Google+ Badge

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Secretária é presa após bebê não ser transferido


Secretária é presa após bebê não ser transferido (Foto: Reprodução/Facebook)
Por falta de recursos, secretaria tria optado para que criança fosse para o Hospital de Tucuruí (Foto: Reprodução/Facebook)
A Secretária de Saúde, Deuzeli Vital, de Novo Repartimento, no sudeste paraense foi liberada, no início da tarde desta segunda-feira (28), após ter sido presa, no último dia 25, por desobediência a decisão judicial.
Na sexta-feira (25), a juíza Cinthia Beltrão, titular da comarca de Tucuruí, respondendo pela comarca de Novo Repartimento, determinou que a secretária fosse presa em função ao não cumprimento da decisão pela transferência imediata de um bebê recém-nascido para um hospital especializado, em Belém.
Criança foi transferida no sábado (26) para Belém (Foto: Wellington Hugles/Diário do Pará)
Na decisão, a magistrada ordenou que a transferência fosse realizada por UTI-aérea. Segundo a assessoria da prefeitura de Novo Repartimento, o município não teria condições de custear a transferência e, por isso, a Secretaria de Saúde optou para que a criança fosse levada para o Hospital Regional de Tucuruí.
O bebê foi transferido no final da tarde de sábado (26) para Belém, após a atuação do diretor do HRT, Junior Veloso, que viabilizou a vinda da UTI custeada pelo governo do Estado.
(DOL/Pararijos NEWS com informações de Wellington Hugles/Diário do Pará)