Google+ Badge

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Casal é crivado de balas, em Ananindeua


Um casal foi assassinado a tiros, na madrugada de ontem, em casa, na Cidade Nova 7, em Ananindeua. Leonardo Cosme Pororoca Rodrigues, de 21 anos, foi atingido cinco vezes (quatro na cabeça e uma no braço). Edicléia do Socorro Alves do Nascimento, de 31 anos, foi alvejada três vezes na cabeça e uma no braço. Ambos morreram na hora. Um carro branco com três homens foi visto no local, mas saindo rapidamente. Nada foi levado das vítimas. Duas crianças ficaram órfãs. Uma das linhas de investigação é de crime passional.
Edicléia era casada com Marcelo Vilhena Bezerra, de 32 anos. Porém, desde 2011 ela o denunciava por agressões e ameaças. Em agosto de 2011, ela foi molestada e ameaçada por ele, que disse: “Vou te matar! Safada! Vagabunda!”, como registrado no boletim de ocorrência. Ela não aceitou abrigo do Estado, mas solicitou outras medidas protetivas. Em 8 de outubro deste ano, Edicléia foi derrubada de uma moto por Marcelo e teve os cabelos puxados durante nova ameaça. Policiais militares numa viatura próxima a atenderam, mas não conseguiram encontrar o ex-companheiro, que fugiu.
Edicléia morava com Leonardo havia mais de um ano. Ele já havia sido preso por roubo e as polícias Civil e Militar suspeitavam do envolvimento dele com tráfico de drogas. “Ninguém sabe muito sobre o caso ou o que poderia ter motivado. O único conflito que havia era de uma desavença do casal com o ex-marido de Edicléia. Veio o carro branco com três homens que invadiram a casa e executaram o casal”, disse a delegada Cristina Esteves, da Divisão de Homicídios.
O crime será investigado pela seccional da Cidade Nova. Quem tiver informações úteis para as investigações pode entrar em contato por meio do Disque-Denúncia (181). Não é preciso se identificar e a ligação é gratuita. (Pararijos NEWS)