Google+ Badge

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Inglesa apresenta modelo aplicado na Europa

Inglesa apresenta modelo aplicado na Europa (Foto: Cezar Magalhães)
(Foto: Cezar Magalhães)
Os desafios da pesquisa com usuários para compreensão e prospecção de cenários de consumo de tecnologia e conteúdo é o foco das discussões da tarde desta terça-feira (25) no 2º Workshop Global ITV, promovido pela Universidade Federal do Pará, em parceria com o Grupo RBA.
A professora Lyn Pemberton, da University of Brighton, da Inglaterra, abre a programação vespertina do evento palestrando sobre a perpectiva da pesquisas de user experience (UX) na Europa. A docente compartilha a experiência da perspectiva histórica sobre o assunto de interação.
"Uma das preocupações é entender qual a visão que o público tem da TV interativa, o que buscam e esperam", destacou. "Compreendemos que assim como nós, a maioria das pessoas gosta de interação, mas precisávamos de um modelo simples".
Vários fatores são importantes, segundo Lyn para serem avaliados num projeto de TV Digital, que não pode esquecer da interatividade clássica existente na TV, pois ainda é um modelo bastante aceitável. No caso da experiência francesa, o modelo aplicado foi baseado no padrão da perspectiva do Reino Unido. "Na escolha do modelo é importante avaliar o contexto social para se propor a interação, com resultados mais satisfatório".
(DOL/Pararijos NEWS)