Google+ Badge

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Imprudência no trânsito é dura realidade em Belém

Imprudência no trânsito é dura realidade em Belém (Foto: Reprodução/Twitter @DiL__SoN)
(Foto: Reprodução/Twitter @DiL__SoN)
Um homem pilota sua bicicleta pelas ruas de Belém. Na garupa, uma criança segue em pé, debruçada no adulto, demonstrando no olhar a inocência de quem não sabe o perigo que corre. Nessa situação, qualquer acidente pode ser fatal. Mesmo assim, cenas como essa são flagradas diariamente nas ruas de Belém e interior do Pará, mostrando que a imprudência e a direção perigosa são uma dura realidade do Estado.
O registro foi feito por internautas na avenida José Bonifácio, via que possui uma ciclofaixa no lado esquerdo da via. Entretanto, o ciclista com a criança foi flagrado no lado direito da pista, disputando espaço com os carros estacionados e veículos circulando.
Veículos na pista exclusiva do BRT são uma imprudência comum em Belém (Foto: Cezar Magalhães)
Em outros pontos da cidade, a realidade é parecida. "Motociclista sem capacete, bicicleta na contramão, rua cheia de gente, carroceiro fechando cruzamento... isso é cenário comum por aqui", afirma a psicóloca Yasmin Rios, moradora do bairro do Jurunas, em Belém. "Na periferia, o trânsito é uma confusão mesmo. Quase todo dia pelo menos um ciclista acaba se machucando".
Motociclistas sem capacete são comuns na capital paraense (Foto:Cezar Magalhães)
As leis e orientações sobre o trânsito são claras, mas desrespeitadas em toda a cidade. Motociclistas sem capacete, retornos em locais proibidos e a invasão de veículos na pista do BRT, exclusiva para ônibus da linha expressa, são facilmente vistas pela população.
Até viaturas oficiais já foram flagradas realizando manobras irregulares (Foto: reprodução/Twitter)
Assim como os condutores, os pedestres também possuem obrigações, e atitudes imprudentes também podem provocar acidentes. É o caso das pessoas que atravessam a rua fora da faixa ou caminham pela pista do BRT no centro de Belém, via que já foi palco de inúmeros acidentes fatais.
Os pedestrem também tem que cumprir sua parte para garantir a segurança nas ruas (Foto: Cezar Magalhães)
(DOL/Pararijos NEWS)