Google+ Badge

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

POLÍCIA INDICIA IRMÃOS ACUSADOS DE ESPANCAR IDOSO EM CHAVES

A Polícia Civil de Soure, no Marajó, em ação integrada com a Polícia Militar, deflagrou operação para atender um idoso de 98 anos vítima de espancamento
A Superintendência da Polícia Civil de Soure, no Marajó, em ação integrada com a Polícia Militar, deflagrou operação para atender um idoso de 98 anos que foi vítima de espancamento, no interior do município de Chaves. O crime teria ocorrido na Vila de Santa Quitéria. A operação foi deslanchada para apurar denúncia de que Manoel Marques de Miranda havia sido agredido fisicamente por moradores vizinhos à propriedade rural do idoso. Um inquérito foi instaurado e um casal de irmãos, vizinhos de Manoel, foi indiciado pela autoria do crime.
 Segundo o delegado Luciano Cunha, a vítima é dona de um terreno, onde existem plantações diversas, como açaizeiros. Os vizinhos estariam invadindo a propriedade para saquear os frutos. A agressão teria ocorrido após o idoso ter chamado a atenção dos vizinhos para que não saqueassem mais açaí. Ele foi atacado por espancamento. O delegado explica que só é possível chegar à Vila de Santa Quitéria, onde ocorreu o crime, quando a maré está crescente. “O local é de difícil acesso, pois sofre influência direta das águas do Oceano Atlântico”, detalha.
 Ao chegar à localidade, os policiais civis localizaram o idoso, que foi ouvido em depoimento e depois levado para Belém para passar por perícia no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Após o exame, a vítima foi entregue a responsabilidade de familiares. “Instauramos o procedimento policial e todos foram ouvidos, e o procedimento foi concluído”, explicou o delegado, que ainda se reuniu com os envolvidos para uma conversa sobre convivência em família e na comunidade, em que abordou as consequências de novos conflitos.

Fonte: Agência Pará