Google+ Badge

domingo, 25 de outubro de 2015

Aos poucos,a vida volta ao normal em Vila do Conde

Aos poucos,a vida volta ao normal em Vila do Conde (Foto: Diário do Pará)
(Foto: Diário do Pará)
Apesar do acidente no último dia 6, que causou a morte de quase 5 mil bois, os moradores de Vila do Conde não perdem a esperança e a coragem. Aos poucos, a vida na bela comunidade volta ao normal. O mototaxista José da Costa, 44 anos, conhece bem Barcarena. Morador da região há 15 anos, ele tem acompanhado tudo muito de perto. “No começo foi um transtorno. Principalmente, pelo mau cheiro”, conta. “Mas agora, as praias já estão limpas e as famílias estão recebendo assistência da CDP. A situação está normalizando”.
Enquanto isso, o trabalho de contenção do óleo é feita através de barreiras apropriadas, para impedir que se espalhe pelos rios e pela baía. O óleo está sendo retirado do navio pela empresa de salvatagem Mammuet Salvage. A previsão para o término dessa fase do trabalho é de 10 dias. “O Porto teve 20% da área afetada. Não há comprometimento do funcionamento. O maior dano seria o vazamento do óleo, mas já está sendo feita a contenção”, explica Marcos Matos, diretor de Gestão Portuária da CDP. Segundo ele, a limpeza das praias está quase concluída. “Além disso, estamos ajudando a população com cestas básicas e água potável. O bom senso exige, para esse tipo de situação, medidas urgentes”. Após o susto provocado pelo acidente, o desenvolvimento da região para os próximos anos é considerado certo e promissor. “O futuro do Pará é aqui. A nossa vida está aqui”, pontua o analista portuário Gilberto Farias.
(Michelle Daniel/Diário do Pará/Pararijos NEWS)