Google+ Badge

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Senadores serão investigados

Brasília
THIAGO VILARINS
Da Sucursal
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de novos inquéritos para investigar a ligação do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e dos senadores Jader Barbalho (PMDB-PA) e Delcídio do Amaral (PT-MS) e, além do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE), com o esquema de corrupção da Petrobras. São duas solicitações de abertura de inquérito, ambas para investigar os parlamentares por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Os pedidos estão em segredo de Justiça e se baseiam em petições ocultas, procedimento que tem sido adotado para a tramitação de delações premiadas que estão em sigilo. Uma das delações que citam os três senadores é do lobista Fernando Soares, o Fernando Baiano, acusado de ser um dos lobistas do PMDB no esquema de corrupção que atuava na Petrobras. Segundo o delator, que também citou anteriormente o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), como outro beneficiário, Delcídio recebeu US$ 1 milhão ou US$ 1,5 milhão, dinheiro fruto de propinas pagas com recursos desviados da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. (Pararijos NEWS)