Google+ Badge

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Trio é preso suspeito de roubar carros

Trio é preso suspeito de roubar carros (Foto: Celso Rodrigues)
O delegado Daniel Castro (à esq.) autuou os suspeitos por porte ilegal de armas, receptação e adulteração de sinal identificador. (Foto: Celso Rodrigues)
Três pessoas foram detidas na manhã de ontem, suspeitas de participarem de grupo especializado em roubo de veículos nos bairros da Cidade Velha e do Comércio. Ao todo, seriam dois casais, mas um dos homens procurados pela Justiça conseguiu escapar no momento do cerco policial. Com eles, a Polícia Civil encontrou um carro roubado em outubro desse ano, objetos pessoais de vítimas e 2 armas utilizadas na prática do crime. Uma das mulheres é filha de um policial militar. Além disso, a polícia conseguiu evitar outro assalto que eles já planejavam para os próximos dias.
O delegado Daniel Castro, diretor da Seccional Urbana do Guamá, explicou que o grupo já estava sendo investigado há meses devido aos registros da ação que eles teriam praticado, principalmente no centro da capital. Ontem chegou a informação de que eles estariam com armas e um carro roubado em uma casa localizada na alameda Waldemar Arouck, bairro da Cremação, em Belém. “Não é a primeira vez que eles passam pela polícia. Todos são conhecidos, inclusive o que fugiu, já o prendemos outras vezes. Ele é perigoso, responde por homicídio, tráfico, porte ilegal de armas, roubo e formação de quadrilha”, afirma, referindo-se a Thiago Martins dos Santos, de 24 anos. “É a mesma quadrilha que rouba veículos na área da Cidade Velha e do Comércio”, acrescenta.
Naquela residência estavam Luan Gabriel do Nascimento, de 19 anos, em liberdade condicional por tráfico de drogas; Cristiani Aline Rodrigues Quaresma, de 35 anos, que não teria antecedentes criminais, e Silvia Brenda Santos Silva, filha de um policial militar, que já foi presa por falsificar documento ao tentar visitar um detento em uma casa penal do Estado.
Além deles, a equipe de policiais civis do Guamá encontrou um veículo roubado no dia 23 de outubro deste ano. Na ocasião, a vítima estava acompanhada de uma criança de apenas 7 anos. Vários celulares, relógios, documentos e outros objetos pessoais de vítimas e ainda duas armas - um revólver calibre 38 e uma pistola 380 - e munições também foram encontrados.
Ainda segundo Castro, o grupo planejava outro assalto. Dessa vez seria um estabelecimento comercial localizado no bairro da Cidade Velha. Um mapa do esquema já estava feito. No papel, era possível verificar que os criminosos conheciam o local, todos os ambientes, inclusive onde estavam as câmeras de segurança internas e o caminho exato até o dinheiro.
Na noite do último sábado (14), dois homens (Luan foi reconhecido como um dos envolvidos) tentaram roubar o veículo de uma mulher, mas os criminosos não conseguiram levar o carro porque era automático e eles não sabiam manusear. Roubaram objetos pessoais recuperados na residência ontem.
O trio foi autuado em flagrante por porte ilegal de armas, receptação e adulteração de sinal identificador, pois o veículo recuperado havia sido modificado. Sobre as acusações, eles confirmaram as investigações. Thiago segue foragido. Quem souber informações sobre o paradeiro dele poderá ajudar a Polícia Civil através do disque-denúncia – 181.
(Michelle Daniel/Diário do Pará/Pararijos NEWS)