Google+ Badge

sábado, 22 de agosto de 2015

No Rio, pai de Pikachu poderá fechar negociação

No Rio, pai de Pikachu poderá fechar negociação (Foto: Mário Quadros/Diário do Pará)
(Foto: Mário Quadros/Diário do Pará)
Pikachu está muito bem acompanhado no Rio de Janeiro. O jogador levou a parte de sua família para vê-lo jogar contra o Fluminense-RJ, na última quinta-feira (20), e amanhã, contra o Botafogo-RJ.
Estão na capital carioca o pai e a mãe do atleta, Carlos Lisboa e Suzi Lisboa, além da esposa e da filha, Geovanne, do jogador. O empresário Flávio Goiano também teria sido convidado por Pikachu para ir ao Rio, com a missão de ajudar o pai do lateral nas negociações que viessem a surgir com clubes. Procurado, ontem, para falar sobre a suposta negociação com o Flamengo, Carlos Lisboa não foi localizado.
O celular dele, que é procurador do filho, estava o tempo todo desligado. Mas, as informações em torno da transferência do atleta para a Gávea não surgiram ontem, um dia após Pikachu ter se destacado no jogo entre Paysandu e Fluminense. Há pouco tempo, O executivo do time rubro-negro, Rodrigo Caetano, revelou ao ex-presidente do clube, Kléber Leite, que em 2016 Pikachu estará no elenco da equipe carioca.
O anúncio do interesse do Flamengo no jogador suscitou polêmica, já que alguns membros da imprensa, entre eles o narrador Luis Penido, da Rádio Globo, do Rio, questionaram o interesse da direção do Flamengo na aquisição do atleta. Em Belém, procurado para falar sobre o caso, na época, ele negou que tivesse tido qualquer conversa com representantes do clube carioca. Desde o mês de junho que Pikachu, conforme permite a lei desportiva do país, poderá assinar pré-contrato com qualquer outro clube.
(Nildo Lima/Diário do Pará/Pararijos NEWS)

Pará ganha destaque na exportação do boi vivo

Pará ganha destaque na exportação do boi vivo (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
Após celebração de acordo entre Brasil e Turquia, o Pará passa a ter destaque no fornecimento de boi vivo àquele país. Com o estabelecimento do contrato, o boi vivo brasileiro, destinado à engorda, poderá ser exportado através do Certificado Zoossanitário Internacional (CZI).
Essa certificação é importante porque possibilita um crescimento no número de exportação de boi vivo do país, já que garante a qualidade do produto. O Estado também já havia sido incluído no acordo comercial entre Brasil e Estados Unidos, líder nessa modalidade de exportação.
A partir do certificado, o mercado deve ser ampliado, segundo informa o superintendente federal da Agricultura do Pará, Josenir Nascimento. O Pará é um dos Estados com uma das maiores infraestruturas em porto de embarque para a pecuária, segundo a Agência de Defesa Agropecuária (Adepará). 
Além disso, o município de São Félix do Xingu é um dos maiores produtores de carne bovina do país, pois possui o maior rebanho do Brasil com mais de 1,7 milhões de cabeças. A partir do acordo, o governo brasileiro será o responsável na fiscalização de inspeção sanitária. 
Demorou três anos para o estabelecimento do contrato, que foi avaliado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Depois disso, os técnicos sanitaristas no Pará deram continuidade às negociações e o acordo foi firmado.
(Wal Sarges/Diário do Pará/Pararijos NEWS)

X-9 homenageia Belém e põe samba do Pará na briga


A escola de samba Rancho Não Posso Me Amofiná escolhe hoje à noite o samba que vai concorrer ao samba-enredo da escola X-9 Paulistana que, no Carnaval de 2016, vai homenagear Belém. O tema do enredo é “Açaí-Guardiã! Do amor de Iaçã ao esplendor de Belém do Pará”. Oito sambas estão inscritos e o escolhido disputará com quatro sambas selecionados em São Paulo, numa grande final marcada para o próximo dia 29, a partir das 19 horas, na quadra da X-9.
O presidente do Rancho, Jango Vidal, disse ontem que é um orgulho para a escola sediar a eliminatória. Ele lembrou que, em 2012, o Rancho organizou, em Belém, o festival para a escola de samba carioca Imperatriz Leopoldinense, que, em 2013, homenageou o Pará no Carnaval do Rio de Janeiro, com o enredo “Pará, o Muiraquitã do Brasil”. Jango atribuiu a escolha à credibilidade do Rancho, que, em janeiro do ano que vem, completará 82 anos, e à infraestrutura da escola do Jurunas, que possui camarote e palco.
O Rancho é tetracampeão do Carnaval em Belém, incluindo o título deste ano. O autor do samba vencedor, em Belém, ganhará R$ 5 mil e troféu. A programação começará às 19 horas, mas a apresentação dos sambas-enredo ocorrerá só a partir das 22h, explicou Jorge Pantoja, que, na organização do evento, representa a X-9. Os jurados serão o presidente da X-9, André dos Santos, seu vice-presidente, Ailton Martinelli, o “Branco”, e o diretor de Relações Públicas da X-9, Jair Roberto da Silva Júnior.
No dia 15 deste mês, o diretor-geral de Harmonia da escola paulistana, Eduardo Carvalho, esteve em Belém e recebeu os oito sambas-enredo selecionados. Ele disse que a X-9 irá contar a história da lenda do açaí, com a índia Iaçá (invertendo seu nome, tem-se o nome do fruto). “A história do açaí nunca foi contada por nenhuma escola de samba. Vamos falar sobre esse tema de forma inédita”, disse Eduardo, ontem à tarde, em entrevista, por telefone. “O fio-condutor do enredo é o açaí, que termina com a grande festa dos 400 anos de Belém”, acrescentou. O tema abordará, ainda, as manifestações culturais, artísticas e religiosas.
Eduardo disse o quanto é importante contar a história de Belém, que “tem um povo de fé, acolhedor e de uma história muito forte”. Ele afirmou que a escola já trabalhou com temas dessa natureza. Duas vezes campeã do Carnaval de São Paulo, em 1997 - com o enredo “Amazônia, a Dama do Universo”, e em 2000, com o tema “Quem é você, café?”, a escola tem três mil componentes. Tanto em 1997, quanto em 2000, a agremiação levou um fruto como fio-condutor. No primeiro campeonato, o guaraná foi usado para contar a história da Amazônia. Escolhido o samba-enredo, o CD será gravado em setembro e lançado em 2 de dezembro, Dia Nacional do Samba. Os custos do Carnaval ainda estão sendo calculados, explicou Eduardo Carvalho. A escola irá desfilar no dia 6 de fevereiro.
(Pararijos NEWS)

Cidades paraenses recebem R$ 20,7 milhões, aponta CNM

As prefeituras paraenses começaram a receber ontem (20) o montante de R$ 20.765.266,60 do Fundo de Participação de Municípios (FPM). O valor corresponde ao segundo decêndio do mês de agosto deste ano e chega a ser 0,72% superior ao valor pago no mesmo período do ano passado. Em agosto de 2014, o segundo decêndio do FPM pago aos municípios do Pará, em valores brutos, foi de R$ 20.615.076,34 - uma diferença de R$ 150.190,26 entre os dois prazos. Os cálculos são da área de Estudos Técnicos da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e levam em conta a inflação do período.
Em todo o Brasil, a destinação total às prefeituras foi de R$ 463.881.631,70, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, incluindo a retenção do Fundeb, o montante é de R$ 579.852.039,63. Na comparação com o segundo decêndio de agosto do ano passado, a CNM destaca que houve uma queda de 1,1% em termos reais, ou seja, considerando a inflação. Naquela época, foram depositados R$ 586.230.412,06 nas contas das prefeituras.
 Foto: David Alves Foto: David Alves
Os decêndios de agosto somaram nos municípios paraenses R$ 141.752.371,16 frente aos R$ 176.043.237,96 acumulados no mesmo período do ano anterior. Isto, em termos reais, representa uma retração de 1,95% para agosto do presente ano. No País, o recuo é de 20,94%: de R$ 5,006 bilhões caiu para R$ 3,958 bilhões. Somado esse novo repasse, o Fundo acumulado deste ano apresenta uma redução no Pará de 1,03%, totalizando R$ 1.757.342.157,81. No mesmo período do ano anterior o acumulado ficou em R$ 1.775.606.542,25 - diferença de R$ 18.264.384,44.
Em âmbito nacional, a entidade municipalista calculou R$ 53,910 bilhões no ano. O valor corresponde a uma queda de 2,70%, em termos reais, dos primeiros sete meses e dez dias de 2014: R$ 55,405 bilhões. O comunicado da CNM lembra os gestores municipais que a nota deste decêndio não inclui os repasses extras de janeiro de 2014 e 2015 nem o repasse extra de maio de 2015. Eles ocorrem separadamente porque a Receita Federal tem um programa que parcela as dívidas de vários impostos.
Dentre os valores destinados ao Estado, os municípios com as maiores populações - com coeficiente do FPM igual a 4,0 -, receberão as maiores parcelas. É o caso de Ananindeua, Castanhal, Marabá, Parauapebas e Santarém que receberão, cada um, a parcela nesse segundo decêndio de agosto de R$ 491.068,72, o que representa R$ 8.820,75 a mais que em 2014. Belém, como todas as demais capitais brasileiras, não aparece nesse levantamento da CNM.
Conforme a CNM, nesta nota do FPM, não foram inclusos os repasses extras de janeiro de 2014 e 2015 e nem o repasse extra de maio de 2015. A entidade explica que esse último repasse ocorre separadamente porque a Receita Federal possui um programa que parcela as dívidas de vários impostos. Permanece o alerta da CNM para que os gestores tenham cautela e prudência na execução de suas despesas. A perspectiva é de queda considerável no repasse agregado de agosto. Os repasses deste mês, já incluindo o terceiro decêndio, devem alcançar R$ 5,53 bilhões. Em agosto do ano passado esse montante foi de R$ 6,02 bilhões.
(Pararijos NEWS)

Miss Pará Intercontinental 2016 elege Emanuelle Costa


Emanuelle Costa. Foto: Lucas Queiroz.Emanuelle Costa. Foto: Lucas Queiroz.
Acreditando que a política seria um dos caminhos para tornar os estudantes mais críticos em relação a situação do país, a estudante Emanuelle Costa, de 22 anos, e 1,76 metro de altura, venceu o concurso Miss Pará Intercontinental 2016 na madrugada deste sábado (22) no Hotel Gold Mar, em Belém.
A jovem já se prepara para disputar o Miss Intercontinental Brasil 2016, que será realizado no final do ano em São Paulo. A segunda colocada no concurso foi a Miss Asbep, Maria Rita Kapazi, e o terceiro lugar ficou com Júlia Magalhães, representante da AABB.
'Estou muito feliz é uma sensação maravilhosa representar a beleza da mulher paraense. Agora vou me dedicar à minha preparação escolhendo um bom projeto social que já desenvolvo como estudante de medicina da Universidade Federal do Pará. Além disso, vou malhar bastante, cuidar da pele e dos cabelos. Mas meu foco mesmo será o lado social', comemorou a nova miss emocionada ao receber a faixa e a coroa das mãos da Miss Pará Intercontinental 2015, Andréa Fernandes. Na capital paulista ela deve defender um trabalho social paraense, pois o concurso também preza pela responsabilidade social. Emanuelle, além de ter todas as despesas pagas para disputar o Miss Intercontinental Brasil 2016, em São Paulo, também ganhou semijoias, uma biojoia exlusiva, passagem aérea para passar o carnaval do ano que vem no Rio de Janeiro e roupas oferecidas por patrocinadores, entre outros prêmios.
Coordenador do concurso, o promoter Ernesto Dias avaliou o evento com sucesso. 'Com certeza todas as nossas misses e os familiares delas ficaram satisfeitos com a festa. Fizemos um evento sério e comprometido com a beleza da mulher paraense. Ano que vem esperamos que o concurso cresca ainda mais', destacou. Além da Miss Pará Intercontinental, o concurso também escolheu a Miss Elegância, que ficou com Miss Belém Pollyanna Belarmino. Já a Miss Simpatia foi a Miss Mosqueiro Núria Juelma. A Miss Asbep Maria Rita Kapazi, a segunda colocada do concurso, também conquistou o título de Miss Beleza Plástica e foi eleita a Musa Pará 2015.
O concurso começou com a apresentação das candidatas ao som do carimbó em uma coreografia preparada pela professora Clara Pinto. Depois elas desfilaram de maiô para tirar as semifinalistas e as finalistas desfilaram em traje de gala. As cinco misses com as maiores pontuações tiveram que reponder à perguntas sorteadas. Emanuelle conquistou os jurados ao responder o que poderia ser ensinado nas escolas brasileiras. Ela disse que a política seria um dos caminhos.
A noite também teve a participação do cantor Igor Marques e foi animada pelo Dj Márcio Cayres. O Miss Pará Intercontinental 2016 teve o patrocínio de Asbep Seguros, Star Tour, Bavieka, Lourdes Nassar Biquínis, Onodera, Rahma Joias, Escolas de Dança Clara Pinto, Orum, Noiva Bela, Swarovski, Herbalife, Regis Camisaria ,Istation, Amor aos Pedaços, Gold Mar Hotel, M. Officer, Socorro Porpino Acessórios. E mais: Planeta Pará, Bem Me Quer, Villa Toscana e Revista Fama.
(Pararijos NEWS)

Gorjeta poderá ser paga com cartão

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou, na terça-feira (19), proposta que obriga as operadoras de cartão de crédito ou débito a disponibilizar aos clientes de bares, restaurantes e hotéis fatura específica para gorjeta. O objetivo é permitir aos clientes dar gorjeta também pelo cartão de crédito. A medida está prevista no Projeto de Lei 6787/10, do deputado Glauber Braga (PSB-RJ), e recebeu parecer favorável do relator na CCJ, deputado Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS). 
A análise na comissão restringiu-se aos aspectos jurídicos, constitucionais e de técnica legislativa da matéria. Por tramitar em caráter conclusivo, o texto seguirá para análise do Senado, a menos que haja recurso para que seja votado também pelo Plenário da Câmara dos Deputados. 
Ao apresentar o projeto, o deputado Glauber Braga argumentou que a moeda eletrônica vem se impondo, com tendências mesmo de substituir o papel moeda. Em razão disso, seria justo, segundo ele, facilitar a vida do cliente ao permitir a ele dar gorjeta pelo cartão. Pela proposta, as operadoras terão seis meses após a publicação da lei para se adequar à nova norma.
(Diário do Pará/Pararijos NEWS)

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Denúncia contra Cunha e incertezas sobre Temer podem atrapalhar governo

Por Leonardo Goy e Eduardo Simões
BRASÍLIA/SÃO PAULO (Reuters) - A denúncia contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e as crescentes especulações sobre a permanência do vice-presidente Michel Temer à frente da articulação política podem atrapalhar o governo da presidente Dilma Rousseff.
Apesar de, em tese, a denúncia do Ministério Público Federal contra Cunha por corrupção e lavagem de dinheiro enfraquecer o presidente da Câmara, observadores da cena política lembram que não é do feitio do deputado amainar os ânimos após ser atingido e que, por isso, a tendência é ele manter a temperatura elevada ou subir ainda mais o tom.
"Acho que o apelido que ele carrega, de homem-bomba, é cada vez mais atual. À medida em que se enfraquece, que é o que está em curso, dentro da tática agressiva, ele pode tentar ativar mais algumas pautas-bomba e teremos de administrar isso", disse o vice-líder do PT na Câmara Henrique Fontana (RS).
Fontana é um dos parlamentares que, na quinta-feira, defenderam o afastamento de Cunha da presidência da Câmara, logo após ser formalizada a denúncia contra ele no Supremo Tribunal Federal (STF) por suposto envolvimento nas irregularidades investigadas pela operação Lava Jato.
Na mesma linha, uma fonte próxima à área de articulação política do governo disse, sob condição de anonimato, que a denúncia contra Cunha no STF pode tornar a situação do governo na Câmara mais "conturbada". Segundo essa fonte, Cunha "age com o fígado" e costuma "se defender atacando".
A percepção de que a denúncia contra Cunha não alivia a vida do governo também existe do outro lado do Congresso Nacional, no Senado.
"Claro que as denúncias contra o presidente da Câmara vão criar mais dificuldades (para o governo), não tenha dúvidas disso", disse à Reuters o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE).
Em nota divulgada após ser denunciado na quinta-feira, o presidente da Câmara voltou a acusar o governo de atuar em conjunto com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para torná-lo o primeiro político denunciado na Lava Jato, que apura uma esquema bilionário de corrupção em estatais. Ele também disse estranhar que nenhum membro do governo ou parlamentar petista tenha sido denunciado.
Nesta sexta, ao participar de evento da Força Sindical em São Paulo, Cunha negou, entretanto, que fará qualquer retaliação por conta da denúncia, mas adotou tom desafiador ao negar que renunciará ao comando da Câmara.
IMPEACHMENT
A principal retaliação que Cunha pode realizar contra o governo seria dar seguimento a um processo de impeachment contra a presidente. Para Ricardo Ribeiro, analista político da MCM Consultores Associados, no entanto, o parlamentar fluminense perdeu força para fazer esse movimento após ser denunciado por corrupção.
"Perde legitimidade um processo de impeachment contra Dilma com as digitais de Eduardo Cunha", avaliou o analista.
Para Ribeiro, no entanto, Cunha deve manter a agressividade contra o governo, mesmo correndo agora o risco de tornar-se réu em uma ação penal da Lava Jato. "A guerra que ele já tinha com o governo, ele vai manter. Ele está em campo aberto de batalha", disse.
TEMER CANSADO
Além das dificuldades que podem vir da Câmara, o governo terá ainda de administrar nas próximas semanas as sinalizações cada vez mais frequentes de que o vice-presidente da República, Michel Temer, quer deixar as funções de principal articulador político do governo.
Aliados e pessoas ligadas ao vice afirmam que uma eventual saída dele da articulação não deve acontecer "por enquanto" e que Temer não tomará medidas que provoquem o agravamento da crise. Reconhecem, entretanto, que o vice tem encontrado obstáculos para exercer suas funções e que tem "desabafado" sobre o assunto com pessoas próximas.
"Falei com o Michel (Temer) ontem (quinta) umas duas vezes, estive com ele antes de ontem (quarta). O que o Michel está dizendo é que ele terminou um papel importante que ele tinha a fazer que era a questão do ajuste fiscal", disse Eunício à Reuters.
"Ele enfrenta dificuldade no governo, coisas internas... o problema é que ajusta as coisas e depois as coisas não caminham, deve ter chateado", disse o líder, ressalvando que não recebeu "absolutamente nada" do vice no sentido de que ele deixará a articulação.
De acordo com a fonte próxima à articulação política do governo, entre as dificuldades enfrentadas por Temer estão a incompreensão que o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, tem do processo político, o que atravanca a liberação de emendas parlamentares a aliados, e a atuação do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, que tem, segundo essa fonte, represado a nomeação de cargos.
Uma fonte do PMDB na Câmara com conhecimento das queixas de Temer, que também preside o PMDB, disse que o vice-presidente de fato tem se dito "bastante cansado" com a tarefa e manifestou que gostaria de atuar numa articulação "mais macro".
Na mesma linha, um senador petista afirmou que Temer, por ser vice-presidente, "pode cuidar dos grandes temas e agir apenas em questões pontuais quando for preciso".
Uma eventual saída de Temer da articulação criaria "um estresse", segundo Ribeiro, da MCM, por sinalizar o afastamento do governo de uma parcela importante do partido. Geraria ainda, segundo ele, um aumento das especulações sobre a posição do vice em relação a um eventual afastamento de Dilma.
(Reportagem de Maria Carolina Marcello, com reportagem adicional de Luciana Otoni em Brasília).
(Pararijos NEWS)

Morena posa toda sensual

Dayene é solidária na luta para salvar vidas como socorristaDayene é solidária na luta para salvar vidas como socorrista
A bela morena Dayene Dias é a nova “Top Girl Visto Livre”. Modelo e concurseira assumida, a beldade, que é de Belford Roxo, no Rio de Janeiro, é dona de curvas perfeitas e de um perfil que se pauta pela solidariedade, pois além de atuar como modelo, carreira na qual ingressou há pouco tempo, a morenaça também dedica seu tempo a ajudar o próximo atuando como condutora socorrista nas estradas e salvando inúmeras vidas.
Como se sua rotina atribulada já não fosse suficiente, Dayene também consegue tempo para malhar e para cuidar de seu intelecto cursando o sexto período da faculdade de Direito.
Dayene exibiu suas curvas em um ensaio sensual bastante provocante e mostrou porquê vem sendo apontada como uma das revelações da beleza nacional.
(Pararijos NEWS)


Gang do Eletro emplaca música em “A Regra do Jogo”

Gang do Eletro emplaca música em “A Regra do Jogo” (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
Vai ter música paraense em “A Regra do Jogo”. A Gang do Eletro conseguiu emplacar a música “Só no charminho” na trilha da próxima novela das 21h, da Rede Globo.
A canção já aparece na chamada do personagem Vavá, de Marcelo Novaes. Veja:
Segundo o site da novela, o personagem é um bon vivant no auge dos seus 50 anos. O malandro é casado com Janete (Suzana Pires) e tem um relacionamento ainda com envolve com Mel, personagem de Fernanda Souza, uma jovem figurante de novelas que sonha com o sucesso e vive pressionando o playboy para assumí-la.
A novela de João Emanuel Carneiro estreia dia 31 de agosto.
(DOL/Pararijos NEWS)

Motorista perde controle e provoca acidente

Motorista perde controle e provoca acidente (Foto: Divulgação)
O semáforo do local foi atingido pelo veículo após o acidente. (Foto: Divulgação)
O motorista de um caminhão perdeu o controle do veículo e atropelou uma pessoa na tarde desta sexta-feira (21). O acidente ocorreu na rodovia Arthur Bernardes, bairro de Val-de-Cães, em Belém. 
Após perder o controle, o veículo invadiu o canteiro da rodovia e tombou na pista de sentido oposto. Por conta do acidente o trânsito ficou congestionado no local. 
Agentes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) foram acionados para orientar motoristas e pedestres no trecho. 
Elevado do Entroncamento
No elevado do Entroncamento, uma carreta parou no meio da pista por problemas mecânicos. A falha provocou um longo congestionamento no local. 
O trânsito ficou congestionado no elevado do Entroncamento na tarde desta sexta-feira (21). (Foto: divulgação)
Os motoristas que precisam passar pelo elevado precisam redobrar a atenção e ter paciência na direção.
(DOL/ Pararijos NEWS)

Imagem peregrina de Nazaré visita Parauapebas

Imagem peregrina de Nazaré visita Parauapebas (Foto: Reprodução/Pebinha de Açúcar)
(Foto: Reprodução/Pebinha de Açúcar)
A Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré desembarcou no município de Parauapebas, no sudeste paraense, nesta sexta-feira (21). Autoridades e devotos receberam a imagem. O momento foi marcado pela emoção e fé. 
De acordo com o padre Hudson Rodrigues, da Paróquia Cristo Rei, a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré é uma boa oportunidade para reflexão e oração. “Não se trata de um ato de idolatria, mas de lembrar daquela que gerou Jesus, o filho de Deus; o amamentou e esteve sempre ao seu lado pelo período que passou em forma de homem entre nós”, explica.
A imagem seguiu em romaria pela PA-275 e pelas ruas da cidade. Uma missa será celebrada na noite de hoje. 
(DOL, Pararijos NEWS com informações do Pebinha de Açúcar)

Pará inaugura o 1º conselho tutelar modelo do País

Canaã dos Carajás, município situado no sudeste paraense, ganhou na última terça o primeiro Conselho Tutelar Modelo do Brasil. O principal objetivo é estabelecer um espaço seguro, acessível, confortável e adequado ao atendimento de crianças, adolescentes e seus familiares, conforme o que preconiza o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A expectativa é de que o município se torne referência em proteção social infantojuvenil no país.
O equipamento, cuja denominação oficial é Conselho Tutelar Modelo - Meu Lugar na Cidade, é uma iniciativa que resulta da união de esforços entre a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, que concebeu o projeto arquitetônico do Conselho Tutelar Modelo, a Prefeitura de Canaã dos Carajás, que disponibilizou o terreno para a execução da obra e contrapartida em recurso, além da Vale e Fundação Vale, que apoiaram o projeto com a doação de recursos financeiros.
O conselho foi inaugurado pelo ministro-chefe da Secretaria de Direitos Humanos, Pepe Vargas, o prefeito municipal, Jeová Andrade, o diretor de Operações Ferros Serra Sul da Vale, Alexandre Campanha, e pela gerente da Fundação Vale, Andreia Rabetim, acompanhados pelos conselheiros tutelares e demais autoridades municipais. “Esse é o primeiro Conselho Tutelar do Brasil e a nossa proposta é que as prefeituras implantem esse modelo ou façam suas adaptações, de forma  que os conselhos possam ter um espaço adequado com privacidade, para atender a população e assim difundir ainda mais uma cultura de respeito às crianças e aos adolescentes”, declarou o ministro.  
A obra faz parte ainda do conjunto de investimentos sociais que a Vale realiza na região. Segundo o diretor de Operações Ferrosos Serra Sul da Vale, Alexandra Campanha, “o conselho representa mais uma contribuição da empresa ao desenvolvimento do município. A empresa cresce, e Canaã também avança”.
A Fundação Vale também irá contribuir  com o fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos (SGD) no mapeamento e construção dos fluxos de atendimento do Conselho Tutelar e dos casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.
(Pararijos NEWS)

Sérgio Dias sobre Val Barreto: 'Ele não vai jogar no Remo'

Val Barreto pode não ser regularizado para jogar a Série D. (Foto: Marcelo Seabra)Val Barreto pode não ser regularizado para jogar a Série D. (Foto: Marcelo Seabra)O atacante Val Barreto foi reintegrando hoje pela manhã ao elenco do Remo e foi bem recebido pelos jogadores e comissão técnica do clube. Mas parece que esse retorno do centroavante poderá ser apenas para fazer número entre os reservas durante os treinamentos.
Cumprindo a determinação judicial do Tribunal Regional do Trabalho, que pediu reintegração imediata de Val Barreto ao Leão Azul e cumprimento do contrato até o dia 30 de novembro, o diretor de futebol azulino, Sérgio Dias, foi categórico ao falar sobre Val Barreto: ‘Ele não vai jogar no Remo’.
De acordo com o diretor remista, Val Barreto não tem condições de vestir a camisa do Remo na Série D. ‘Não fique chateado comigo, mas ele não vai jogar no Remo. Ele estava seis meses parado e foi reintegrado por ordem judicial. Não tem condições de jogar’, disse Sérgio Dias ao ORM News.
Segundo Sérgio Dias, o clube terá que fazer um novo contrato com o atacante para respeitar a decisão judicial, mas não dará entrada na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para regularizar o atleta para jogos oficiais. ‘Vamos fazer um novo contrato com ele, respeitando o acordo salarial estipulado e negociado pelo jurídico do clube. Mas esse contrato não será enviado (à CBF), ele não tem condições de jogar’, concluiu o diretor.
Enquanto isso, o técnico Cacaio segue tendo as seguintes opções para o setor ofensivo: Rafael Paty, Aleílson, Léo Paraíba, Sílvio, Welthon e o garoto da base João Victor.
(Pararijos NEWS)

Servidores do Pará recebem a partir da próxima terça

Os funcionários públicos estaduais, da administração direta e indireta, começam a receber os salários de agosto a partir de terça-feira (25). Os primeiros beneficiados de acordo com o cronograma da Secretaria de Estado de Administração (Sead) são os inativos militares e pensionistas civis e militares.
Foto: Agência ParáFoto: Agência Pará
O cronograma encerra no dia 31, com os servidores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) da capital e do interior.
Confira o calendário de pagamento da folha de agosto:
Dia 25 (terça-feira) - Inativos militares e pensionistas militares.
Dia 26 (quarta-feira) - Inativos civis, pensionistas civis e pensionistas especiais da Sead.
Dia 27 (quinta-feira) - Auditoria Geral, Casa Civil, Casa Militar, Defensoria Pública, Gabinete da Vice-governadoria, Procuradoria Geral, Sedap, Sectet, Sead, Sefa, Seplan, Semas, Secult, Seel, Sedeme, SEJUDH, Sedop, Sespa, Seaster, Setran, Secom, Setur e NAC.
Dia 28 (sexta-feira) - Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar, Segup, Adepará, Arcon, Asipag, Codec, Ceasa, Cohab, CPC Renato Chaves, Detran, EGPA, Emater, FCG, FCP, Fasepa, Funtelpa, Fapespa, Hospital de Clínicas, Hospital Ophir Loyola, Hemopa, Imetropará, Iasep, Igeprev, Imprensa Oficial do Estado, Iterpa, Jucepa, Prodepa, Santa Casa, Susipe, Uepa, Ideflor-Bio, CPH, NGTM, Fundação Pro Paz.
Dia 31 (segunda-feira) – Seduc (capital e interior).
(Pararijos NEWS)

Empresas terão de explicar altos preços para Belém

Empresas terão de explicar altos preços para Belém (Foto: Reprodução )
(Foto: Reprodução )
Os presidentes das companhias aéreas TAM, GOL e Azul serão chamados a explicar na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) os altos preços cobrados por passagens aéreas até cidades da região Norte. A audiência pública com os dirigentes das empresas foi proposta pelo senador Jorge Viana (PT-AC).
Para ele, as pessoas que vivem na Amazônia, em especial os moradores do Acre, são submetidos a preços abusivos quando precisam comprar um bilhete aéreo. Para aquela população, disse o senador, esse tipo de transporte não é opção de locomoção, mas "a única possibilidade de integração com o país". Quem precisa sair ou chegar a Belém também sofre com os altos valores das passagens.
"A passagem mais barata e apenas de ida ao Acre custa entre R$ 1.500 e R$ 1700, em levantamento que fizemos. No mesmo período, constatamos que é mais barato uma ida e volta para Tóquio do que uma ida para o Estado do Acre. É mais barato uma ida a qualquer país da União Europeia do que uma volta de Rio Branco a Brasília. É inadmissível que a população brasileira tenha seu direito constitucional de ir e vir cerceado pelo preço abusivo das passagens aéreas", afirmou.
A audiência pública abordará a oferta de linhas aéreas para a região Norte e o mercado da aviação regional.  Além dos presidentes das companhias, Jorge Viana sugere a participação de Marcelo Pacheco dos Guaranys, presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ele acatou ainda sugestão de Flexa Ribeiro para convite ao ministro chefe da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha.
E você, também sofre com os altos preços cobrados pelas companhias aéreas?
(DOL, Pararijos News com informações do portal UOL)

Ex-namorado mata rival a tiros


Wendel Rafael Maciel dos Santos, de 23 anos, foi morto a tiros ontem à noite na Maracangalha, em Belém. O acusado do crime é o ex-namorado da mulher com quem Wendel estava namorado há poucos meses. O assassinato ocorreu no pátio da casa da moça, que não teve seu nome divulgado. Policiais militares fizeram diligências para localizar o criminoso, mas ele continuava foragido até o fechamento desta edição.
O crime ocorreu por volta das 21 horas na travessa Alferes Costa, esquina com a passagem Belém, próximo ao Barreiro. Segundo informações iniciais repassadas pela polícia, Wendel estava no pátio com a namorada quando o ex-namorado dela chegou ao local e efetuou vários disparos contra o rapaz, que morreu na hora.
De acordo com o tenente Batista, da 4ª Companhia (CIA) / 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM), o atirador chegou ao local no banco carona de um automóvel. “Testemunhas disseram que tinha outra pessoa no carro. O acusado desceu e atirou, com certeza a intenção era apenas matar o rapaz, porque se ele quisesse tinha atirado na ex-namorada também. Ela testemunhou todo o ocorrido”, disse o tenente.
Policiais chegaram ao local e foram informados pela jovem que o autor do homicídio era o ex-namorado dela. Guarnições foram até a área do conjunto Paraíso dos Pássaros (CDP) na tentativa de localizá-lo, mas ele não estava na casa dele nem na residência de parentes. Familiares contaram que Wendel namorava há pouco mais de dois meses com a jovem, e o ex-namorado dela nunca aceitou o término do relacionamento. As autoridades investigam para descobrir se o acusado chegou a fazer ameaças a Wendel. A suspeita é que ele estivesse próximo à casa dela aguardando a chegada do casal.
O acusado do crime já foi identificado. “Já sabemos quem ele é, as guarnições receberam fotos dele e esperamos conseguir prendê-lo. Pelo que fomos informados, ele já tinha envolvimento com a criminalidade. Por outro lado, este rapaz que foi morto era trabalhador, uma pessoa do bem”, afirmou. Wendel trabalhava em uma loja de material de construção.
acerto
Um homem foi morto com cinco tiros ontem à noite na Cremação, em Belém. Danilo Fernandes da Conceição Pinheiro, de 30 anos, jogava baralho com algumas pessoas na frente de sua residência quando o atirador chegou ao local em um carro prata. Testemunhas contaram que o assassino estava encapuzado e fugiu logo após o crime. Ele ainda não tinha sido identificado ou preso até o final da noite.
O homicídio ocorreu por volta das 19h30 na travessa 14 de Março, entre a rua dos Timbiras e Fernando Guilhon. De acordo com a polícia, o veículo de cor prata foi visto às proximidades desde o final da tarde. Pelo menos três pessoas estavam dentro do carro e um homem desceu encapuzado. Ele se aproximou da mesa onde algumas pessoas jogavam baralho e abriu fogo contra Danilo. Ninguém mais ficou ferido e o homem fugiu após retornar ao veículo. Moradores da área contaram que o carro saiu em alta velocidade e não foi possível anotar a placa.
Segundo o cabo J. Sales, da 1ª Companhia (CIA) / 20º Batalhão da Polícia Militar (BPM), a vítima já teve envolvimento com a criminalidade. “Familiares contaram que ele respondeu a um processo por roubo e chegou a cumprir pena, mas estava em liberdade há cerca de oito meses”, afirmou. Parentes da vítima disseram à polícia que não sabem o que pode ter motivado a morte de Danilo.
(Pararijos NEWS)

Operários devem entrar em greve na segunda-feira

Operários devem entrar em greve na segunda-feira (Foto: Agência Brasil/Arquivo)
(Foto: Agência Brasil/Arquivo)
Na próxima segunda-feira (24), trabalhadores da construção civil de Belém farão uma assembleia que pode definir o início da greve da categoria.
Segundo o Sindicato Trabalhadores da Construção Civil Belém, os empresários seguem com a proposta de 9,81% de reajuste salarial, dividido em três vezes, e aumento de R$ 3,80 na cesta básica.
A assembleia será realizada pela manhã, no sindicato da categoria, localizado na 9 de janeiro entre José Malcher e Magalhães Barata. O trânsito no local deve ficar interditado.
Em março, os operários já haviam paralisado algumas obras na Região Metropolitana. Na época, a principal queixa da categoria era as mudanças no auxílio  desemprego, entre elas, o aumento do tempo necessário para o empregado receber o benefício, e a redução na pensão alimentícia aos familiares em caso de morte no acidente de trabalho.
(Pararijos NEWS)

Miss Pará Intercontinetal será escolhida hoje


A nova Miss Pará Intercontinental 2016 será conhecida hoje, a partir das 21h30, no salão refrigerado do Hotel Gold Mar, em Belém. Neste ano, 26 moças representam clubes, praias e municípios do Estado. As candidatas vão desfilar de maiô e traje de gala para os jurados. Além da Miss Pará Intercontinental, também serão premiadas a Miss Fotogenia, Miss Simpatia, Miss Beleza Plástica e Miss Elegância. A Miss Intercontinental Brasil 2015, Lily Amaral,, estará presente. “Vai ser uma noite de muito glamour e elegância, já que o casting de candidatas está muito forte. Todas estão lindas e preparadas para representar o Pará em um concurso nacional. Este ano o concurso cresceu bastante e ganhou mais visibilidade, porque é um dos três maiores concursos de beleza do mundo”, destaca o promoter Ernesto Dias, coordenador. A nova Miss Pará Intercontinental deve abraçar um projeto social para defender no concurso nacional.
As candidatas serão avaliadas por um júri técnico especializado, nos quesitos desenvoltura, beleza, oratória e passarela. Domingo passado, 16, um júri técnico escolheu as semifinalistas. Ontem, as concorrentes fizeram o último ensaio geral, no Hotel Gold Mar, sob a supervisão da professora de dança Clara Pinto, que preparou uma coreografia para a abertura da finalíssima de hoje.
A vencedora terá todas as despesas pagas para disputar o Miss Intercontinental Brasil 2016, em São Paulo, e ganhará semijoias, passagem aérea para o Rio de Janeiro e roupas oferecidas por patrocinadores, entre outros prêmios. “Vamos oferecer à vencedora uma biojoia com design exclusivo inspirado na vitória-régia, planta típica da Amazônia. Ela tem 925 pingentes e leva a pedra ametista”, explica a designer de joias Paloma Vale, que oferecerá o prêmio com patrocínio da Rahma Gemas e Jóias.
O Miss Pará Intercontinental tem o patrocínio de Asbep Seguros, Star Tour, Bavieka, Lourdes Nassar, Onodera, Rahma Jóias, Clara Pinto, Orum, Noiva Bela, Auto Escola Sena, Swarovski, Ousaday, Herbalife, Istation, Amor aos Pedaços, Gold Mar Hotel, M. Officer e Socorro Porpino; e o apoio de Planeta Pará, Bem Me Quer, Villa Toscana e Revista Fama. O ingresso individual para hoje custa R$ 20, e a mesa para quatro pessoas, R$ 100, que podem ser adquiridos na hora do evento. Os organizadores disponibilizam informações pelo telefone (91) 98162-3146.
(Pararijos NEWS)

Divulgado calendário do Círio Musical 2015

Divulgado calendário do Círio Musical 2015 (Foto: Divulgação)
Banda Rosa de Saron é atração confirmada no Círio Musical deste ano. (Foto: Divulgação)
Por meio das mídias sociais, a Diretoria da Festa de Nazaré divulgou nesta sexta-feira (21), o calendário de shows do Círio Musical 2015. O evento acontece na concha acústica da Praça Santuário durante a quinzena do Círio de Nazaré.
Entre as atrações estão confirmadas o padre Antônio Maria e as bandas católicas Anjos de Resgate e Rosa de Saron.
A edição deste ano terá como novidade a cantora Aline Brasil e uma peça teatral na noite de encerramento do Círio deste ano.
No dia 11 de outubro, data da grande procissão do Círio, o padre Antônio Maria abre o Círio Musical.
 
(Foto: Reprodução/Facebook)
(Diego Beckman/DOL/Pararijos NEWS)

Fãs de cantora contestam data de show

Fãs de cantora contestam data de show (Foto: Divulgação/Instagram)
A mãe de Ariana Grande acalmou os fãs sobre o show da cantora marcado para ocorrer no mesmo dia do Enem. (Foto: Divulgação/Instagram)
A cantora pop Ariana Grande, anunciou nesta semana, o show que fará em outubro no Brasil. A notícia animou e desesperou os fãs ao mesmo tempo, pois na mesma data - dia 25 de outubro - acontece a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todo o país.
Após a confirmação da data do show, os fãs de Ariana foram para o Twitter demonstrar sua indignação, e a comoção acabou chegando até a mãe da cantora, Joan Grande.
Ativa na rede social, ela acalmou os fãs respondendo a um dos apelos. Uma das mensagens direcionadas a ela, postada por @httpagbx, incentivava as pessoas a usarem a hashtag #ArianaChangeTheDate e ressaltava a importância da mensagem chegar até a estrela. “Temos o mais importante exame do País neste dia, 90% dos adolescentes vão fazer!”, escreveu o internauta, em inglês.
A mãe de Ariana respondeu: “Já avisei todo mundo e eles estão trabalhando nisso...obrigada por me avisar.”
Já foi criada até uma petição online, no site Avaaz.org, para fazer com que a produtora do evento, a Time For Fun, mude a data do show.
(DOL/Pararijos NEWS com informações do Portal Terra)

Agiota executado a tiros na Marambaia



Juan Manuel Martinez Henao, 31 anos, foi morto ontem à tarde no canal Água Cristal e a suspeita é de que ele foi vítima de latrocínio. O homem, de nacionalidade colombiana, era agiota e teve o dinheiro e uma motocicleta roubados. A vítima estava na Marambaia para cobrar dívidas, quando foi assassinado. A Divisão de Homicídios está à frente das investigações sobre o crime, mas até a noite de ontem, não havia pistas sobre a identidade dos autores do crime, que para o polícia acompanharam cada passo da vítima até anunciar o assalto.
O crime ocorreu por volta das 17h30, próximo à passagem Santa Lúcia. A vítima estava em uma motocicleta e teria passado por diferentes locais efetuando cobranças. O colombiano trabalhava como agiota e já teria sido visto em outras ocasiões no bairro, sempre efetuando cobranças do dinheiro emprestado a juros. Segundo testemunhas do crime, a vítima estacionou em frente a uma padaria, quando dois assaltantes o rendeu e anunciou o assalto. O homem reagiu e não quis entregar uma bolsa, que guardava o dinheiro arrecadado com as cobranças.
Juan foi baleado quando lutava com os assaltantes. Um dos bandidos efetuou um único disparo contra o peito da vítima. Ele correu e pediu ajuda, mas caiu morto cerca de 50 metros do local onde foi ferido. Poucos minutos após o crime, uma equipe da Divisão de Homicídios foi acionada e chegou ao local para apurar as primeiras informações sobre o crime. Com base no relato dos moradores do bairro, a polícia investiga a possibilidade de Juan ter sido vítima de latrocínio, o roubo que tem como consequência a morte.
Da vítima, os dois assaltantes levaram a bolsa - o valor exato do dinheiro roubado é desconhecido - e a motocicleta usada por Juan. Segundo o delegado Lenoir Cunha, que comanda as investigações sobre o caso, os suspeitos estavam acompanhando cada passo da vítima, à espera do melhor momento para anunciar o assalto. “A PM foi a primeira a chegar no local. O que sabemos até o momento é que ele era agiota e não residia aqui onde foi morto, e sim estava realizando a arrecadação dos empréstimos que ele fez. Tudo indica que os assaltantes, que estavam numa bicicleta, estavam na espreita. Mas ele travou uma luta corporal e depois de ser atingido com um tiro, correu para pedir socorro, mas tombou pouco metros mais a frente”, afirma o delegado. Não há pistas sobre os autores do crime. Diante disso, o delegado reforça a importância da participação da população. “É fundamental que quem tenha testemunhado o crime, que ocorreu à luz do dia, ajude a polícia por meio do disque-denúncia (181)”, apela o policial.
(Pararijos NEWS)

Eletrobras tem interesse em hidrelétrica


Eletrobras tem interesse em hidrelétrica (Foto: Ney Marcondes)
Potencial hidrelétrico do rio Tapajós, no Pará, será utilizado por usina (Foto: Ney Marcondes)
A usina hidrelétrica São Luiz do Tapajós está na lista de prioridades da Eletrobras. O diretor financeiro da estatal Armando Casado informou que a empresa está se preparando para entrar no leilão de concessão da usina, previsto para ser realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no final deste ano, mas ainda sem data exata. 
A usina tem custo estimado em cerca de R$ 25 bilhões pelo Ministério de Minas e Energia. A estatal mineira Cemig também anunciou que tem interesse em participar da licitação da usina.
Maior empreendimento do setor previsto para os próximos anos, a usina de São Luiz do Tapajós deve ser construída próximo ao município de Trairão. O projeto do Governo Federal prevê a construção de duas usinas hidrelétricas no rio Tapajós, no Pará. Juntas, devem gerar cerca de 8,5 mil megawatts (MW) de energia elétrica.
São Luiz do Tapajós (6.133 MW) e Jatobá (2.338 MW) fazem parte de um planejamento energético mais amplo, que prevê o uso intensivo do potencial hidrelétrico ainda não utilizado na Amazônia.
Armando Casado informou que a Eletrobras está se preparando para entrar no leilão. O executivo disse acreditar que, aos poucos, estão sendo colocadas condições para aumentar a atratividade dos investimentos no setor elétrico, como a agilização das licenças ambientais, a revisão de taxas de retorno e a solução para o déficit hidrelétrico.
LIMITE
Segundo ele, o limite de 50% de participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) nas novas hidrelétricas, incluindo Tapajós, não deverá inviabilizar o empreendimento.
Com relação à Cemig, coube ao presidente da empresa Mauro Borges Lemos, anunciar o interesse em ampliar os negócios na região amazônica. “A Cemig está presente em grandes projetos da região, como as usinas Belo Monte e Santo Antônio. Tapajós poderia ser a próxima etapa para a empresa ampliar seus ativos naquela região”, disse, em nota à imprensa.
O executivo elogiou o lançamento do Plano de Investimentos em Energia Elétrica do Governo Federal, que prevê a contratação, entre 2015 e 2018, de projetos que representarão aportes de R$ 186 bilhões. “O programa é fundamental. São investimentos completamente gigantescos e a Cemig vai estar muito atenta, pois é de nosso interesse se houver algum detalhamento nas condições em que esses investimentos serão oferecidos”, afirmou.
ADIAMENTO
No início de junho deste ano, executivos da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, chegaram a anunciar o adiamento do projeto Tapajós.
O anúncio do adiamento foi comemorado pelos índios da etnia Munduruku que, juntamente com ativistas do Greenpeace, protestam contra a construção de um megaprojeto na região - o Complexo Hidrelétrico do Tapajós- que, segundo a organização não governamental, poderá ter ao todo, cinco hidrelétricas na região que fica a noroeste do Pará e consiste em uma das mais belas paisagens da Amazônia.
A usina São Luiz do Tapajós chegou a ter seu leilão anunciado para o dia 15 de dezembro do ano passado, mas o Ministério de Minas e Energia teve que voltar atrás e adiar o leilão após pressão do povo Munduruku, que não teria sido devidamente consultado sobre a obra.
(Diário do Pará/Pararijos NEWS)

Servente é condenado a 18 anos por assassinato

Servente é condenado a 18 anos por assassinato (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
O servente Carlos Augusto Nascimento de Souza, 28 anos, acusado de ser autor de homicídio praticado contra o comerciário Alexandre Xavier da Silva, 25 anos, foi condenado nesta quinta-feira (20), conforme decisão dos jurados do 2º Tribunal do Júri de Belém, sob a presidência do juiz Raimundo Moisés Alves Flexa.
A pena de 18 anos de prisão será cumprida em regime inicial fechado, numa das penitenciárias da Região Metropolitana de Belém. O réu que já estava cumprindo sentença condenatória por outro homicídio permanecerá na casa penal onde se encontra.
Atuou no júri o promotor Edson Souza, que sustentou a acusação de ter sido o réu autor do homicídio. A defesa do réu foi promovida pelo defensor público Rafael Sages. Entre os depoentes ouvidos pelos jurados, uma delas, o irmão da vítima que confirmou ser o réu  autor do homicídio ocorrido na madrugada do dia 07/10/2007, na rua Santo André, passagem Piauí, bairro do Una.
Conforme a acusação a vítima estava bebendo com o padrasto e alguns amigos no Clube Kalamazoo quando conheceu uma jovem de nome Rejane, que seria irmã do réu, com quem teria saído do clube. Em seguida, às proximidades do clube a vítima fora atingida com disparos de arma de fogo.
Outra testemunha ouvida informou que a vítima teria saído da festa com a mulher e que após ouvir tiros, e às proximidades do Clube, teria avistado o réu de arma em punho. Em interrogatório prestado o réu alegou que a vítima estaria bebendo as cervejas que estavam na mesa dele com a irmã gerando a desavença dentro da festa tendo réu e vítima sido retirados do local.   
(DOL, Pararijos NEWS com informações do TJPA)

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Agente de trânsito é agredido em blitz

Agente de trânsito é agredido em blitz (Foto: Divulgação)
O agente foi agredido por um motociclista na manhã desta quinta-feira (20). (Foto: Divulgação)
Alberto Jansen Ferreira, agente do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran), foi agredido na manhã desta quinta-feira (20) após interceptar um motociclista em uma blitz na Pedro Miranda, próximo à avenida Doutor Freitas, bairro da Pedreira, em Belém.
De acordo com o agente, o condutor da moto identificado como Guilherme Félix, foi parado na barreira montada pois o veículo estava com a placa coberta. Guilherme, que é lutador de MMA, passou a agredir o funcionário após ele ter dito que a moto seria recolhida pelo Detran.
Guilherme alegou que cobriu a placa, pois, a carona que ele conduzia estava sem o capacete. O caso foi encaminhado para a delegacia da Pedreira, onde o agente registrou um Boletim de Ocorrência (BO). 
(DOL, Pararijos NEWS com informações da repórter Cássia Medeiros/RBATV)

Jovem é preso com 2 kg de droga durante operação

 (Foto: Divulgação/ Polícia  Civil de Óbidos) (Foto: Divulgação/ Polícia Civil de Óbidos)
Um jovem, de 20 anos, foi preso por volta das 11h30 desta quarta-feira (19), com dois quilos de droga, durante a operação “Ratos de Porão”, realizada pela Polícia Civil, em parceria com as Polícias Militar e Federal, no município de Óbidos, oeste do Pará.
De acordo com o delegado de Polícia Civil, Thiago Mendes, a droga estava na mochila do jovem que é natural de Itacoatiara, no Amazonas.  “Já tínhamos informações sobre ele e estávamos monitorando. Ele estava em uma embarcação que saiu de Itacoatiara, com destino a Óbidos. Durante a abordagem, que foi realizada antes de chegar ao porto, foram encontrados quatro invólucros de pasta base de cocaína que totalizou 1,256 quilos e oito invólucros de maconha tipo hidropônica que pesaram 0,878 gramas”, informou.
O suspeito foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e ficará preso na Delegacia de Polícia Civil de Óbidos à disposição da Justiça.
(Pararijos NEWS)

Deputado é preso por não pagar pensão

Está preso em uma cela improvisada, dentro da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins, o deputado estadual, Mauro Carlesse (PTB), acusado de não pagamento de pensão alimentícia a ex-mulher.
O local escolhido para a detenção do delegado tem ítens como geladeira, TV, ar-condicionado e banheiro.
Deputado não concordou com o valor exigido pela esposa e acabou sendo preso em cela dentro da Assembleia Legislativa de Tocantins (Foto: Assembleia Legislativa/Tocantins)
Segundo a Justiça, Carlesse foi preso por discordar do valor da pensão pedido pela ex-esposa de quem está separado há seis anos.
O curioso é que o parlamentar é integrante Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia tocantinense.
Mesmo preso, Mauro Carlesse conseguiu autorização da Justiça para participar das sessões legislativas, votando e discutindo projetos para o Estado.
Segundo a defesa de Carlesse, 30% do salário do deputado, de R$ 25 mil, era destinado à ex-mulher.
Mas, além do salário, o deputado declarou à Justiça Eleitoral ser dono de uma fazenda avaliada em R$ 34 milhões e de uma gravadora.
(DOL, Pararijos NEWS com informações da Folhapress)

Fim do casamento de Joelma e Chimbinha


A Great Assessoria, responsável pela assessoria de imprensa da Banda Calypso, informou ontem, em nota, que chegou ao fim o casamento da cantora Joelma e do músico Chimbinha.
A união de 18 anos deu fruto a dois filhos, projetos e parcerias, tanto na vida pessoal quanto profissional, como a Banda Calypso, maior banda independente do país e que conta com mais de 15 milhões de discos vendidos.
De acordo com Ágatha Santos, da Great Assessoria, “o respeito, gratidão, amizade, admiração e parceria entre Joelma e Chimbinha permanecem”. “Informamos também que os compromissos profissionais da Banda Calypso seguem normalmente com agenda por todo o Brasil.”
Os rumores do fim do casamento de Joelma e Chimbinha já vinham de algum tempo e, no final do mês de julho, a separação foi noticiada pela colunista Fabíola Reipert. Segundo ela, Joelma já estaria confirmando o divórcio a pessoas próximas, mas de forma discreta. Ainda de acordo com a colunista, Joelma e Chimbinha estariam negando o fim do casamento por causa dos compromissos assumidos com a Banda Calypso, como a divulgação do DVD comemorativo pelos 15 anos do grupo. Além disso, eles estão finalizando um CD com repertório em espanhol.
No último dia 5 de agosto, a cantora Joelma realizou uma tarde de autógrafos em Belém, quando lançou o álbum comemorativo aos 15 anos de carreira. Na ocasião, a assessoria da banda disse: “A tarde de autógrafos será com Joelma, pois Chimbinha está finalizando a edição do próximo álbum da banda em espanhol que sai à venda em breve, aqui no Brasil e no mercado latino.”
(Pararijos NEWS)

Antecipação do 13° salário beneficia 600 mil no PA

No Pará, 600 mil aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) serão beneficiados com antecipação do pagamento da primeira parcela do 13° salário. Nos anos anteriores, o benefício foi concedido no fim de agosto e início de setembro. Este ano, porém, a presidente Dilma Rousseff ainda analisará como será efetuado este pagamento. Uma das possibilidades é incluir na folha de setembro, para chegar ao aposentado em outubro.
No início da semana passada, o Ministério da Previdência Social e a Secretaria de Comunicação da Presidência da República disseram que não haveria antecipação, sob o argumento da falta de recursos para pagar os 32 milhões de aposentados e pensionistas no Brasil.

REUNIÃO
Ontem, a presidente e sua equipe econômica discutiram as datas e procedimentos do adiantamento, mas sem definição. A aposentada Maria Madalena Oliveira, 82, será uma das beneficiadas com a antecipação. Ela se aposentou em 1993 e desde 2006 passou a receber antecipadamente a primeira parcela do 13°.
Ela explica que todos os anos o dinheiro é reservado para ajudar a família e um abrigo de idosos. “Todos nós já estamos acostumados a receber. A gente já fica pensando em comprar alguma coisa, não só para nós mesmos, mas para a família e alguma entidade”, ressalta.
Se o dinheiro não saísse, Maria conta que as comemorações para o Círio deste ano também ficariam comprometidas: “Faria falta especialmente porque se sair agora já nos prepararemos também para o Círio de Nazaré, que está perto”.
Segundo o presidente da Federação dos Aposentados e Pensionistas, Emidio Rebelo, os beneficiários estão na expectativa de receber o dinheiro, pois usarão para quitar dívidas e cobrir despesas de última hora. “As pessoas estão contando com esse adiantamento para cobrir as despesas que já fizeram. Uma grande maioria, com certeza, fez uma prévia do que vai gastar.” 
Há 9 anos o Governo Federal antecipa o benefício. Emídio afirma que, mesmo em tempo de crise econômica no país, é possível fazer os pagamentos. “A cota do seguro social tem saldo suficiente para fazer esses pagamentos. Só em 2014, houve um salto superavitário de R$ 54 bilhões”, afirma.
(Renata Paes/Diário do Pará/Pararijos NEWS)

Banco da Amazônia lança editais públicos

O Banco da Amazônia (Basa) abriu inscrições para três editais públicos de patrocínio de projetos nas áreas cultural, social, esportiva, ambiental e de artes visuais para o ano de 2016. O banco destinará o total R$ 2,6 milhões de recursos aos projetos selecionados nos três editais lançados: o Edital de Seleção Pública de Patrocínio - Edição 2016, o Edital de Chamada Pública Nº 01/2016 - Lei Rouanet e o Edital de Pautas do Espaço Cultural. No último edital, os proponentes concorrerão ao “Prêmio Banco da Amazônia de Artes Visuais 2016”.
As inscrições podem ser feitas por pessoas física ou jurídicas e seguem até o dia 15 de setembro deste ano. As regras de todos os editais podem ser encontradas no site www.bancoamazonia.com.br. As propostas devem ser entregues pessoalmente nas agências do Basa ou enviadas pelos Correios para a sede do órgão.
De acordo com o diretor de Análise e Restruturação (Direi), Marco Aurélio Queiroz, o banco tem orgulho de incentivar o desenvolvimento de ações que visem a Amazônia como os editais. “O patrocínio é um instrumento de extrema relevância. Os editais de atuação servem para dar mais democracia e transparência possível. Qualquer cidadão ou empresa pode apresentar propostas”, explicou. Já o secretário executivo de estratégia, Valdecir Tose, destacou que ao invés de reduzir os recursos destinados aos editais devido a crise na economia, o banco ampliou a oferta. “O volume de recursos destinados a ações de cultura, sociais, e de esporte serão de R$ 2,6 milhões investidos só na Amazônia. Queremos que esses recursos cheguem aos artistas nas cidades e nos rincões da Amazônia”, afirmou.
400 ANOS
O Edital de Patrocínio 2016 tem disponível R$ 1,92 milhão para investir em projetos para realização de feiras e exposições e também as temáticas ambiental, social, cultural e esportiva. Cada proponente pode requerer até R$ 35 mil por proposta apresentada. No Edital de Chamada Pública nº 01/2016 - Lei Rouanet, voltado à seleção de projetos culturais incentivados pela lei federal, serão contemplados projetos de artes cênicas, cinema e música. O edital para a Lei Rouanet contará com o investimento de R$ 600 mil, valor que pode ser ajustado a critério da instituição. Os proponentes poderão solicitar até R$ 100 mil. Já o Edital de Pautas do Espaço Cultural, cujos projetos concorrem ao “Prêmio Banco da Amazônia de Artes Visuais 2016”, destinará R$ 100 mil, sendo R$ 25 mil, para cada projeto  selecionado para participar da exposição no Espaço Cultural do Banco da Amazônia, localizado na sede da instituição, em Belém do Pará, no período de março de 2016 a janeiro de 2017.
Segundo o gerente de Imagem e Comunicação, Luiz Lourenço, todos os projetos inscritos serão analisados criteriosamente por profissionais do Basa, por convidados e profissionais do Ministério da Cultura (Minc). Neste ano a novidade será a possibilidade de abordar os 400 anos de Belém de alguma forma nos projetos. A inclusão da temática dos 400 anos de Belém, projetos sem fins lucrativos, divulgação dos patrocinador, destinação de ingressos para gratuidade e para o Vale Cultura contarão pontos nos projetos. Os modelos para os projetos estão disponíveis no site do banco. A aprovação de recursos concedidos pelo Banco da Amazônia não impossibilita o projeto de obter outras formas de financiamento.
(Pararijos NEWS)

Microempresas do Pará receberão mais recursos

Microempresas do Pará receberão mais recursos (Foto: Alberto Bitar)
A estimativa do secretário Giovani Queiroz é de que recursos para pequenos negócios dobrem (Foto: Alberto Bitar)
O Ministério do Trabalho e Emprego quer aumentar a participação do Pará no Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO). Criado em 2005, o plano atende a empreendedores individuais que podem obter empréstimos de até R$ 15 mil para pagamento em 24 meses. 
Os recursos saem do sistema financeiro (os bancos são obrigados a destinar 2% dos depósitos) e do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). No ano passado, o programa movimentou cerca e R$ 12 bilhões, mas o Pará ficou com apenas R$ 116 milhões. “Precisamos chegar a pelo menos R$ 300 milhões ainda neste ano”, diz o secretário de Política Pública de Emprego (SPPE) do ministério, Giovani Queiroz.
Os dados do governo mostram que os estados do Nordeste têm concentrado 50% do PNMPO, graças a ação do Banco do Nordeste. No Pará, os bancos oficiais têm feito poucos investimentos por meio do microcrédito. Para aumentar a demanda por empréstimos e facilitar o acesso aos recursos, foi realizado em Belém um seminário com líderes comunitários, secretários municipais responsáveis pela política de emprego e renda e representantes de bancos. “Estamos aqui para mudar essa realidade. Queremos que mais empreendedores tenham acesso ao dinheiro”, diz Queiroz. 
Ele explica que os recurso podem ser usados para montagem de pequenos negócios como salão de beleza, carrinhos de lanche, oficinas para conserto de motores de barco, entre outros. “Em momentos de crise, as pessoas correm para o mercado informal e esse tipo de financiamento se torna ainda mais fundamental”, afirma o coordenador do Departamento de Estatística e Estudos Sócioeconômicos (Dieese/Pará), Roberto Sena.
Durante o seminário, a equipe do ministério apresentou também o programa Jovem Aprendiz, que prevê a contratação de 5% de jovens de 14 a 24 que estejam cursando ou tenham concluído o ensino médio. Eles trabalham quatro horas por dia e têm mais duas destinadas à formação. O programa já atendeu a cerca de cinco milhões e jovens. Desses, 80% conseguem emprego logo após saírem do programa.
(Diário do Pará/Pararijos NEWS)

Famílias do Pará atendem exigências

Thiago Vilarins
Da Sucursal
Mais de 98% das crianças e gestantes beneficiárias do Bolsa Família no Pará, que foram acompanhadas durante o primeiro semestre deste ano, cumpriram as condicionalidades de saúde do programa. O percentual representa 434.826 (98%) crianças de até sete anos com as vacinas em dia e 15.579 (98,8%) grávidas com o pré-natal também em dia. Em todo o Brasil, os percentuais são ainda maiores. Correspondem a 99,2% tanto para as crianças quanto para as gestantes - 5,5 milhões e 234, mil, respectivamente.
O Ministério da Saúde, com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), registrou dados de 645.478 famílias no Estado do Pará, número que representa 80,2% do total com perfil para acompanhamento. No País são 8,9 milhões de famílias (73,9% do total). “Os números mostram que de fato as famílias estão tendo acesso ao serviço básico de saúde. As condicionalidades reforçam esse direito àqueles que são historicamente excluídos”, destaca Rodrigo Lofrano, coordenador-geral de Acompanhamento das Condicionalidades do MDS.
Dentre os municípios paraenses, todos apresentaram mais de 96% de cumprimento das condicionalidades de saúde do programa. Em 18 deles, 100% das crianças acompanhadas estavam com a vacinação em dia. Em 86, todas as gestantes estavam com o pré-natal em dia. O acompanhamento de saúde é feito a cada seis meses e é um compromisso das famílias que integram o programa e do poder público para ampliar o acesso dos beneficiários a direitos sociais básicos.  Os recém-nascidos e as crianças de até 7 anos devem ser pesados, medidos e ter o calendário de vacinação atualizado. Mulheres entre 14 e 44 anos ou que estejam grávidas também devem ser assistidas.
Desde ontem, quando começou o novo período de pagamento do Bolsa Família, mais de 10 milhões de famílias, sendo 804.720 do Pará, começaram a receber mensagens no extrato de saque informando sobre o início do acompanhamento de saúde no segundo semestre. “As equipes de saúde já estão mobilizadas para fazer o registro das informações”, explica Lofrano.
Lofrano lembra que as famílias que mudaram de cidade devem acompanhar as condicionalidades no novo endereço. 
(Pararijos NEWS)

Projeto incentiva a troca de conhecimentos


Projeto incentiva a troca de conhecimentos (Foto: Elcimar Neves)
Said e Cauby coordenarão as ações da Casa de Estudos Árabes (Foto: Elcimar Neves)
Conectar a cultura árabe com a brasileira é o principal objetivo do projeto Casa de Estudos Árabes, que deve ser iniciado no próximo mês pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Para isso, será assinado um convênio com a Universidade de Taiba, da Árabia Saudita, que visa a troca de conhecimentos científicos, tecnológicos e culturais com a UFPA.
No próximo dia 27, das 9h às 11h, no Centro de Convenções Benedito Nunes, na UFPA, o reitor da Universidade da Árabia Saudita Kaled Abul-Khair assinará o convênio e lançará o documentário “Nós descobrimos a América antes de Colombo”.
As atividades que serão oferecidas pela Casa de Estudos Árabes estão sendo desenvolvidas sob a coordenação do diretor da Faculdade de Engenharia Naval e presidente do Centro Cultural Islâmico do Pará, professor Said Mounsif, junto com o professor da Faculdade de Ciências Sociais José Cauby.
O projeto tem como foco difundir a cultura dos 23 países árabes abordando a riqueza da religião islã, a migração de árabes para a região amazônica, além de fazer um estudo sobre a Palestina e a oferta de cursos no idioma árabe. 

CURSO
As atividades do projeto serão oferecidas para o público em geral. O curso da língua árabe deve ter a duração de dez semestres, sendo o primeiro uma espécie de alfabetização, no qual o aluno aprenderá a caligrafia árabe.
A primeira turma do projeto deve iniciar no próximo mês. Cauby afirma que o 1º nível terá a duração de quatro meses com aulas de três horas uma vez por semana. O Centro Islâmico Cultural do Pará deve divulgar já na primeira semana de setembro as datas de início das aulas, hora, local e valor das inscrições. Atualmente, apenas o Centro Islâmico Cultural do Pará oferta um curso de língua árabe em Belém, que é lecionado também por Said Mounsif.
(Diário do Pará/Pararijos NEWS)

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Estado cria estratégias contra crise e desemprego

7 1

O governo estadual definiu ontem algumas medidas do conjunto de ações que será anunciado às 16h da próxima terça-feira, dia 25, pelo governador Simão Jatene, para conter o desemprego e criar oportunidades de trabalho neste período de crise econômica. As principais são a desoneração de alguns tributos, simplificações de licenciamentos e a qualificação profissional. Reunidos na sede da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, no bairro do Umarizal, em Belém, oito secretários estaduais e quatro dirigentes de órgãos, coordenados pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Adnan Demachcki, decidiram que haverá desoneração de ICMS para todos os insumos da cadeia da piscicultura e para a produção do frango paraense e ainda diferimentos do ICMS para a industrialização do açaí e cupuaçu. Quanto ao mercado de trabalho, serão qualificados trabalhadores já empregados, para que sejam mantidos no emprego, e desempregados, para que consigam uma vaga.
O governador determinou a edição de ações imediatas, na esfera estadual, visando estimular a economia, manter o nível de empregos ou no mínimo reduzir o número de desempregados. “O cenário econômico nacional é crítico seja para a iniciativa privada como para o poder público, mas o governador Simão Jatene tem as rédeas nas mãos’’, destacou Demachki.  A expectativa é de que as elas surtam efeito já neste segundo semestre. Somente nos cinco primeiros meses deste ano, o Pará perdeu 11,2 mil postos de trabalho, reflexo da crise econômica nacional que ocasionou no mesmo período a perda de 252 mil postos de trabalho em todo o País. Mas, mesmo sofrendo drásticas reduções na transferência dos repasses federais e desoneração de exportações, por exemplo, o Estado tem aumentado os investimentos (crescimento de 16% nos últimos quatro anos)  e pago em dia sua folha de pessoal e encargos, graças à ampliação da receita própria.
O Pará tem resultado primário positivo está entre os oitos Estados brasileiros a manter o seu equilíbrio fiscal com a melhor performance na relação dívida/receita líquida corrente. ‘’Temos grande responsabilidade sobre isso e não queremos penalizar o povo trabalhador’’’, frisou Demachcki, na presença dos oito secretários estaduais e de quatro dirigentes de órgãos da administração direta, na sede da Sedeme.
Participaram da reunião o secretário de Desenvolvimento de Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet), Alex Fiúza de Melo; Nilo Emanoel Rendeiro de Noronha, da Fazenda (Sefa); de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Luiz Fernandes Rocha; de Integração de Políticas Sociais, Izabela Jatene; de Turismo (Setur), Adenauer Góes e Heitor Pinheiro, da Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster). Também estiveram presentes o secretário adjunto de Comunicação, Samuel Mota; Justiniano de Queiroz Netto, secretário extraordinário de Estado do Programa Municípios Verdes; Antonio Saboia de Melo Neto, Procurador-Geral do Pará, o presidente do Banpará, Augusto Costa, a diretora do Cred Cidadão, Tetê Santos e o presidente da Jucepa, José Cláudio Carneiro Alves.
(Pararijos NEWS)

PMs são denunciados por estupro de adolescentes

PMs são denunciados por estupro de adolescentes (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
Os policiais militares João Felipe Siqueira dos Santos e Leandro Rodrigues dos Santos foram denunciados pelo promotor de Justiça Militar, Armando Brasil Teixeira, pelos crimes de estupro, com presunção de violência e com concurso de pessoas, todos previstos no Código Penal Militar Brasileiro, praticados contra duas meninas menores de 14 anos.
Conforme apurado no inquérito policial militar, no dia 5 de julho deste ano, os soldados PM R. Santos e Santos estavam uniformizados no Distrito de Outeiro, na Praia Grande, quando abordaram duas amigas e as acusaram de estarem vendendo drogas. Em seguida os policiais conduziram as duas adolescentes para uma área isolada da praia e abusaram sexualmente de uma delas, além de agredirem fisicamente a outra.
Segundo relatado por uma das adolescentes, um dos policiais militares pegou uma faca de cozinha e sob ameaça obrigou-a a manter relação sexual e a fazer sexo oral com o militar. Ato contínuo passou a ser abusada pelos dois policiais. A outra adolescente agredida conseguiu fugir e escapar dos acusados.
“A adolescente abusada sexualmente foi obrigada a fornecer seu número de celular aos policiais e posteriormente passou a receber mensagens via WhatsApp, onde aparecia a fotografia do primeiro policial que a violentou tentando marcar um novo encontro. Em seguida o acusado ligou para a adolescente e proferiu ameaças caso denunciasse o crime”, relatou o promotor de Justiça Armando Brasil.
E complementou Brasil, “O legislador tipificou no Código Penal Militar Brasileiro como criminosa as condutas tipificadas nos artigos 232, 236 e 237, qual seja estupro cuja vítima é menor de 14 anos, com concurso de pessoas e por militar em serviço”.
A Polícia Militar informou apenas que o caso ainda está em apuração.
(DOL, Pararijos NEWS com informações do MPPA)

Cametá celebra Mensageiro da Paz até o dia 23


“Com São Benedito, o mensageiro da Paz, promovemos a revitalização das comunidades” é o tema deste ano da festa promovida pela Comunidade Cristã São Benedita, da Paróquia de São João Batista, em Cametá, desde o dia 13 de agosto. A festividade de São Benedito tem mais de 100 anos de tradição e prossegue até 23 de agosto, com missas, procissões e atrações culturais, além da venda de comidas típicas da cidade.
Durante o dia de hoje, a festividade conta com o bingão de São Benedito, que começa a partir das 9h da manhã, em frente à igreja de São Benedito. São esperadas aproximadamente 6 mil pessoas. Além do bingo, a festividade também promove a Motorromaria, que acontece no próximo sábado, 22, com saída da Comunidade de São Francisco, percorrendo os vários bairros da cidade de Cametá, totalizando doze quilômetros. São esperadas aproximadamente 1.200 motos e carros no cortejo. Ao final serão feitos os agradecimentos a todos os fiéis que participaram do evento.
Durante todas as noites da festividade são celebradas missas ao santo, seguidas por atrações locais. As celebrações são feitas pelos padres da paróquia e organizadas pelas comunidades dos bairros. Já no arraial da festividade, além da venda de comidas regionais, há apresentações culturais de samba de cacete da dona Iolanda e as bandas de fanfarras, no coreto da praça onde fica a igreja.
Com o lema “A Paz esteja convosco”, as celebrações a São Benedito se iniciaram na última quarta-feira, 12, com o Círio Fluvial, que saiu da comunidade Nossa Senhora das Graças, da Paróquia de Vila do Carmo, com mais de 400 fiéis. No encerramento, no próximo domingo, 23, uma grande procissão percorrerá as várias ruas da cidade, com queimas de fogos de artifícios durante a celebração.
(Pararijos NEWS)

Obra interditará avenida no final de semana

Obra interditará avenida no final de semana  (Foto: Divulgação/Agência Belém)
Avenidas Centenário e Augusto Montenegro serão interditadas por causa das obras do BRT (Foto: Divulgação/Agência Belém)
No próximo sábado (22) e domingo (23) o cruzamento das avenidas Centenário e Augusto Montenegro será interditado por causa das obras do BRT, no trecho que vai do Mangueirão ao Entroncamento.
A interdição começará às 6h de sábado (22) e seguirá até às 18h de domingo (23). Com a proibição de passar próximo ao canteiro central, todos que trafegarem na área e que queiram cruzar as avenidas precisarão fazer desvios sempre à direta. Assim, quem estiver na avenida Centenário e quiser seguir para a avenida Independência terá que, ao chegar no cruzamento, dobrar à direita na avenida Augusto Montenegro e pegar o primeiro retorno para acessar a Independência à direita.
O mesmo acontecerá com quem trafegar no sentido contrário. Quem estiver na Augusto Montenegro e quiser seguir reto na via, terá que, obrigatoriamente, dobrar à direita na Independência ou na Centenário (dependendo do sentido em que estiver trafegando), pegar o primeiro retorno e voltar para a Augusto Montenegro. Agentes de trânsito deverão estar no local para orientar os condutores.
(DOL/Pararijos NEWS com informações da Agência Belém)

Construtoras paraenses levam calote do 'Minha Casa'

Trinta construtoras que executam 131 empreendimentos do Minha Casa, Minha Vida no Pará estão sem previsão de receber o pagamento em torno de R$ 80 milhões, para continuar os serviços em 45 municípios do Estado. A dívida do Governo Federal corresponde aos débitos em aberto de junho e julho deste ano, cujo prazo negociado com o setor venceu no último dia 15. O Sindicato das Indústrias da Construção do Estado do Pará (Sinduscon-PA) afirmou que a manutenção das obras tende a ser impraticável, devido ao nível de imprevisibilidade do pagamento. O efeito dominó começa na redução de mão de obra, atinge a capacidade produtiva das empresas e, consequentemente, retarda o sonho da casa própria para milhares de pessoas.
A entidade informou que, do total de obras contratadas pelo programa federal, 57 já foram entregues. Somado a “problemas de ordem gerencial” de contrato, seis obras estão paradas em Breves (duas), Cametá (duas), Ananindeua (uma) e Marituba (uma). Nas demais cidades paraenses, inclusive na capital - onde se tem cerca de nove mil unidades habitacionais em produção -, as construções seguem em ritmo bastante lento. O sindicato estimou que, feito o repasse da verba pendente, 50 mil unidades habitacionais serão geradas no Estado para tornar realidade o sonho da casa própria para aproximadamente 250 mil pessoas.
Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação
Vice-presidente do Sinduscon Pará, Alex Dias Carvalho relatou que o setor foi “surpreendido pelo não cumprimento do pagamento da dívida dentro do prazo estipulado pela União”. Na semana passada, ele esteve em Brasília (DF) para buscar soluções, porém voltou daquela capital com uma interrogação a respeito de novas negociações. A esperança dele está numa portaria que, se assinada, aprova o repasse do valor às construtoras, através de um aporte externo de recursos para o Fundo de Arrendamento Residencial, o que faria, de acordo com o representante, frente ao pagamento do débito.
Enquanto a dívida não é quitada, algumas construtoras ameaçam fechar as portas no Estado. “As empresas estão parece um traficante preso na Indonésia: pode fazer qualquer pedido de clemância até para o Papa. Pode até não morrer hoje, mas vai morrer amanhã”, lamentou Carvalho. Ele explicou que a maioria das empresas que executa obras do programa é de pequeno e médio porte, com capacidade de segurar o calote por um curto período. “A gente está há quase um ano convivendo com atrasos de 60 dias, 70 dias até. Isso é muito preocupante. As margens do Minha Casa, Minha Vida - faixa 1 - são mínimas”, acrescentou.
Dados do sindicato apontam que cada unidade habitacional custa, em média, R$ 60 mil às construtoras e poderiam ser vendidas ao mercado por até o dobro do valor. Diante desses números, o vice-presidente comentou que a vantagem de participar do programa, do ponto de vista empresarial, é o pagamento em dia para permitir capacidade de produção. Sem isso, no entanto, as consequências são inevitáveis.
Considerando as cerca de 50 mil unidades em desenvolvimento, estão em jogo cerca de 25 mil empregos diretos e outros 10 mil indiretos, que podem alavancar um alto índice de demissões nos canteiros de obra, embora o sindicato não relacione a possibilidade estritamente à falta de repasses do Governo Federal. “Estamos falando de pessoas que estão perdendo o seu emprego, pessoas que estão vendo o seu sonho da casa própria não ruir mas retardar e, acima de qualquer interesse econômico, tem que prevalecer a questão social”, finalizou Carvalho.
Em nome do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, o presidente Ailson Cunha tem outro discurso. “Eles (empresários) estão demitindo os trabalhadores e caindo numa contradição grande, porque o setor imobiliário está aquecido. Estamos surfando na onda de que o Brasil atravessa por uma crise, mas os trabalhadores não fizeram crise alguma”, frisou, sem revelar a taxa de desemprego no setor. “Na construção civil, ainda não está tendo demissões em massa. Na hora que tiver, vamos parar as obras. Os patrões querem jogar essa crise nas costas dos trabalhadores”, acrescentou.
(Pararijos NEWS)