Google+ Badge

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Peixe-boi completa 59 anos e ganha festa no Bosque

Peixe-boi completa 59 anos e ganha festa no Bosque (Foto: Divulgação/Agência Pará)
Peixe-boi do Bosque Rodrigues Alves completa 59 anos e ganha festa especial. (Foto: Divulgação/Agência Pará)
Uma das principais atrações do Bosque Rodrigues Alves Jardim Zoobotânico da Amazônia, “Kajuru”, o peixe-boi-da-amazônia, que vive na área de preservação nativa no centro de Belém, completou 59 anos nesta terça-feira (22), quando também se comemora o Dia Nacional de Defesa da Fauna. 
Ele é o mais antigo animal da espécie criado em cativeiro e exposto à visitação em zoológicos brasileiros. Para celebrar a data, cerca de 230 crianças cantaram parabéns para o peixe-boi, que ganhou ainda um bolo especial feito com capim, couve, melão, melancia e couve. 
O animal chegou ainda jovem ao Bosque. O tempo médio de vida dessa espécie é 50 anos, em cativeiro, porém “Kajuru” já ultrapassou essa faixa etária.
O peixe-boi-da-amazônia classifica-se atualmente, de acordo com dados do Ministério do Meio Ambiente, como espécie ameaçada de extinção, na categoria vulnerável. Na natureza é um ser de hábitos solitários, característica preservada no Jardim Botânico. 
(DOL/Pararijos NEWS com informações da Agência Belém)