasil, é censitária. Nesta edição, envolve mais de 4,8 milhões de estudantes do quinto e do nono anos (quarta e oitava séries), matriculados em escolas públicas municipais, estaduais e federais. A aplicação ocorre em 5.460 municípios e envolve unidades de ensino com no mínimo 20 estudantes nas séries (anos) avaliadas.
De caráter amostral, a Aneb afere, em 1.415 municípios, mais de 180 mil estudantes de 3,8 mil escolas, matriculados em instituições públicas e particulares no quinto e no nono anos (quarta e oitava séries) do ensino fundamental e na terceira (ou quarta) série do ensino médio regular.
Estudantes, professores, diretores e aplicadores também respondem a questionários contextuais, que servem como instrumentos de coleta de informações sobre aspectos da vida escolar, nível socioeconômico e cultural, formação profissional, práticas pedagógicas e formas de gestão.
Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep (Pararijos NEWS)

Aprovada a lei da bebida

A aprovação do Projeto de Lei que trata da venda e consumo de bebidas alcoólicas nos estádios e áreas esportivas em Belém, gerou debate tenso, na manhã de ontem, na Câmara Municipal de Belém (CMB). Houve empate (10 votos a favor e 10 contra) sendo aprovado pelo voto de minerva da presidência da CMB, Orlando Reis (PSD). O projeto tramitava há quase um ano na Casa e é de autoria da vereadora Marinor Brito (Psol) e do vereador Pio Netto (PTB). Na última quarta-feira, 4, a Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) também aprovou, por maioria de votos, o projeto de Lei nº. 268/2015, do deputado estadual Milton Campos (PSDB), que dispõe sobre a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol dos 144 municípios paraenses. Para ter validade, precisa ser chancelado pelo chefe do Poder Executivo, Simão Jatene.
A comercialização de bebidas alcoólicas já é autorizada nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul. São Paulo e Paraná também analisam projetos. A vereadora Marinor Brito explica que a venda em Belém era suspensa pelo poder público estadual e municipal, sob orientação do Ministério Público do Estado. No entanto, depois da realização da Copa do Mundo, quando a Federação Internacional de Futebol (Fifa) exigiu a venda de bebidas nos estádios e o Brasil fez essa concessão, estudos mostraram que não houve diminuição da violência nesses espaços por conta da venda de bebidas alcoólicas, confirmando o que dizem especialistas.
“Os especialistas verificaram que é a falta de políticas públicas na área da saúde, educação, moradia e outras, além da falta de oportunidades que deixam a população - frequentadora ou não dos estádios e de áreas esportivas - vulneráveis à violência. Dessa forma, não é a venda e o consumo nesses espaços que gera violência, mas sim, a vulnerabilidade social e o descaso do governo do Estado, responsável pela Segurança Pública”.
Outro aspecto que a vereadora apresenta para defender o projeto é que a venda e consumo de bebidas não é proibida no Brasil em outros eventos públicos. “A liberdade ao entretenimento é um direito de cada cidadão e não é o Estado que deve proibir a liberdade de consumir bebida alcoólica, até porque não é proibida a venda no Brasil, somente para menores de 18 anos, e a fiscalização deve ser rigorosa, inclusive no entorno do Mangueirão. Quanto ao tempo de permanência das pessoas na entrada do estádio, o ordenamento deve ser feito pela Secretaria de Economia. Em relação ao trânsito e pessoas que bebem ao dirigir cabe à Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) atuar para coibir essa prática”, afirma a vereadora.
Por fim, Marinor Brito ressalta que Belém se destaca na área de esporte e não poderia ficar de fora da liberação. “Depois da Copa do Mundo algumas capitais do Brasil voltaram atrás e liberaram a venda, e Belém também inverteu a pauta e não está mais atrasada nesse debate”. (Pararijos NEWS)

Professores do Estado são salvos de naufrágio

Professores do Estado são salvos de naufrágio (Foto: Antonio Cícero/Arquivo)
(Foto: Antonio Cícero/Arquivo)
Uma embarcação que transportava 6 professores do Sistema de Organização Modular de Ensino (Some) naufragou, na tarde de ontem, no rio Tocantins, próximo ao município de Cametá. Segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), o grupo foi resgatado por ribeirinhos e ninguém ficou gravemente ferido.
Ainda segundo nota no site do Sintepp, o motivo do naufrágio foi uma colisão entre a embarcação que conduzia os professores e um barco que passava no local. “Uma professora teve algumas escoriações pelo corpo e foi salva por outro professor, pois não conseguia nadar de tão apavorada”. Para a categoria, o acidente é reflexo do abandono do ensino no Pará.
“Se a situação é de extrema preocupação na rede regular, no Some o cenário é de guerra, com a nossa categoria tendo de enfrentar as situações mais adversas para garantir o direito à educação aos nossos adolescentes e jovens pelo interior. Por telefone, o DOL entrou em contato com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) para pedir informações sobre o acidente, mas a reportagem foi informada de que o órgão ainda não foi notificado do acidente.
(Diário do Pará/Pararijos NEWS)

Ameaça de desabastecimento leva correria a postos

Ameaça de desabastecimento leva correria a postos (Foto: Dinho Santos/Diário do Pará)
Fila ficou imensa após boatos de que a greve de caminhoneiros possam gerar desabastecimento de combustível em Redenção (Foto: Dinho Santos/Diário do Pará)
O anúncio de que uma possível greve dos caminhoneiros possa resultar em falta de gasolina e óleo diesel nos postos, provocou uma grande corrida aos postos de combustíveis em Redenção, no sul do Pará.
Enormes filas se formaram nas bombas de abastecimento, provocando tumulto e confusão.
O medo de faltar combustível e ter que deixar o carro ou motocicleta na garagem, fez com que muitos motoristas esperassem horas na fila para encher o tanque do veículo.
O tumulto começou por volta das 15hs e se estendeu até o início da noite desta segunda-feira (9). Até viaturas da polícia e do Corpo de Bombeiros, entraram na fila do abastecimento.
Em outros municípios da região do sul do Pará, como Conceição e Santana do Araguaia, a corrida pelo combustível foi semelhante a Redenção.
Além do tanque dos veículos, outros clientes encheram galões com combustível para garantir o abastecimento.
(DOL/Pararijos NEWS com informações de Dinho Santos/Diário do Pará)

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Novo tratamento para hepatite C já está disponível no Pará


Segundo o médico e assessor especial da Sespa, Helio Franco, cerca de 45 mil testes da hepatite já foram realizados nos últimos quatro anos
Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 09/11/2015 13:36:00
O paciente Antonio Paulo Nascimento Silva foi o primeiro portador de hepatite C do Pará a receber, gratuitamente, os novos medicamentos contra a doença, que passaram a ser disponibilizados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) nesta segunda-feira, 9. Os remédios Sofosbuvir e Daclatasvir foram enviados ao Estado pelo Ministério da Saúde (MS), conforme previsto no novo protocolo de tratamento para hepatite C anunciado em julho deste ano pela União.
Ocorrida durante a programação do V Fórum de Pesquisa da Santa Casa de Misericórdia do Pará, a entrega dos medicamentos aconteceu a poucos metros onde funciona o Centro de Referência Estadual para Tratamento das Doenças do Fígado, que possui 300 pacientes cadastrados e aptos a passar pelo novo tratamento. “Essa nova terapia será mais simples, com efeitos colaterais ainda mais reduzidos e com 95% de chance de cura. Ou seja: aumenta as chances de cura e diminui o tempo de tratamento da doença”, explica a médica hepatologista Márcia Iasi, uma das dez especialistas do local que prescreverão os remédios que foram desenvolvidos por indústrias farmacêuticas do exterior.
Segundo a médica, a nova terapia somente é indicada aos portadores de hepatite C, portadores de coinfecção com vírus da imunodeficiência humana (HIV), cirrose descompensada e pré e pós operatório de transplantes de fígado. Mas, vale ressaltar que não são todas as pessoas que contraíram o vírus da hepatite C que serão medicadas com essa nova terapia, pois é necessária uma recomendação estabelecida por protocolo e avaliação médica. Otimista, Antonio Paulo agradeceu o privilégio de ser o primeiro a receber a medicação e acredita que vencerá a doença no prazo estabelecido pelo tratamento: 30 dias.
Segundo informações do Ministério da Saúde, o Pará é o terceiro da agenda nacional a receber o material, devido o intenso trabalho de políticas públicas voltadas à prevenção e tratamento das hepatites desempenhadas pela Sespa e demais parceiros. Presente na entrega da medicação junto com a presidente da Santa Casa, Rosângela Monteiro, a secretária adjunta de Saúde do Estado, Heloisa Guimarães, lembra que a disponibilização das medicações no Pará representa mais um avanço no controle das hepatites no Estado, que tem se intensificado desde a criação de uma coordenação voltada somente para as questões inerentes à doença.
O médico e assessor especial da Sespa, Helio Franco, lembrou ainda que em sua gestão como titular da Secretaria, entre 2011 e 2014, as políticas voltadas às hepatites ganharam um olhar especial para a atenção básica, no intuito de aperfeiçoar e sensibilizar os profissionais de saúde para a prevenção, induzindo pessoas a fazerem os testes que, segundo dados da Sespa, somaram em torno de 45 mil realizados nos últimos quatro anos.
A coordenadora estadual de Hepatites Virais pela Sespa, Cisalpina Cantão, ressalta que a estratégia motivou a criação de novos centros de tratamento: de três para 12 no Estado. Somam-se a essas providências a disponibilização do novo espaço do Centro de Referência Estadual para Tratamento das Doenças do Fígado da Santa Casa, que desde junho deste ano passou a realizar exames para detecção da presença de fibrose no fígado em pacientes com hepatites B e C por meio do Fibroscan, equipamento que realiza a elastografia hepática (ET), o qual dispensa o corte e a perfuração no órgão e possibilita ao médico acesso ao diagnóstico a partir de dez minutos.
Avaliado em R$ 800 mil, o aparelho foi adquirido este ano mediante articulação da Sespa e Ministério da Saúde, para ser utilizado em pacientes diagnosticados com hepatite crônica que são encaminhados para a Santa Casa - a primeira unidade da Amazônia que oferece esse tipo de exame de forma gratuita, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Uma ação intinerante com a versão portátil do FibroScan foi realizada pela Sespa em outubro deste ano, graças a uma articulação entre a Sociedade Brasileira de Hepatologia (SBH) e a Sespa, pela qual examinou 52 pacientes diagnosticados com hepatite C oriundos de Santarém, Marabá e Abaetetuba, incluindo municípios vizinhos. Foi a primeira vez que o rodízio itinerante da tecnologia foi empregado no Pará, visto que já possui centros de referência no tratamento de hepatites com equipes já capacitadas para o manuseio.
Além disso, Cisalpina lembra que a campanha “Julho Amarelo”, realizada entre maio e julho realizou 7462 testes para hepatite C, em 40 ações realizadas entre a capital e o interior. O resultado foi que 39 pessoas que não apresentavam nenhum sintoma aparente se descobriram com a doença, sendo 38 com C e uma com o tipo B. Na sequência, foram prontamente encaminhadas para tratamento. Mesmo com o fim da mobilização, as testagens continuam disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde dos municípios e nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) de Belém, Santarém e Marabá.
Tratamento - A Sespa esclarece que a porta de entrada para quem quiser se proteger das hepatites é a Unidade Básica de Saúde, seja para a vacinação contra o tipo B ou para o teste sorológico de detecção dos tipos B e C. Na capital, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), mantido pela Secretaria de Saúde de Belém (Sesma) no bairro de Batista Campos, oferta ainda o chamado teste rápido, o mesmo que foi utilizado na campanha “Julho Amarelo”, em que o resultado é entregue em até 30 minutos.
Em Belém, caso o usuário do SUS receba a notícia de que é portador de um dos tipos graves da doença, é encaminhado para locais de tratamento que já são referência, como a Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, especialista no diagnóstico e o tratamento de doenças do fígado.
Além da Santa Casa, Belém dispõe de outros locais para o tratamento: Hospital Universitário João de Barros Barreto; Fundação de Hospital de Clínicas Gaspar Viana e Unidade de Referência Especializada em Doenças Infecciosas e Parasitárias Especiais (Uredipe), além do Centro de Universitário do Estado do Pará (Cesupa), no campus da avenida Almirante Barroso, onde funciona o curso de Medicina.
No interior do Estado, o atendimento para testagem e tratamento é disponível  no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) de Santarém; no CTA de Marabá; no CTA de Parauapebas; no Hospital Regional do Araguaia, em Redenção e no Hospital Regional de Tucuruí. Para todos esses locais, é essencial que o cidadão seja encaminhado pela Unidade de Saúde mais próxima de sua residência.
A hepatite é uma inflamação nas células hepáticas do fígado e pode ser ocasionada pelos vírus A, B, C ou D. Conforme a médica Márcia Iasi, não apresenta sintomas e o diagnóstico pode ser feito por meio de exames de sangue. Caso isso não ocorra, a evolução da doença é devastadora, perfazendo um quadro com hepatite aguda, crônica, cirrose hepática e tumor no fígado.
(Mozart  Lira - Secretaria de Estado de Saúde Publica/Pararijos NEWS)

Nova eleição deve acontecer em 30 dias

Nova eleição deve acontecer em 30 dias (Foto: Diário do Pará)
Ainda sem data definida, uma nova eleição no Clube do Remo deve acontecer em 30 dias. (Foto: Diário do Pará)
Uma eleição para escolher o novo presidente azulino deve acontecer no prazo de 30 dias, após a decisão de renúncia ao cargo de presidente e vice do Clube do Remo, tomada primeiramente por Pedro Minowa e, depois por Henrique Custódio.
A data da nova eleição ainda não foi definida.
(DOL/Pararijos NEWS)