Google+ Badge

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Ataque hacker atrasa votação

Ataque hacker atrasa votação (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
A Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia Legislativa (CFFO) determinou, na última quarta-feira (02), a prorrogação do prazo de entrega de emendas parlamentares ao Plano Plurianual 2016-2019, bem como à Lei Orçamentária Anual (LOA 2016).
As datas limites, que seriam 2 e 4 de dezembro, respectivamente, foram estendidas para 9 e 10 do mesmo mês por conta de um ataque hacker sofrido em outubro pelo sistema de dados internos da AL, o que emperrou o andamento da apresentação de emendas por parte dos deputados. A LOA prevê receita para o Estado no valor de R$ 23,3 bilhões, o mesmo valor do orçamento deste ano que termina.
Para garantir que o recesso de fim de ano se inicie no dia 20, como prevê o regimento interno da AL, as lideranças da casa deverão se reunir nos próximos dias com o presidente, Márcio Miranda (DEM), para propor a realização de sessões plenárias, que usualmente só ocorrem às terças e quartas, também às quintas-feiras, até o fim do ano legislativo. Os projetos devem ‘descer’ para votação no plenário a partir dos dias 15 (PPA) e 17 (LOA). Presidente da CFFO, o deputado Junior Hage (PR), disse que o PPA, instrumento de planejamento governamental de médio prazo, já recebeu 940 emendas, e a LOA, que elenca prioridades do PPA e metas para o ano, mais de 500, e ambos os números devem ultrapassar a casa dos 4 dígitos com a dilatação dos prazos.
(Carolina Menezes/Diário do Pará)/Pararijos NEWS