Google+ Badge

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Vencedor do Festival do Çairé será conhecido hoje

Vencedor do Festival do Çairé será conhecido hoje (Foto: Divulgação)
Boto Tucuxi: disputa no festival do Çairé será definida hoje (Foto: Divulgação)
Para muito além das controversas discussões sobre a grafia com ‘ç’ ou ‘s’, a palavra “sairé” é uma saudação indígena. E há quem diga também que a palavra ‘alegria’ traduz o termo. E essa alegria a gente vê nas cores das fitas, nas rezas em nome do Divino Espírito Santo, nas ladainhas do grupo Espanta Cão e também na maior inovação dos mais de 300 anos de Sairé, o Festival dos Botos, ápice do lado profano da festa. 
Na última noite de sábado, 19, os botos Tucuxi e Cor-de-rosa vieram do fundo do Lago Verde (entenda-se Sairódromo) e mostraram a riqueza da cultura do povo de um dos lugares mais belos do Brasil, Alter do Chão. O cenário - mistura de dança, música, teatro, poesia e expressões corporais diversas - não podia ser diferente: as praias de Alter, como é chamada intimamente o vilarejo pelos santarenos. 
Um das histórias mais populares da Amazônia, a lenda do boto toma conta do belo roteiro dessa apresentação, que já está na sua 17ª edição. A disputa é entre as duas espécies de golfinhos de água doce, encarnados pelas agremiações Tucuxi e Cor-de-Rosa. 
Mais de 300 pessoas em ambos os grupos folclóricos participam da encenação. O ponto máximo é a sedução do boto homem, que encontra a cabocla Borarí à beira do Lago Verde. E eles têm uma noite de amor inesquecível, um espetáculo onde cada grupo folclórico busca se superar a cada ano. 
São 16 itens avaliados. Entre eles: rainha do Sairé, rainha do Lago Verde, Rainha do Artesanato, Boto homem, Boto Animal, Cabocla Borarí, Carimbó, Cantador e Torcida. Cada boto tem duas horas de apresentação, sendo 30 minutos dedicados ao aquecimento. 
O resultado da disputa será conhecido hoje, no Lago dos Botos. O Boto Tucuxi tem 7 títulos e veio com tudo para diminuir a vantagem do Cor-de-Rosa, que soma 9 títulos. O Cor-de-Rosa foi o campeão do festival ano passado e agora está em busca do bicampeonato.

(Raphael Ribeiro/Diário do Pará/Pararijos NEWS)