Google+ Badge

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Joelma “esquece” a aliança



Após anunciar que deixará a banda Calypso em dezembro e que rompeu o casamento de 18 anos com o guitarrista da banda, Chimbinha, a cantora Joelma participou do lançamento do CD e DVD “Banda Calypso - 15 anos”, ontem, em uma livraria em São Paulo. Sem Chimbinha e sem aliança no dedo, Joelma recebeu o carinho de centenas de fãs, que fizeram questão de prestigiá-la e de prestar apoio pelo momento delicado por que passa a cantora. A tarde de autógrafos foi marcada pela emoção, com Joelma chorando ao abraçar vários apaixonados por seu trabalho. As informações foram divulgadas pelo site Ego, da Globo.com.
Ontem, a cantora Natália Sarraff, filha de Joelma de um relacionamento anterior ao casamento com Chimbinha, disse ter sido pega de surpresa pela decisão da mãe. “Fiquei mais surpresa com a separação deles do com a saída dela da banda, mas acho que uma decisão puxou a outra”, diz Natália. Ela afirma desconhecer o motivo do fim da união: “Coisa boa não foi. Acredito que ele tenha aprontado algo bem cabeludo”, especula Natália.
Seja qual for a razão, Natália diz estar de braços abertos para acolher a mãe e ajudá-la no que precisar. “Quando saiu o anúncio do fim do casamento, ela me mandou uma mensagem dizendo que estava bem e para eu não me preocupar. Agora, com ela dizendo que vai sair da banda, eu mandei um torpedo, mas ainda não tive resposta”, comenta ela, que não torce para Joelma e Chimbinha reatarem. “Espero que não voltem. Sem ele, ela será verdadeiramente feliz”, afirma.
Ontem à noite, a coluna Retratos da Vida, do jornal “Extra”, publicou na internet uma entrevista com Chimbinha em que ele reafirma a intenção de se reconciliar com Joelma: “Estou disposto a mudar para resgatar meu casamento e a felicidade da minha família”, disse o músico em um dos trechos.
Chimbinha também negou ter traído Joelma, com quem foi casado por 18 anos: “Boatos, pelo próprio conceito, não são verdade: são especulações. Não existe traição”.
Cantora chora diante das manifestações de carinho e apoio
Maria Souza Lima, de 35 anos, ficou 18 horas na fila ao lado de amigos para garantir a senha que dava direito a encontrar a cantora, que participou de uma tarde de autógrafos em uma livraria em São Paulo. “Chegamos ontem, dormimos na rua. Ficamos no frio, cantando e dançando”, disse ela, que afirma estar chateada com Chimbinha. “Ver a Joelma sofrendo não dá. Vi nos site que ele traiu ela. Não desejamos o mal, mas que ele ache seu caminho e seja feliz”.
Já Marcos Rodrigues Camargo levou, além de palavras de incentivo, um quadro para a cantora autografar. Ele, que há dois anos fez uma tatuagem para homenagear a Calypso, não escondeu a tristeza pelas notícias recentes. “Fiz a tatuagem pois amo muito a banda. Estou chateado demais. Vou guardar o quadro com a assinatura dela de lembrança”, disse.
Durante o evento, Joelma chorou algumas vezes e abraçou carinhosamente um bebê que foi com a mãe para vê-la. Neste momento, com a criança no colo, a cantora, que é mãe de três filhos, revelou pensar em aumentar a família. “Quero ter mais um filho”, disse ao Ego.
(Pararijos NEWS)