Google+ Badge

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Polícia ocupa a Terra Firme

O bairro da Terra Firme recebeu ontem as ações da operação Minerva, um trabalho integrado de policiamento que ocorrerá até o próximo dia 16. No primeiro dia de operação foram apreendidas mais de três mil mídias piratas, comercializadas em feiras livres da Terra Firme. Três foragidos do sistema penal foram capturados, um homem foi preso em flagrante por tráfico de drogas e dois pássaros da fauna silvestre foram apreendidos e entregues à equipe do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), da Polícia Militar.
Uma das bases da operação é a Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) da Terra Firme. De acordo com o chefe de operações da UIPP, Ediel Bittencourt, o trabalho se concentrou na Terra Firme e, hoje, as ações estarão voltadas para o Guamá. A previsão é que os policiais ocupem as ruas do bairro a partir das 8h.
Além das polícias Civil e Militar, a operação conta com equipes do Conselho Tutelar, Guarda Municipal e Departamento de Trânsito do Pará (Detran).
Somente ontem, mais de 600 abordagens a pessoas foram feitas na Terra Firme. Além disso, foram emitidos 88 autos de infração de trânsito por irregularidades em veículos automotores e 13 veículos (oito motos e cinco carros) foram removidos e levados ao Detran. A operação Minerva também fiscaliza feiras, bares e postos de gasolina. O trabalho é coordenado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).
Wemersson Fonseca Gomes, de 29 anos, que estava foragido do sistema penal desde dezembro de 2013, foi recapturado durante a tarde. “Antes de iniciar a operação, reunimos a identificação de todos os foragidos que poderiam estar escondidos na área. Ele estava nessa lista e foi identificado”, explicou o chefe de operações Ediel Bittencourt.
Na passagem Fé em Deus, no bairro do Guamá, o delegado Marco Antônio Duarte prendeu em flagrante Alex Mauro Castro Feio, que tinha 71 petecas de cocaína. Feio confessou que se envolveu com o tráfico recentemente e que faturava de R$ 100,00 a R$ 500,00 por dia. “Essas 71 petecas renderiam R$ 700,00. Eu estava há 15 dias somente com isso. Eu sou de Irituia e vim tentar a sorte em Belém”, disse o criminoso. Ele revelou que conseguia a droga por meio de um amigo que está preso.
Agentes de trânsito, em parceria com policiais militares, fizeram barreiras de fiscalização em pontos estratégicos na Terra Firme, como as avenidas Celso Malcher e Perimetral. Durante as abordagens, foram feitas revistas dentro de veículos de transporte coletivo e abordagens de condutores de motos e carros particulares. Além disso, equipes da PM fizeram diversas incursões com carros e motos, para prevenir crimes como tráfico de drogas e porte ilegal de armas de fogo.
Denúncia anônima ajuda homens das polícias Civil e Militar
A Polícia Militar, em parceria com a Polícia Civil, recapturou, ontem de manhã, Sidney Teixeira Duarte, de 29 anos, foragido da Colônia Agrícola Heleno Fragoso desde 2012. Ele foi apresentado por uma equipe do motopatrulhamento na Central de Flagrantes da Seccional Urbana da Cidade Nova, por volta das 8 horas. O foragido foi encontrado por meio de denúncia anônima. Ele estava escondido em uma residência localizada no conjunto Guajará I, em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (RMB). A ação de recaptura fez parte da operação Minerva.
Os soldados Eron de Jesus Valente, Cruz, Barbosa e M. Tavares, sob o comando do major Mariúba, receberam informação anônima sobre o paradeiro de Sidney Teixeira. “Estávamos fazendo ronda com nossas motos e uma informação indicou que uma casa na WE-61, no conjunto Guajará, abrigava um foragido da Justiça. Nos deslocamos para o local e conseguimos efetuar a recaptura com sucesso. O Sidney estava saindo da casa do pai dele quando o capturamos”, contou o soldado Eron de Jesus Valente Pinto, lotado no 6º Batalhão da Polícia Militar.
Segundo a Polícia Civil, o juiz João Augusto de Oliveira Júnior, titular da 2ª Vara de Execuções Penais da RMB, expediu mandado de recaptura para Sidney Teixeira, mas o acusado ainda não tinha sido encontrado. O investigador Carlos Alberto Moreira da Silva, chefe de operações da seccional da Cidade Nova, informou que Sidney estava preso e era acusado de ter cometido vários roubos de veículos em Belém. Ele segue preso na Central de Triagem da Cidade Nova e está sob a responsabilidade da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).
Outro recapturado na manhã de ontem foi Márcio André Alves Santos. Ele estava foragido do sistema penal desde fevereiro deste ano, e respondia também por roubo. Márcio foi recapturado pela guarnição do cabo Silva, que também faz parte da operação Minerva.
(O Liberal
)