Google+ Badge

domingo, 25 de outubro de 2015

Servidor do Banpará preso por estelionato

A polícia investiga se João teve a ajuda da esposaA polícia investiga se João teve a ajuda da esposa
Um servidor do Banpará suspeito de desviar dinheiro de clientes falecidos foi preso, ontem, pela Divisão de Operações Especiais (DIOE) da Polícia Civil. João Rodrigues Moraes Junior, 47 anos, foi preso em sua casa, no bairro da Cremação, depois que a justiça decretou um mandado de prisão preventiva contra ele.
João vinha sendo investigado há seis meses. Em depoimento à polícia ontem à tarde, o acusado assumiu a autoria do crime. Entretanto, a prisão dele não representa o fim das investigações, que começaram depois que o filho de uma das correntistas falecidas percebeu que a conta bancária da mãe tinha sido movimentada. Inicialmente, não há indícios da participação de outros servidores do banco.
O bancário, que trabalhava há sete anos como servidor concursado na agência localizada na avenida Senador Lemos, é acusado de realizar movimentações por meio de Transferência Eletrônica Disponível (TED). Como servidor do banco, ele tinha acesso a informações privilegiadas e se aproveitou da facilidade para escolher as vítimas. No total, a polícia identificou transações bancárias em cinco contas, de clientes já falecidos e de uma pessoa viva. (Pararijos NEWS)