Google+ Badge

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Quase 5 mil escolas tiveram média inferior a 500 na redação do Enem de 2013

Em todo o país, 4,9 mil escolas tiveram média abaixo de 500 na nota da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. Elas representam pouco mais de um terço (33,87%) do total de 14,7 mil escolas cujos resultados foram divulgados hoje (22). Com essa nota, essas instituições são classificadas no nível 1, o mais baixo, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela prova.
Em relação ao desempenho individual, mais da metade dos alunos de 3,9 mil escolas tiveram nota inferior a 500. A nota máxima é 1 mil.
Na outra ponta, apenas 16 escolas tiveram 800 ou mais na média da nota da redação, o que corresponde ao nível 5, o maior na escala do Inep. No total, 9,1 mil escolas tiveram alguma porcentagem de estudantes no nível 5. Apenas 39 tiveram mais da metade dos alunos nesse nível.
A redação é a única parte do exame em que os alunos têm de escrever. As demais provas são de múltipla escolha. Em 2013, o tema da redação foi Efeitos da Implantação da Lei Seca no Brasil.

A correção da prova de redação avalia cinco competências: domínio da norma padrão da língua escrita; compreensão da proposta de redação; capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários à construção da argumentação; elaboração de proposta de intervenção para o problema abordado, respeitados os direitos humanos.
Neste ano, o Inep acrescentou novos componentes na divulgação das notas, o nível socioeconômico e a formação docente. Além da média dos 30 melhores estudantes da instituição.
Nas escolas em que mais da metade dos estudantes ficou no nível 1, a maior parte dos alunos têm nível socioeconômico médio baixo ou médio. Esse indicador é calculado a partir do nível de escolaridade dos pais e da posse de bens e contratação de serviços pela família dos alunos.
Para o presidente do Inep, Francisco Soares, de modo geral, os resultados são semelhantes aos de anos anteriores. “A seleção tem excelentes alunos e tem alunos com baixo desempenho, como em qualquer levantamento. O que existe de novo é que estamos qualificando [os resultados].”
Segundo ele, o nível socioeconômico é importante para que posam ser desenvolvidas políticas para melhorar o aprendizado. “Isso é reflexo da desigualdade da sociedade brasileira, os alunos trazem mais ou menos de casa e a nossa escola ainda dá conta de compensar as exclusões que a sociedade criou”, diz.
O Censo aponta que há 25.909 escolas com pelo menos um estudante no ensino médio. Para a divulgação dos resultados foram consideradas as escolas com no mínimo dez alunos concluintes do ensino médio participantes do Enem em 2013 e que apresentaram, no mínimo, 50% dos estudantes participantes do exame. Ambas informações baseadas no Censo Escolar 2013.
O Enem de 2013 foi feito por mais de 5 milhões de estudantes em todo o país. As notas são usadas para ingresso em instituições públicas, participação em programa de intercâmbio, obtenção de bolsa e financiamento em instituições privadas, além de certificar o ensino médio.
Almost 5000 schools had average less than 500 in 2013 Enem writing
Across the country, 4,900 schools had average below 500 in the wording of the note of the National Secondary Education Examination (Enem) 2013. They represent just over one third (33.87%) of the total 14.7 thousand schools whose results were released today (22). With this note, these institutions are classified as level 1, the lowest, according to the National Institute of Educational Studies Teixeira (INEP), responsible for the event.

With regard to individual performance, more than half of students from 3900 schools had grade below 500. The maximum score is 1000.

At the other end, only 16 schools had 800 or more on the average of writing notes, corresponding to level 5, the highest on the scale of INEP. A total of 9100 schools had some percentage of students at level 5. Only 39 had more than half of the students at this level.

Writing is the only part of the examination in which students have to write. The other tests are multiple choice. In 2013, the theme of the essay was Effects of Deployment of Prohibition in Brazil.

The correction of the composition test assesses five skills: standard norm of command of the written language; understanding of the draft proposal; ability to select, connect, organize and interpret information, facts, opinions and arguments for a point of view; knowledge of language mechanisms necessary for the construction of argument; elaboration of intervention proposed to the problem addressed, respected human rights.

This year, the INEP added new components in the dissemination of notes, socioeconomic status and teacher training. In addition to the average of the top 30 students of the institution.

In schools where more than half of the students was at level 1, most of the students have average socioeconomic low or medium level. This indicator is calculated from the level of parental education and ownership of goods and contracting of services by the family of the students.

The president of INEP, Francisco Soares, in general, the results are similar to previous years. "The selection has excellent students and have students with low performance, as in any survey. What is new is that we are qualifying [the results]. "

He said the socioeconomic status is important so that pose be developed policies to improve learning. "This reflects the inequality of Brazilian society, students bring about home and our school even realize offset the exclusions that society has created," he says.

The Census shows that there are 25,909 schools with at least one student in high school. For the dissemination of the results were considered schools with at least ten graduating high school students participating in the Enem in 2013 and who had at least 50% of the participants of the exam students. Both information based on the School Census 2013.

The 2013 Enem was made for more than 5 million students across the country. The notes are used for entry into public institutions, participating in an exchange program, obtaining scholarship and financing from private institutions, and certify high school.