Google+ Badge

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Em goleada por 11 a 0, Marta passa Pelé e vira maior artilheira da Seleção


Marta
.
Marta (c) celebra gol pela Seleção Brasileira em dezembro de 2015. Foto: GazetaPress
Nesta quarta-feira, Marta quebrou mais um recorde histórico. Durante goleada por 11 a 0 sobre Trinidad e Tobago, pela estreia no Torneio Internacional de Natal, na Arena das Dunas, a atacante marcou cinco gols, e, chegando a 98 no total, se tornou com sobras a maior artilheira da história da Seleção Brasileira.
Os outros tentos do time canarinho na partida foram anotados por Beatriz (três vezes), Debinha, Raquel e Rilany. O Brasil volta a campo neste domingo (13), quando enfrenta o México. Depois ainda encaram o Canadá, na próxima quarta-feira (16), pela última rodada da fase de grupos.
As duas seleções melhores colocadas entre essas quatro participantes se classificam para a final, que será disputada no dia 20 de dezembro, horas depois do duelo pelo terceiro lugar, que contará com as outras duas equipes restantes.
Já o feito consolidado por Marta nesta quarta-feira é ainda mais marcante pelo tamanho do antigo dono da marca: Pelé, para muitos o maior jogador de futebol de todos os tempos, que balançou as redes 95 vezes durante as 114 partidas em que vestiu a amarelinha.
Além do número absoluto, a média da Rainha Marta também é melhor que a do Rei, uma vez que o confronto como Trinidad e Tobago foi sua 100ª partida defendendo a Seleção Brasileira.
Eleita cinco vezes a melhor jogadora de futebol do mundo, a camisa 10 do Brasil também é goleadora histórica em Copas do Mundo. Com 15 gols anotados, ela tem o título isolado de maior artilheira da história da competição feminina. Entre os homens, Ronaldo possuiu a mesma marca e é o segundo maior, atrás do alemão Klose, que fez 16.
Já em termos de conquistas coletivas, Marta já conquistou duas vezes a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos com a Seleção, além de duas pratas olímpicas e um vice-campeonato mundial. Agora, busca a sexta conquista do Torneio Internacional de futebol feminino. (Pararijos NEWS)