Google+ Badge

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Preso superintendente do Incra em Santarém

Luiz Bacelar Guerreiro Júnior, superintendente do Incra em Santarém, foi presoLuiz Bacelar Guerreiro Júnior, superintendente do Incra em Santarém, foi preso
Dez pessoas foram presas ontem durante a operção Madeira Limpa, da Polícia Federal. O superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Santarém, oeste do Pará, Luiz Bacelar Guerreiro Júnior, está entre os servidores públicos que tiveram mandados de prisão cumpridos pela Polícia Federal. Ele foi preso na manhã de ontem e encaminhado à sede da PF no município durante a operação.
De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), ele permitia que empresários do ramo da madeira explorassem ilegalmente assentamentos da região. “Não só dos assentamentos, mas das unidades de conservação que rodeiam esses assentamentos utilizando, inclusive, a mão de obra desses assentados, ao mesmo tempo em que impedia que os benefícios que deveriam ser destinados, e que são direitos dos assentados, não acontecessem. Obstava de uma forma dolosa que esses benefícios chegassem até os assentamentos deixando as comunidades absolutamente rendidas a uma situação de completo abandono”, afirmou a procuradora da República, Fabiana Schneider. As informações são do G1, portal de notícias da Rede Globo.
Além de Bacelar, outro servidor do Incra foi preso na operação. Em nota, o Incra reafirmou o apoio ao trabalho da força policial, aos órgãos de controle e da justiça, e informou que, mesmo antes das conclusões iniciais do inquérito policial, decidiu preventivamente pelo afastamento imediato dos servidores indiciados, bem como a abertura de procedimentos administrativos internos para averiguar responsabilidade dos envolvidos nas acusações.
(Pararijos NEWS)