Google+ Badge

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Anulação da eleição no Remo é justificada em coletiva

(Foto: Cézar Magalhães / DOL)
Nesta terça-feira (11), uma coletiva de imprensa foi realizada para explicar a anulação da eleição no Clube do Remo.
Dentre os itens apresentados no relatório de irregularidades foi apontada a questão do horário das eleições, que não teria sido cumprido. O pleito deveria acontecer das 8h às 17h, porém alguns torcedores teriam votado depois do horário
ELEIÇÃO
As eleições do Remo já tem nova data marcada. No dia 13 de dezembro, os torcedores terão oportunidade de ir novamente às urnas para decidir quem será o novo presidente do Leão. O pleito será realizado na sede social do Remo, na avenida Nazaré, em Belém, no horário de 8h às17h.
IMPUGNAÇÃO
No sábado (8), Pedro Minowa foi eleito novo presidente do Remo, com 647 votos. Porém, a Comissão Eleitoral anunciou a anulação da eleição após pedido de impugnação do candidato derrotado na votação, Zeca Pirão.
Participaram do pleito duas chapas. Uma encabeçada por Zeca Pirão e Marco Antônio “Magnata”, concorrendo a presidente e vice, respectivamente, e a outra da oposição, que tem como representantes Pedro Minowa e Henrique Custódio.
Com a anulação da eleição, novas chapas poderão ser inscritas.
(DOL com informações de César Magalhães)