Google+ Badge

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Quase 50 pessoas são assassinadas em três dias

O Pará viveu mais um fim de semana de extrema violência. Durante 3 dias, nossas equipes de jornalismo na área policial contabilizaram, somente na região metropolitana de Belém, 19 homicídios, que enlutaram quase 2 dezenas de famílias. E, em todo o Pará, o número total de pessoas assassinadas chegou a 46. Entre os crimes de maior repercussão, destacamos o que vitimou o analista judiciário Paulo Roberto Silva Costa, de 32 anos, morto com 5 tiros dentro de um veículo, em plena avenida Fernando Guilhon com a travessa 14 de Março, no bairro da Cremação.
Outro crime que chamou a atenção da crônica policial teve como vítima o vendedor Francisco Silva Santos, de 49 anos, morto com um tiro na cabeça enquanto fazia vendas e cobranças na travessa Castelo Branco com a passagem Mucajás, também no bairro da Cremação. Assassinato dos mais violentos também foi praticado contra o soldado da Polícia Militar Vitor Hugo França Maia, de 25 anos, lotado no Batalhão de Eventos da PM e morto com um tiro no peito, na passagem Santa Lúcia com a rodovia 40 Horas, no bairro do Jiboia Branca, em Ananindeua.
(JR Avelar/Pararijos NEWS/Diário do Pará)