Google+ Badge

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Fogo na feira da Pedreira


Onze barracas do mercado antigo do bairro da Pedreira foram atingidas por um incêndio, na madrugada de ontem. Seis delas foram totalmente destruídas, duas tiveram muitos danos e precisarão de reformas e três tiveram danos mínimos. Ninguém se feriu.
Para o Corpo de Bombeiros Militar (CBM), duas hipóteses são válidas: fuga de corrente, devido ao mau estado de conservação da fiação da feira; e incêndio criminoso. A Secretaria Municipal de Economia (Secon) providenciará oito barracas desmontáveis para que os feirantes não percam trabalho. Um remanejamento é possível, mas pouco provável. As reformas começarão assim que a limpeza for concluída.
Pela dinâmica do fogo, aponta o tenente Rubem Navegantes, do CBM, o incêndio começou numa barraca de descartáveis. “A fuga de corrente é quando a fiação não tem a proteção adequada. Pelas amostras que colhemos, alguns cabos estão descascados. Isso pode gerar uma centelha que, em contato com um material inflamável, gera o incêndio”, explicou. “Quanto ao incêndio criminoso, cabe investigar. Nunca pode ser descartado”.
O administrador do mercado, Afonso Cardoso, ressaltou que o fogo começou por volta de 1h e foi comunicado por um vizinho que mora ao lado, que gritou para os vigilantes que trabalham durante a madrugada. Os vigilantes tentaram fazer algo para conter as chamas, mas chamaram os bombeiros porque o fogo já havia se alastrado, já que algumas barracas eram de madeira ou tinham material inflamável.
“Acreditamos numa sobrecarga. Essas barracas são antigas e as mercearias, principalmente, eram de madeira. As instalações são antigas, antes para um freezer. Hoje cada barraca tinha dois, três freezers, além de ventilador, televisão, recarga de celular. Não era apropriado para isso”, comentou Afonso.
Os feirantes prejudicados ainda não calcularam os prejuízos, mas no início da tarde de ontem tiveram uma reunião com a Secon para tratar de questões trabalhistas. A Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) fará as obras de reconstrução.
(Pararijos NEWS)