Google+ Badge

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Presos na boca do caixa

Três pessoas que tentavam obter empréstimo de R$ 3 mil, com o uso de uma carteira de identidade falsificada, foram presas ontem à tarde, no centro comercial de Belém. O documento tinha o nome de uma cliente das lojas Riachuelo, mas a fotografia havia sido substituída pela de Guiomar Rodrigues da Silva, de 54 anos. Ela estava na companhia de Valéria Carvalho Leão, de 25 anos, e de Márcio Duarte Machado, de 31 anos. Ele usa tornozeleira de monitoramento do Sistema Penitenciário do Estado, portanto, cumpre pena em regime aberto. O trio foi autuado em flagrante pelo delegado Augusto Magalhães, da Seccional Urbana do Comércio, acusado de falsificação de documento público e associação criminosa.
A prisão foi efetuada pelo sargento Pedro Paulo Moreira e pelo cabo Miranda, do policiamento velado do 2º Batalhão da Polícia Militar. “Estávamos seguindo eles desde o Bradesco, onde fizeram uma transferência de R$ 4 mil com o uso da carteira de identidade falsa. Fomos acionados pelo banco. Isso foi um pouco antes de irem para a Riachuelo”, contou Moreira.
O funcionário da loja explicou que no sistema da loja constava que a cliente tinha registrado boletim de ocorrência e cancelado o cartão da loja porque tinha tido os documentos roubados. Além disso, quando Guiomar tentou obter o empréstimo, o sistema da loja exibiu a verdadeira fotografia da cliente que estava tendo o nome utilizado no golpe. Os seguranças acionaram a polícia, que deteve os suspeitos ainda na loja. “Tem sido comuns essas tentativas de golpe, principalmente às proximidades de períodos festivos, como o Círio e no Natal”, disse o funcionário, que pediu para não ser identificado.
Márcio já responde por assalto, segundo o delegado Magalhães, que preside o inquérito. Ele foi recolhido ao Sistema Penitenciário, assim como as duas mulheres, que foram enviadas ao Centro de Reeducação Feminino (CRF), em Ananindeua.
(Pararijos NEWS)